<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Qual a importância de restringir acessos ao sistema de uma empresa?

O número de usuários que utilizam recursos do sistema para realizar suas tarefas tem aumentado a cada dia, o que pode elevar a vulnerabilidade da segurança.

 

Qual a importância de restringir acessos ao sistema de uma empresa?

 

A virtualização se tornou parte intrínseca dos processos de negócios da maioria das empresas. Ela permite que as corporações movam cargas de trabalho entre os sistemas com mais facilidade e que os colaboradores tenham acesso a diversas funcionalidades com apenas alguns cliques. Porém, a crescente dependência dessa tecnologia trouxe também algumas dificuldades para a gestão de acessos do sistema.


Para que os usuários tenham acesso aos dados, é preciso que o departamento de TI libere as ferramentas necessárias para que cada funcionário possa desempenhar suas atividades no trabalho, mas também controle o acesso para que isso não interfira na segurança das informações da empresa.


Como muitos usuários possuem sua entrada autorizada e ainda podem utilizar diferentes dispositivos para acessar a rede e realizar suas tarefas, dentro e fora do local de trabalho, mais brechas na segurança podem aparecer.


Além disso, efetuar login no sistema também pode trazer diversas vulnerabilidades, pois, normalmente, os usuários precisam utilizar uma série de senhas complexas para liberarem seu acesso e, a cada vez que usam certas aplicações, é necessário digitá-las novamente, o que torna o processo ainda mais propenso a erros.


Por isso, para auxiliar a equipe de TI no controle de todas as atividades realizadas, é importante investir em ferramentas de gerenciamento eficientes. Ao se utilizar a tecnologia certa, é possível eliminar as vulnerabilidades geradas por acessos indevidos às informações contidas na rede corporativa, que hoje representam uma das maiores preocupações relacionadas à segurança das corporações.


Assim, a TI deve usar ferramentas que garantam que apenas pessoas autorizadas possam acessar os recursos do sistema. A tecnologia de Single Sign-on (SSO), por exemplo, é usada para simplificar o processo de autenticação dos usuários, fazendo com que após o primeiro logon, os usuários possam acessar qualquer aplicação a qual tenham permissão de acesso. A principal vantagem do uso do SSO é a autenticação única, permitindo login único para várias aplicações.


O monitoramento de endpoints também tem se tornado uma tarefa complicada devido ao grande número de dispositivos, servidores virtuais e físicos usados. Por isso, as operações de gerenciamento de endpoints devem ser otimizadas para permitir aos gestores administrarem os diferentes grupos de usuários, além de unificar a segurança em toda a infraestrutura e dispositivos.


A forma de gerenciamento de identidades tem se transformado, muitas empresas têm adotado o modelo de identidade como serviço (Identity as a Service, IDaaS), que integra soluções de segurança, mobilidade e gerenciamento de identidades corporativas por acesso simplificado aos aplicativos na nuvem, remotos e locais. Esse modelo de serviço em nuvem disponibiliza um local central para gerenciar o provisionamento, o acesso e a conformidade dos usuários e permite que os funcionários aumentem sua produtividade com o acesso facilitado. Assim, é possível que equipe de TI controle todos os acessos ao sistema, garantindo a segurança da empresa.

 

Conheça a ForeScout

Posts relacionados

Firewall gerenciado como serviço: o que é e quais as vantagens?

Proteger as informações corporativas tem se tornado uma tarefa difícil. Por isso, as empresas precisam investir em ferramentas robustas e eficientes como o firewall na Nuvem.

5 boas práticas de Disaster Recovery para implementar nos negócios

Para que as empresas se mantenham ativas no mercado, é necessário garantir a disponibilidade de sua infraestrutura de TI. Saiba como a recuperação de desastres pode ajudar.

Security Analytics: o que é e quais os benefícios?

Conheça a ferramenta que permite que as empresas utilizem análises precisas de seus dados para tratar ameaças e riscos à segurança de seus negócios.

Escreva seu comentário