<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Qual a importância do gerenciamento de acesso no sistema corporativo?

Possuir um sistema de gerenciamento pode tornar os controles do acesso de colaboradores mais eficiente e eficaz.

 

Qual a importância do gerenciamento de acesso no sistema corporativo?

 

Um sistema de gerenciamento de acesso de identidade (IAM) é uma estrutura que facilita a gestão de usuários que utilizam a rede corporativa. Essa tecnologia pode ser usada para iniciar, registrar e gerenciar as permissões de acesso de forma automatizada.

A partir dela, a TI consegue conceder privilégios de acesso aos usuários de acordo com a necessidade de cada um e levando em conta as políticas de segurança da empresa. Assim, todos os colaboradores e serviços são devidamente autenticados, autorizados e participam das auditorias.

A ausência de uma gestão eficaz da identidade de acesso coloca riscos significativos na conformidade e também na segurança total da empresa, dando margem a ameaças tanto externas como internas.

Manter o fluxo de dados seguro e ao mesmo tempo gerenciar todos os seus acessos sempre exigiu muita atenção da TI. A adoção de novas tecnologias no ambiente corporativo, como a prática BYOD, Cloud Computing e Big Data apenas aumentou a necessidade de se ter uma ferramenta de gerenciamento para controlar acessos e privilégios dos colaboradores de uma empresa.

Portanto, é essencial investir em uma solução IAM que realize funções de autenticação, provisionamento, configuração de identidade de serviços de diretório e armazenamento, e auditoria e relatório. Esses pontos, além de assinatura criptografada e outras tecnologias de permissão, determinam interoperabilidade segura entre funcionários e clientes da corporação

Ela deve automatizar a iniciação, captura e gerenciamento de todas as identidades dos usuários e suas permissões, além de incluir um serviço de diretório centralizado que seja possível ser dimensionado à medida que mude o quadro de funcionários da empresa.

Os sistemas IAM facilitam o processo de provisionamento dos usuários e de configuração de contas, reduzindo o tempo necessário para executar essa atividade e fornecendo aos administradores a capacidade de visualizar e alterar todos os direitos de acesso.

Ao configurar os privilégios de acesso automaticamente, o diretório central utiliza a localização e ID da unidade de negócios do usuário para gerenciar as solicitações de acesso. Essas informações ajudam a classificar os pedidos de acordo com a posição dos funcionários. Dependendo do cargo da pessoa, alguns direitos podem ser proibidos ou permitidos mediante solicitação.

Um IAM deve definir fluxos de trabalho para gerenciar as solicitações de acesso, com a opção de várias etapas de revisões com requisitos de aprovação para cada solicitação. Esse mecanismo pode facilitar o estabelecimento de diferentes processos de revisão que são apropriados para o risco de cada nível de acesso.

Quando a solução de gerenciamento é implementada corretamente ela consegue garantir que os acessos sejam totalmente transparentes, minimizando cada vez mais os riscos de segurança.

 

Saiba Mais

Posts relacionados

6 características que um bom gestor de segurança da informação deve ter

Como visão estratégica, liderança e outras características podem contribuir para o sucesso do trabalho de um gestor?

3 tendências de segurança da informação para o futuro

Cloud Computing, Internet das Coisas e Machine Learning podem revolucionar a segurança da informação.

4 dicas para uma gestão de riscos eficiente

Saiba como gerenciar os riscos de forma mais eficiente, garantindo o sucesso do seu negócio.

Escreva seu comentário