<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como o Big Data será impactado pelo 5G nas Smart cities?

  • Categoria:

    Big Data

    | Tempo para ler: 3 min

  • Categoria:

    Redes

    | Tempo para ler: 3 min

O 5G vai mudar de forma considerável e permanente o modo como as casas inteligentes realizam a coleta de dados.

 

Como o Big Data será impactado pelo 5G nas Smart cities?

 

 

Estamos entrando na era das cidades inteligentes — ou smart cities. O que significa que elas não são inteligentes sozinhas. Na verdade, a sua inteligência vem do acesso ao Big Data, que fornece dados para ela. É possível saber de rotas do transporte público até identificar que não há pessoas no ambiente e, automaticamente, apagar as luzes.

Porém, o 5G vai mudar de forma considerável e permanente o modo como as casas inteligentes realizam a coleta de dados. Vamos ver como? Confira!

Velocidade e baixa latência

Duas características das próximas redes 5G que as pessoas mais aguardam são:

  • Sua velocidade muito mais rápida;
  • Sua ausência definitiva de problemas de latência.


Velocidade é palavra de ordem na era digital. De acordo com estimativas, as redes 5G podem oferecer velocidades de até 10 gigabits por segundo, o que permite o equivalente a baixar um filme em um segundo.

A tecnologia 5G torna-se também, uma ponte de dados e Data Centers. Os dados podem ser enviados rapidamente para a Nuvem para que as ações sejam executadas rapidamente por pessoas ou plataformas. Ou seja, o 5G é um divisor de águas em velocidade para empresas, residências e indústrias.

Os responsáveis pelas smart cities poderão obter dados atualizados e tomar medidas imediatas caso seja necessário. Ou simplesmente terão mais controle de tudo o que está acontecendo e podem deixar tudo fluir. Isso será possível pelo aumento da capacidade de receber e reconhecer esses dados relevantes de forma instantânea, o que resultará em uma cidade inteligente bem-sucedida.


Segurança x benefícios

A medida que as redes 5G enviam mais informações para as plataformas de Big Data, a infraestrutura das smart cities podem ficar vulneráveis a hackers. Por isso, investir em segurança é de extrema importância.

Bons exemplos são as cidades de Chicago e Nova York que criaram excelentes infraestruturas com tecnologia de ponta, utilizando os melhores recursos disponíveis. Não importa o tamanho da cidade ou mesmo sua localização, segurança é sempre primordial e deve ser a preocupação essencial.

Afinal, pode ser um estrago bem grande um hacker ter acesso a milhares de dados de uma smart city. Por isso, é preciso que as cidades estejam sempre em alerta e estejam preparadas caso aconteça alguma emergência cibernética. Os responsáveis pelo planejamento urbano já precisam projetar uma estrutura que mantenha as redes 5G e banco de dados bloqueados contra invasores.


Dispositivos conectados à Internet que coletam dados

Em uma cidade inteligente é preciso acesso confiável à internet. Muitas pessoas estão conectadas em diversos dispositivos que têm funções diferentes e entram em diversos locais sem pensar muito. É preciso ter cuidado e imaginar que esses dados podem ser rastreados de alguma forma.

Isso significa um aumento significativo dos pontos de acesso das redes Wi-Fi nas cidades inteligentes, por exemplo. Para isso o 5G requer uso de antenas compactas. Ao descobrir como instalar essas antenas sem transformar uma cidade inteligente em uma monstruosidade, algumas pessoas sugeriram incorporá-las a objetos dentro da cidade, como postes de luz. No entanto, a adaptação de infraestruturas mais antigas pode não ser adequada.

Portanto, 5G e Big Data devem oferecer formas eficazes de fornecer internet para quem precisa. Coletar dados em segurança pública e transporte são formas eficazes para o 5.


Impactos

Como o 5G e suas implicações são problemas recentes, é cedo para saber como o 5G poderá interromper a coleta, armazenamento e processamento de dados para as smart cities.

Sabemos que mudanças vão acontecer e estão bem mais próximas do que imaginamos. E será logo mais quando todos estiverem com dispositivos e smarthphones que funcionem com o 5G.

Posts relacionados

5 dicas para ter sucesso com Big Data

Toda organização possui dados massivos que aumentam a cada minuto. Entenda como administrá-los.

7 tendências de Big Data que estão impactando as empresas

O Big Data ajuda as organizações que têm responsabilidades críticas em tornar o mundo um lugar melhor para aprimorar seu trabalho.

Como o gerenciamento de riscos pode ajudar a proteger a IoT e Big Data?

O algoritmo na análise de risco usa uma classificação de critérios de segurança industrial que determinam quais áreas da infraestrutura de IoT industrial estão em maior risco para um ciberataque.

 

Escreva seu comentário