<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Segurança em tempos de crise: como oferecer proteção crítica na nuvem?

O gerenciamento de todos os usuários da rede corporativa é essencial para evitar vulnerabilidades. Alguns mecanismos básicos podem reforçar a segurança da informação.

 

Segurança em tempos de crise: como oferecer proteção crítica na nuvem?

 

A segurança dos dados na nuvem sempre foi uma grande preocupação para as corporações. Com os ciberataques cada vez mais modernos e as empresas cada vez mais dependentes do ambiente virtual para armazenar suas informações, torna-se necessário investir em soluções de segurança reforçadas, que sejam capazes de proteger os dados críticos do negócio.

Segundo padrões internacionais que orientam a proteção dos dados, há três mecanismos básicos da segurança da informação:

- Confidencialidade: assegurar que o acesso aos dados corporativos será realizado apenas por usuários autorizados pelos administradores.

- Integridade: garantia de que quando a informação for manipulada, ela ainda manterá todas as suas características.

- Disponibilidade: é responsável por assegurar que os dados estejam sempre disponíveis para o acesso pelos usuários autorizados.

Muitas das informações que uma empresa coloca na Cloud são importantes e sigilosas, como dados financeiros e de clientes, portanto é necessário assegurar que a prestadora de serviço não tenha permissão para acessar nenhuma dessas informações, a não ser que seja preciso para a resolução de eventuais problemas.

Contar com um sistema de gestão é sem dúvida um grande avanço para as empresas que buscam proteção crítica na nuvem. Um software ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de gestão empresarial que realiza o rastreamento constante da infraestrutura de serviços na nuvem em busca de vulnerabilidades de segurança. Ele permite a identificação ágil de falhas e malwares que possam impactar negativamente no fluxo de trabalho.

Ao escolher um ERP é fundamental checar a política de segurança da empresa que fornece o serviço para garantir que os dados ficarão realmente seguros e disponíveis.

O ERP em nuvem possui diversos recursos que, além de evitar falhas, oferece proteção contra ciberataques e a utilização indevida de informações sigilosas. É necessário buscar por um fornecedor experiente, com estrutura capacitada e bom atendimento. A segurança de dados é apenas uma das vantagens que esse software pode oferecer às corporações. Ele ainda permite centralizar as informações e gerir os fluxos de atividades, integrando os diferentes setores da empresa.

Outro destaque de um ERP em nuvem é o acesso ágil e confiável às informações gerenciais, inclusive em dispositivos móveis. De modo dinâmico, é possível acompanhar todas as operações realizadas pelos usuários.

Para garantir uma segurança efetiva da corporação na nuvem é necessário unir a precisão do gerenciamento por ERP com outros mecanismos de segurança, como o uso de antivírus, firewall e outras soluções necessárias de acordo com as demandas da empresa.

 

Baixar agora

Posts relacionados

3 dicas para melhorar a segurança do provedor de Nuvem

Identificar ameaças e estabelecer políticas internas de segurança são essenciais para melhorar a segurança do provedor de Nuvem.

Qual a Nuvem ideal para o negócio de seus clientes?

Cada modelo de Nuvem traz suas vantagens e desvantagens.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

Escreva seu comentário