<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Sua revenda está preparada para proteger empresas do downtime?

Saiba como oferecer backups e recuperação de dados do Azure para evitar os prejuízos da inatividade de dados.

Backups e recuperação de desastres não podem mais ser considerados artigos de luxo, sendo necessário que qualquer empresa, independente de seu tamanho, proteja seus negócios do downtime, também conhecido como inatividade de dados.

Existem diversos tipos de desastres que podem derrubar a infraestrutura de TI ou deixar os sistemas-chave offline e, mesmo que seja comum imaginar catástrofes naturais como furacões, inundações e incêndios, esses não são os maiores problemas a serem enfrentados, sendo necessário considerar, primeiro, pequenos incidentes, comuns ao cotidiano empresarial e que também podem, facilmente, colocar todos os dados em inatividade como quedas de energia ou acidentes com sprinklers (dispositivo de combate a incêndios).

Ainda que seja possível, é um grande desafio para os profissionais de TI reduzirem o tempo necessário para a recuperação utilizando apenas os equipamentos e equipe de TI internos, podendo prejudicar o orçamento da empresa.

O alto custo da inatividade tem se colocado como uma das principais razões de corporações adotarem iniciativas em nuvem, garantindo a continuidade dos negócios, permitindo abrir mão de grandes gastos para manter hot sites com dados duplicados apenas para a recuperação de desastres.

A utilização da nuvem elimina a necessidade de armazenar backups de dados e aplicações em discos ou fitas, e de ter que sincronizar e restaurar esses elementos em períodos de interrupção dos sistemas, que são processos de backup financeiramente ineficientes.

A primeira pergunta que se faz quando um negócio sofre um desastre de dados e cai em inatividade é: quando o sistema voltará a funcionar? Responder a essa questão depende da garantia de quatro elementos principais do provedor de serviços de nuvem contratado:

  • Buscar um uptime de 99% e suporte de Service Level Agreement (SLA);
  • Ter geo redundância para proteção de desastres ou eventos naturais em uma localidade específica;
  • Ter um plano de gerenciamento de ameaças;
  • Garantir a segurança interna empresarial.

Azure Backup como proteção contra o downtime

Reduzir a distância entre orçamento e necessidades por meio de opções eficientes de backup e recuperação em nuvem com baixo custo é um dos principais benefícios oferecidos pelo Microsoft Azure Backup. A plataforma é capaz de substituir o backup existente no local ou fora dele por uma solução em nuvem confiável, segura e que protege máquinas físicas e virtuais.

Soluções tradicionais de backup tratam a nuvem como ponto final ou destino para um armazenamento estático, limitando e não aproveitando todas as funcionalidades da plataforma, enquanto o Microsoft Azure Site Recovery oferece a possibilidade de orquestrar rapidamente a recuperação, criando serviços críticos e monitorando continuamente a saúde e segurança de seus dados.

Pensando especificamente nos elementos destacados como essenciais para proteger negócios da inatividade, o Azure pode oferecer algumas soluções eficientes, como:

  • Armazenamento de dados em uma mesma geografia, mas em uma região secundária a mais de 250 milhas da região principal;
  • Serviços de detecção de intrusão, prevenção de ataques de negação de serviço (DDoS), testes de penetração regulares e de análise de dados;
  • Ferramentas de aprendizado de máquinas para ajudar a mitigar ataques à plataforma Azure e à Microsoft Antimalware para serviços em nuvem e máquinas virtuais. Isso garante um plano de gerenciamento de ameaças;
  • Protocolos de transporte padrão para dados em trânsito entre dispositivos de usuários e data centers da Microsoft, e dentro dos próprios centros de dados;
  • Recursos de criptografia até AES-256 para dados em repouso, com flexibilidade indispensável para escolher a solução que atende às necessidades de segurança empresarial.

Se um negócio paga por imóveis adicionais, maior número de equipamentos para servidores internos, que podem ficar ociosos por longos períodos e pela energia gasta para manter tudo isso, está na hora de buscar um serviço de armazenamento em nuvem, reduzindo custos e protegendo melhor os dados, principalmente contra desastres e inatividade.

É assim que o Microsoft Azure beneficia as empresas, não importando seu tamanho, além de garantir proteção mais eficiente dos dados e acesso facilitado na recuperação de desastres, reduzindo o downtime, prote

Posts relacionados

4 principais desafios que os líderes de TI enfrentarão este ano

Não haverá escassez de desafios estratégicos para os líderes de TI e gerentes de infraestrutura em 2020.

O que esperar da carreira de TI nos próximos 5 anos?

Confira quais serão as principais tendências tecnológicas para se destacar nessa profissão.

Carreira de TI: 5 mudanças que os CIOs precisam adotar

As constantes transformações da tecnologia têm exigido que os profissionais de TI evoluam seus conhecimentos e passem a trabalhar de forma estratégica.

Escreva seu comentário