<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

5 tendências de armazenamento de dados para os próximos anos

O que esperar das tecnologias para captar e guardar informações nas empresas do Brasil e do mundo?

 

5 tendências de armazenamento de dados para os próximos anos

 

Definir o futuro de tecnologias é sempre algo instigante e ao mesmo tempo incerto. Ainda assim, buscamos olhar para quais tecnologias são enxergadas como tendência para verificar justamente como o mercado de TI tem evoluído.


O armazenamento de dados é um destes destaques que precisam ser avaliados, uma vez que, de acordo com algumas estimativas, a capacidade de armazenamento de Data Centers está atualmente em 1.450 exabytes e a previsão é que, em 2021, esse número chegue a 2.300 exabytes.


Falar hoje de armazenamento, necessariamente temos que abordar a Transformação Digital. Ela é o motor para todas as mudanças que as empresas vêm enfrentando, já que ampliou o uso de soluções de Computação em Nuvem que ajudaram a conectar funcionários e equipamentos remotos.


Essas conexões em Nuvem ampliaram a conexão de dispositivos dos mais diversos tamanhos em uma rede mais diversificada, a Internet das Coisas que transmite uma quantidade gigantesca de dados.


Essa montanha de dados representa o Big Data e o surgimento deste fenômeno tem relação direta com essas duas tecnologias extremamente presentes na nossa realidade nos últimos anos.


Tudo isso fez com que as empresas começassem a buscar por soluções de armazenamento de dados para captar e guardar essas informações com a devida segurança.

 

O grande problema disso é que como todas essas tecnologias são relativamente novas no mercado e poucas empresas realmente dominaram sua utilização e conseguem extrair todo o potencial delas, o armazenamento digital ainda é enxergado como um grande desafio pelas organizações.

 

Veja como alcançar maior  desempenho e redução de custos com armazenamento Flash

 


1. O uso de SSD NAND Flash está crescendo

SSD (solid-state drive) é uma evolução do HD e é atualmente a mídia com maior capacidade de armazenamento. Neste drive está contida a NAND Flash, usada como memória de armazenamento que guarda dados por algum tempo sem necessitar de eletricidade constante, ao contrário da RAM dos computadores, que precisa de "refreshs" constantes para manter os dados.


NAND Flash oferece uma alta durabilidade e desempenho e é ideal como armazenamento para dispositivos portáteis. A consultoria IDC informou que o mercado corporativo totalmente em formato Flash cresceu 75,7% no primeiro trimestre de 2017 e atingiu US$ 1,4 bilhão em receita.


2. Aumento no uso de criptografia

A adoção da criptografia para dados que não estão sendo utilizados irá mais do que duplicar em 2018, como uma forma de aumentar a segurança e o armazenamento de futuro.

 

3. HDDs são ainda mais baratos e se mantém no mercado

Apesar da história de sucesso do SSD, os HDDs não desaparecem. Os fornecedores de HDD também estão conseguindo novos ganhos de capacidade, aumentando a densidade de área e acumulando mais cabeçotes e disco em unidades únicas.


Embora os SSDs estejam trabalhando para fechar a lacuna de preço, eles ainda têm um custo 6,6 vezes maior do que os HDDs, em média. A classificação por níveis de armazenamento é otimizada para uma mistura de mídia, e os HDDs formam um enorme setor de mídia entre flash e fita. A alta capacidade, confiabilidade, desempenho rápido e custo acessível do HDD continuarão sendo chamativos ainda para muitos clientes.


4. Machine Learning

O armazenamento e gerenciamento de dados são essenciais para o Machine Learning, já que o aprendizado é baseado nas informações processadas pelo modelo de aprendizado. Os provedores de armazenamento e de soluções em Nuvem estão procurando maneiras mais eficientes para agilizar a alimentação desses dispositivos.


5. Armazenamento definido por Software

Na velocidade do mercado, as organizações simplesmente não têm tempo ou recursos para excluir dados antigos. Como resultado, os sistemas tradicionais de backup atualmente guardam 10 vezes mais dados do que as organizações realmente usam. Isso causa desafios de armazenamento.


O Armazenamento Definido por Software, também conhecido como tecnologia de armazenamento de objetos, ajuda as organizações a atenderem às crescentes necessidades de dados, reduzindo custos e complexidade. Em vez de usar um dispendioso armazenamento de hardware para fornecer cinco segundos de atividade, o armazenamento de objetos usa software e disco barato para proteger os dados da organização.


Há muitas tecnologias novas que estão afetando os negócios e consequentemente criando novas necessidades no que se refere ao armazenamento de dados, como AI e aprendizado de máquina, a Internet das Coisas, armazenamento definido por software, armazenamento de objetos e hiperconvergência.


Essas tecnologias emergentes contribuem para criar grandes oportunidades no mundo dos negócios. Mas é preciso investimentos e tempo para implementar as soluções de forma correta e garantir o bom funcionamento delas para, dessa forma, aproveitar todos os benefícios que podem trazer.

 

Posts relacionados

Escreva seu comentário