<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Baixar agora

Quatro passos para tornar o Varejo omni-channel

Postado por Equipe Westcon em 27/mar/2018 5:00:00

Seus clientes do Varejo sabem como utilizar a tendência omni-channel a favor dos negócios? Confira como usar isso a favor dos negócios.

 

Quatro passos para tornar o Varejo omni-channel

 

 

Em diversos segmentos do mercado, especialmente do Varejo, as empresas enfrentam todos os dias o desafio de oferecer o que os seus clientes precisam em um ambiente super competitivo. Devido a isso, é necessário investir em ações de marketing e principalmente em otimizar as interações com os consumidores. Isso é um diferencial para fidelizar o público-alvo.

Nesse sentido, a tendência omni-channel e o uso apropriado da tecnologia são os grandes aliados para aprimorar os resultados.


E o que é uma estratégia omni-channel?


Omni-channel é uma prática baseada na estratégia de fazer com que todos os canais utilizados por uma empresa possam convergir em uma única linguagem, minimizando tanto quanto possível as diferenças entre o mundo online e o offline. Apesar de não ser exatamente uma novidade no Varejo, a tendência omni-channel começou a se consolidar com mais intensidade a partir do momento em que os varejistas perceberam a mudança nos hábitos dos consumidores, influenciados pelo uso cada vez mais democrático da tecnologia.

Esse tipo de convergência transforma a relação das empresas do Varejo com os seus clientes. A própria experiência de consumo se dá de maneira mais fluida e dinâmica. E dinamismo é o fator de decisão pela compra para a grande maioria dos consumidores dessa geração, que nasceu ou precisou se adaptar à presença constante da tecnologia no cotidiano.

As novas tendências de consumo


Hoje em dia, é muito comum que uma pessoa pesquise um determinado produto em vários aplicativos, sites de compras e marketplaces, mesmo que não deseje adquiri-lo pela internet. Ao escolher um relógio, por exemplo, as plataformas de e-commerce podem ser utilizadas para conhecer os diversos modelos e as faixas de preços, mas talvez o consumidor só se sinta mais à vontade indo pessoalmente até uma loja física e “sentindo na pele” o produto que deseja.

Até o conceito de realidade aumentada já está sendo utilizado para conciliar o Varejo com a tendência omni-channel. Algumas lojas de móveis, por exemplo, disponibilizaram a tecnologia em aplicativos que permitem que o comprador “visualize” o móvel que deseja dentro da sua casa, podendo avaliar se o tamanho é compatível, se o modelo combina com a decoração já existente, entre outros fatores. Ainda assim, caso o cliente julgue necessário, as lojas físicas continuam disponíveis para uma experiência mais palpável.

Confira

 

 

Como tornar o Varejo omni-channel


Uma empresa que se torna omni-channel poderá usufruir de muitas vantagens: o aumento da proximidade e da identificação com o cliente, um panorama mais definido para estratégias futuras a partir do perfil do cliente, mais visibilidade para a marca que estará presente em diversos meios, entre outros. No entanto, esses benefícios só serão possíveis se alguns cuidados básicos forem respeitados nessa transição.


1. Invista em tecnologia

Quando uma empresa do Varejo entra para o mundo digital, o investimento em tecnologia é essencial. Em termos de estrutura, novos recursos precisam ser disponibilizados para atrair e fidelizar os novos clientes, além de todo o cuidado com as questões comerciais, logísticas, contábeis, fiscais, entre outras. A capacitação digital precisa acontecer também entre os próprios colaboradores: de os vendedores até a equipe de marketing, precisam estar alinhados com as novidades.

2. Mude a cultura da sua empresa

Não atribui o devido valor à sua presença nos canais digitais é o principal desafio para se tornar omni-channel. Nesta etapa, planejamento é a palavra-chave, porque muitas das rotinas administrativas serão modificadas. Estudar o quadro organizacional da empresa e estabelecer metas claras e objetivas a partir da convergência omni-channel é um passo importantíssimo para alcançar resultados positivos.

3. Padronize e integre a comunicação

Falar a mesma língua nos diversos meios é fundamental. Ser omni-channel só faz sentido quando a linguagem aplicada respeita as particularidades de cada meio e, ainda assim, soa para o cliente como uma expressão única. Por exemplo:, é essencial que o cliente receba um atendimento igualitário tanto nas plataformas digitais quanto nas lojas físicas. Se ele for tratado de uma forma nas redes sociais e não encontrar o mesmo tratamento em uma relação de compra direta, dificilmente será fidelizado.

4. Use os novos dados para traçar novas estratégias

A tendência omni-channel não é estática. Assim como quase todos os elementos da era digital, está em constante transformação. Quando o Varejo se apropria do uso da tecnologia, passa a receber uma nova remessa de informações sobre o perfil de seus clientes, hábitos e padrões de consumo. A partir de então, a empresa pode executar novos planos para melhorar ainda mais essa relação com seu público e otimizar resultados.

Quando uma empresa do varejo se torna omni-channel, é sinal de que está preocupada em oferecer ao seu cliente a melhor qualidade de atendimento possível, junto com produtos e serviços de qualidade. Além disso, demonstra também que a empresa está alinhada com as novas tecnologias e com a forma como elas podem ampliar as possibilidade de negócio. Conheça também outras formas de adicionar soluções tecnológicas para incrementar seus business.

Categoria(s): Transformação Digital, Mercados Verticais