<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Qual a importância da segurança em camadas na rede corporativa?

  • Categoria:

    Segurança

    | Tempo para ler: 3 min

  • Categoria:

    Redes

    | Tempo para ler: 3 min

Com ciberataques cada vez mais sofisticados, as empresas precisam adotar novas soluções de proteção para ser possível barrar todos os perigos da internet.

 

Qual a importância da segurança em camadas na rede corporativa?

 

O ransomware tem se tornado a maior preocupação em relação às questões de segurança dos sistemas corporativos, ele é capaz de sequestrar o dispositivo de suas vítimas por meio da criptografia e só o libera mediante pagamento. Muitos malwares desse tipo ficaram conhecidos recentemente, como os casos do WannaCry e do Petya, que infectaram computadores no mundo todo.

Além dos malwares, outros vírus e softwares maliciosos têm sido usados para infectar as redes corporativas para roubar informações sigilosas e causar prejuízos às empresas.

Com todos esses perigos evoluindo e se multiplicando, as corporações estão cada dia mais desprotegidas e seus métodos tradicionais de softwares antivírus, que são usados para detectar e remover códigos maliciosos, já não são mais suficientes para garantir a real proteção de dados.

Para lidar com esse problema, a melhor solução é utilizar uma estratégia de segurança multicamadas, que é capaz de proteger os diferentes pontos de entrada na rede com diferentes tecnologias de segurança. Ela aumenta o nível de dificuldade de invasão de possíveis ameaças.

A segurança multicamadas é uma estratégia que reduz consideravelmente as chances de um cibercriminoso ter acesso às informações corporativas, pois, caso ele seja capaz de ultrapassar uma camada, será barrado pela camada seguinte.

Ela oferece uma proteção eficiente contra malwares, spyware, phishing, spams, vazamentos de dados e outros ataques. Além disso, realiza a inspeção do tráfego SSL/TLS, a filtragem de conteúdos e recuperação do sistema, sem causar impacto aos negócios.

A implementação correta de uma solução multicamadas fornece à TI as ferramentas necessárias para criar uma estratégia de segurança proativa e personalizada que atende aos requisitos de cada organização com um ambiente flexível, fácil de implementar e gerenciar.

 

Uma solução eficiente deve contar com quatro camadas de segurança:


- Rede: a segurança em camadas deve oferecer proteção a todos os potenciais pontos de acesso, uma vez que a rede é a primeira linha na defesa em camadas. É responsável por gerenciar a largura de banda da rede e controlar as instalações de aplicativos, tornando a tarefa da TI mais simples.

- Ponto de extremidade: a segunda camada deve realizar o suporte aos pontos de acesso de extremidades, que são todos os dispositivos conectados pelos usuários finais, para impedir que as ameaças vindas desses aparelhos afetem a rede corporativa. A solução realiza a busca por vulnerabilidades nesses pontos e, quando algum perigo é detectado, repara-os para que não cheguem até a rede. Além disso, a TI consegue criar e impor políticas a esses pontos de extremidade para garantir o uso seguro e compatível aos dispositivos. Assim, é possível realizar o monitoramento dos patches, configurações dos navegadores usados e firewalls, além dos aplicativos indesejados.

- Usuário: é necessário ter um constante controle de todos os usuários que possuem acesso aos dados corporativos. Por isso, a solução implementa medidas para proteger os dados utilizados pelos usuários. Ela conta com ferramentas para garantir que a criptografia seja aplicada da forma certa e que os dados sigilosos não sejam roubados ou perdidos.

- Serviços: os serviços de segurança são parte essencial da estratégia multicamadas. Eles garantem o bom funcionamento de todas as outras camadas com produtos e serviços necessários para manter a produtividade dos usuários e atender aos requisitos de proteção.

O objetivo de utilizar um sistema de camadas em segurança é tornar o acesso indevido à rede menos prejudicial aos negócios. Assim, cada vez que um criminoso ultrapassar uma camada de proteção e se deparar com outra mais reforçada bloqueando seu acesso, as chances de que ele desista e busque outros alvos mais fáceis são bem maiores.

 

 

Baixar agora

Posts relacionados

6 características que um bom gestor de segurança da informação deve ter

Como visão estratégica, liderança e outras características podem contribuir para o sucesso do trabalho de um gestor?

3 tendências de segurança da informação para o futuro

Cloud Computing, Internet das Coisas e Machine Learning podem revolucionar a segurança da informação.

4 dicas para uma gestão de riscos eficiente

Saiba como gerenciar os riscos de forma mais eficiente, garantindo o sucesso do seu negócio.

Escreva seu comentário