<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

4 fatores que definirão o espaço de trabalho do futuro

Criar ambientes inovadores têm sido a prioridade de muitas empresas para manter seu time de talentos.

 

Estamos passando por fortes transformações em todas as áreas, e no campo do futuro do trabalho não poderia ser diferente. Os recursos que influenciam os espaços de trabalho começam a aparecer anos à frente e já estamos acompanhando migrações do escritório padrão para outros locais há décadas.

Devemos começar a responder à pergunta: Como o local de trabalho mudou desde 1º de janeiro? Ou desde a década passada? Quais seriam as novas tendências em TI nos ambientes corporativos? Nem tanto se pararmos para analisar bem.

Mas, ao mesmo tempo, sentimos que há um movimento de autonomia, que vem pautado principalmente pelo home office e pelos coworkings. Por isso, criar ambientes inovadores têm sido a prioridade de muitas empresas para manter seu time de talentos.

A evolução dos espaços de trabalho

Na década de 1950, os funcionários de escritórios poderiam esperar fazer seus trabalhos em escritórios de canto ou em grandes espaços utilitários. Na década de 1980, eles podiam esperar trabalhar em cubículos. Hoje, os escritórios abertos são populares, mas também há mais opções de espaço de trabalho do que nunca.

Escritórios semi-fechados, salas temáticas com cochilos, escritórios em casa, locais de coworking, cafeterias e bibliotecas são os lugares onde os trabalhadores modernos podem instalar seus laptops.

Para entender as qualidades que os funcionários valorizam em seus locais de trabalho, a Clutch pesquisou 1.003 trabalhadores do conhecimento ou funcionários em período integral ou parcial que podem fazer o trabalho de uma mesa.

Conheça o K•NOW!


As descobertas da pesquisa mostram que os trabalhadores valorizam a estética, o conforto, a flexibilidade e a comunidade nos espaços físicos que ocupam enquanto realizam seus trabalhos. Veja quais fatores merecem atenção nessas mudanças do local de trabalho para o futuro:

1. Estética e conforto

Trabalhadores de todas as idades valorizam um ambiente agradável: grande, moderno, personalizável ao seu gosto e confortável para sentar ou ficar em pé. Para a maioria dos funcionários (61%), um espaço de trabalho confortável e esteticamente agradável é a característica mais valiosa do espaço de trabalho, independentemente de sexo, idade ou local.

Um espaço de trabalho confortável suporta as necessidades físicas dos funcionários. Por exemplo, um escritório com cadeiras de alta qualidade, banheiros suficientes e espaço para reuniões, refeições, brainstorm ou foco apoia o conforto dos trabalhadores.

2. Design diverso

Olhando para o futuro, projetar igualdade e ambientes inclusivos será uma questão de curso em todos os locais de trabalho. Podemos ver três grandes mudanças ocorrendo.

  1. Pela primeira vez na história, teremos 4 gerações trabalhando lado a lado, o que significa que suas diferentes maneiras de pensar e agir devem ser levadas em consideração ao projetar ambientes de trabalho.
  2. A luta pela igualdade entre homens e mulheres em nossas vidas profissionais está entrando em uma nova fase. Questionar o status quo do projeto existente na perspectiva de gênero será um fator determinante para a criação de um ambiente de trabalho realmente inclusivo.
  3. Todo mundo tem uma maneira diferente de pensar para encontrar soluções e resolver problemas. A principal diferença é entre a personalidade introvertida e a extrovertida, e o futuro local de trabalho deve atender a ambos.

Essas três mudanças principais, juntamente com a força de trabalho mais global, criam um verdadeiro caldeirão cultural. Juntos, eles direcionam a demanda por design que atenda a todos os tipos de diferenças físicas, além de enfatizar a necessidade de design inclusivo: design que

3. Ambientes adaptados

Para construir uma forte marca de empregador para o futuro, as empresas precisam oferecer ambientes de trabalho adaptados ao corpo e à mente. Ao criar locais de trabalho ergonômicos que ativamente fazem os usuários se movimentarem, como mesas de trabalho e cadeiras ergonômicas, os riscos de lesões relacionadas ao trabalho são reduzidos.

E a mente? A pesquisa mostra que escritórios chatos que não funcionam são um sério risco à saúde e resultam em mais dias de folga no trabalho. Nosso ambiente tem o maior impacto em nossos cérebros. Em um ambiente de trabalho consciente, onde as pessoas estão focadas, há um entendimento de que valores brandos desempenham um papel vital quando se trata de bem-estar e que design e psicologia estão interligados.

A solução óbvia é colocar os requisitos e necessidades de cada funcionário em foco, permitindo que as pessoas escolham suas próprias combinações de interações e ambientes.

4. Co-criação

Colaborar e criar juntos - de qualquer lugar, a qualquer momento, tanto em pequenas empresas quanto em grandes corporações - está se tornando mais simples, e essas novas possibilidades estão impactando o design de tudo, desde pequenos objetos a estações de trabalho e edifícios inteiros. É claro que isso também mudará e colocará demandas totalmente novas em nossos locais de trabalho.

Construir um local de trabalho moderno é um processo extenso para toda a empresa. Para construir uma organização colaborativa, você precisa nutrir uma cultura colaborativa. Não existe uma fórmula simples, o desafio que enfrentamos é pegar todas as facetas de uma empresa e adaptar os espaços de acordo. Organização, tecnologia e liderança devem desempenhar um papel no processo.

Posts relacionados

O que esperar para o futuro da TI após o coronavírus?

Mudanças significativas estão acontecendo no setor. Será fundamental que as empresas estejam atentas às tendências para acompanhar as novas demandas do mercado.

O que é Manufatura 4.0 e como este conceito está inovando a indústria?

Ao adotar esse conceito, as empresas podem otimizar suas produções e ficar à frente dos concorrentes diante do mercado cada vez mais competitivo.

Top 11 coisas que toda empresa deve saber sobre Data Science

O Data Science é o processo de segmentar grandes quantidades de dados, processando e analisando-os para obter informações significativas.

Escreva seu comentário