<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Qual o futuro do ensino a distância no Brasil?

Diversas novas tecnologias já estão sendo utilizadas pela metodologia EAD. No entanto, diversas outras tendências irão fazer parte do processo de ensino no país.

 

O avanço da tecnologia no setor da educação tem permitido que as instituições aprimorem suas estratégias e melhorem as metodologias de ensino. Escolas, universidades e cursos técnicos por todo o país já adotaram diversas ferramentas tecnológicas como aliadas no processo de aprendizagem para atrair e auxiliar cada vez mais seus alunos.

O ensino a distância é uma modalidade que se popularizou ainda mais com o auxílio da tecnologia e tem conquistado cada vez mais alunos. A procura pelo EAD tem crescido em todo o mundo e, no Brasil, diversas instituições já estão oferecendo opções de cursos totalmente onlines para seus estudantes.

A tecnologia pode favorecer o ensino a distância de diferentes formas. Ela proporciona maior flexibilidade e autonomia às pessoas no momento de realizarem seus estudos e redução de custos quando comparado a cursos presenciais. Além disso, oferece múltiplas plataformas para acesso a conteúdos extras sobre o assunto das aulas, canais de comunicação para resolução de dúvidas, entre outros benefícios.

Devido a tantas vantagens, a presença do EAD no mercado tende a crescer. No entanto, a tecnologia está em constante evolução e diversas inovações surgem a todo o momento. Por isso, surge o grande questionamento: como será o futuro da educação a distância?

Para ajudar você a responder esta pergunta, preparamos este conteúdo com as principais tendências de EAD no Brasil para o futuro. Acompanhe!

Qual o futuro do EAD no Brasil?

A modalidade a distância caminha lado a lado da evolução tecnológica, que tem modificado profundamente a estrutura de ensino no Brasil. Toda a transformação digital enfrentada pelas empresas tem exigido adaptação e no setor da educação não é diferente.

Aquelas instituições que querem sobreviver no mercado já perceberam que houve mudanças na maneira como as pessoas captam conteúdos e exploram os campos dos saberes. Portanto já estão reestruturando seus modelos e metodologias de ensino.

Muitas delas já utilizam as conhecidas bibliotecas virtuais, fóruns de discussões, chats, videoaulas, videoconferências e outras ferramentas que viabilizam a interatividade. No entanto, as evoluções não param por aí.

Agora é o momento de ir além e descobrir o que será do futuro do ensino a distância no país. Confira a seguir as principais tendências:

Inteligência Artificial e chatbots

Muitas empresas estão investindo em AI em seus negócios, com as instituições de ensino não é diferente. Essa tecnologia permite que os processos do EAD sejam realizados de forma mais precisa e inteligente.

Além disso pode auxiliar os alunos a acompanharem a evolução de seus aprendizados em tempo real, já que a organização passa a conseguir realizar análises de todos os dados disponíveis de forma mais ágil e aprimorada.

Enquanto isso, os chatbots passarão a ser utilizados como verdadeiros instrutores, capazes de auxiliar os alunos em suas dúvidas. Junto à AI, ele é capaz de realizar treinamentos específicos para ajudar professores e estudantes a navegarem no ambiente virtual de aprendizagem, entre outros assuntos.

Microlearning

O microlearning é uma abordagem de ensino que tem proporcionado muitos benefícios para treinamentos e cursos. Ele é mais focado e conta com lições que demandam menos tempo de aprendizado.

Esse modelo é uma espécie de curso reduzido, ele pode ser implementado em qualquer dispositivo tecnológico dos estudantes, como em seus próprios smartphones.

Ele irá se tornar cada vez mais popular entre as instituições EAD por se tratar de uma versão mais prática que consegue otimizar os conteúdos. E também será uma opção muito buscada pelos estudantes, que poderão absorver as matérias de forma mais rápida, ajudando em seu processo de aprendizagem.

Gamificação

A gamificação tem sido muito utilizada pelas empresas para promover uma maior participação de clientes e colaboradores em seus negócios. Por meio dessa tendência, é possível deixar um serviço tradicional mais atrativo aos olhos dos consumidores.

Com o setor da educação não é diferente. O EAD também aumentará, cada vez mais, o uso da gamificação para atrair e engajar os alunos nos processos de aprendizagem.

No campo da educação, é possível utilizar essa tendência para trabalhar diversas competências, como flexibilidade, criatividade e espírito de equipe. Além de fornecer simulações para poder testar os alunos.

O EAD é uma realidade que veio para ficar e está contribuindo ativamente com a educação brasileira. As ferramentas listadas anteriormente são apenas algumas das tecnologias que farão parte do processo de aprendizagem da população. Para o futuro, a tendência é que diversas outras inovações tecnológicas farão parte desse processo e irão contribuir para a absorção de conhecimento das pessoas.

Posts relacionados

8 erros de automação de TI que você deve evitar

A implementação da automação requer mais do que aplicar scripts às operações - exige uma mudança na cultura.

Ensino a distância: como a tecnologia pode favorecer a educação?

Graças aos avanços da TI, diversas ferramentas podem ser adotadas pelas instituições de ensino para aprimorar essa modalidade.

Tecnologia e educação: como funciona o EAD e quais as vantagens?

Graças às novas ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado, o ensino a distância tem se tornado cada vez mais eficiente e atrativo.

Escreva seu comentário