<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Qual a importância de uma cultura de testes em DevOps?

Entenda como essa mentalidade pode ser essencial para que seus clientes melhorem a entrega de seus serviços e produtos.

 

Qual a importância de uma cultura de testes em DevOps?

 

Estamos vivendo a era do Digital Business, em que empresas precisam lidar com clientes mais bem informados e que esperam receber seus produtos/serviços de forma mais rápida. Por isso, elas estão se baseando de forma decisiva em aplicações de software que permitem criar uma melhor experiência conectada aos usuários.

Entretanto, entregar aplicações de forma ágil não é uma tarefa fácil. Os times de desenvolvimento e de operações precisam trabalhar juntos para aumentar a velocidade de entrega e a qualidade. Para maximizar os resultados, eles estão adotando um conjunto de práticas chamado DevOps.

DevOps é uma metodologia de alinhamento entre o desenvolvimento de software e as outras operações de TI capaz de integrar processos para ajudar as empresas na entrega de serviços.

Adotar práticas dessa tecnologia ajuda diversas áreas de negócios a entregarem mais rapidamente não só seus produtos e serviços, mas também valor a seus clientes. Automatizar as atividades de infraestrutura é uma das práticas-chave para que isso aconteça e beneficia ambas as equipes - desenvolvimento e operações.

Entretanto, contar com boas ferramentas e processos é apenas uma parte do todo. Realizar essa integração sem adotar um conjunto de testes contínuos para ter um monitoramento do desempenho da aplicação em produção torna todo o processo de DevOps irrelevante.

É necessário criar uma cultura de testes na corporação, pois, para ter um ambiente de testes efetivos em um mundo DevOps, é fundamental estabelecer a mentalidade correta.

Dessa forma, as empresas passam a olhar para toda a linha de produção como um todo - sem realizar o cálculo de custos de cada unidade separadamente, pelo contrário, é olhado todo o fluxo de valor, do início ao fim.

Para que a prática de DevOps funcione corretamente, é necessário alinhar os testes à qualidade dos produtos/serviços. As verificações devem ser consideradas em toda a linha de produção e não apenas como uma fase do processo.

Este é o papel do responsável pela QA (Quallity Assurance - Garantia de Qualidade). No nível do desenvolvimento, a função da QA é colocar o máximo de testes no ciclo de Integração Contínua (CI). Enquanto na operação, é monitorar todo o estado da produção com o Smoke Test - um conjunto de pequeno testes que são extremamente básicos, mas necessários para o bom funcionamento de toda a produção.

Realizar avaliações de forma frequente, e cada vez mais cedo no ciclo de vida, permite a utilização de uma abordagem sistemática para a melhoria dos processos, e ainda possibilita diversas vantagens, como a redução de custos, encurtamento dos ciclos de testes e um feedback contínuo de qualidade.

Essa cultura vai além da automação, acelera o desenvolvimento dos processos e engloba todas as práticas, incluindo ferramentas e transformações culturais, que ajudam a mitigar os riscos antes de se avançar para os estágios posteriores do ciclo de vida do desenvolvimento de software.

É necessário que a equipe esteja preparada para variar a abordagem utilizada para garantir a melhor experiência aos usuários. Portanto, não é preciso repetir todos os testes sempre que uma nova característica é adicionada. Devido a isso, a estratégia contínua pode ser a melhor opção por promover uma mudança cultural em toda a empresa e alcançar capacidades essenciais, como: antecipação, agilidade, frequência e automação.


Saiba como

Posts relacionados

5 boas práticas de gestão de demandas de TI

Aprenda a fazer uma gestão eficiente e seja capaz de lidar com as mudanças do mercado, proporcionando melhores resultados para os negócios.

Gestão de custo em TI: o que é e como economizar?

É preciso ter orçamento, planejamento e uma dose de iniciativa.

Guia prático para uma gestão de TI eficiente após a era digital

Ter gerenciamento de TI é fundamental para o bom funcionamento do departamento dentro das empresas.

Escreva seu comentário