<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Quais são os custos do armazenamento em Nuvem?

Entenda como funciona esse tipo de serviço e descubra o que deve ser considerado no momento de contratar um fornecedor.


Não é segredo que o modelo de custo de propriedade para armazenamento local não se parece com o modo como os preços do armazenamento em nuvem corporativo funcionam.

Além disso, o processo de desembaraçar os preços dos serviços de Cloud Computing pode causar confusão e frustração. Com toda a conversa sobre os custos mais baixos do armazenamento em nuvem (fora das taxas de saída variáveis), como você descobre o que é melhor para sua organização?

As pessoas, em geral, possuem muitas dúvidas sobre o assunto. Portanto é importante se familiarizar com as abordagens existentes no mercado, além de ter em mente quais são as necessidades da organização. Apenas assim será possível ter uma posição melhor para avaliar a relação custo-benefício de todos os principais provedores de nuvem com base nas necessidades da sua organização.

Variáveis ​​de custo de armazenamento em nuvem

Você precisa conhecer várias variáveis ​​de custo de armazenamento em nuvem, incluindo:

  • Armazenamento: Esses custos geralmente são expressos como um custo por gigabyte por mês ou um preço por terabyte por mês ou ano. E cada provedor de nuvem possui diferentes camadas de armazenamento que oferecem níveis de custo, desempenho e disponibilidade muito diferentes.
  • Operações de armazenamento: As ações baseadas em API incorrem em custos mínimos, geralmente por 10.000 procedimentos. No entanto, as cobranças pelas operações de armazenamento podem adicionar quantias significativas quando você executa várias tarefas em cargas de trabalho com alta contagem de objetos.
  • Transferência de dados de armazenamento: Uma taxa por gigabyte para ler dados, normalmente presente em camadas de armazenamento específicas.
  • Largura de banda de saída: Esse é mais um fator de custo da atividade de rede do que uma variável de preço de armazenamento. Há uma taxa para fazer o download de dados de qualquer armazenamento na nuvem em que a carga útil seja entregue fora da região da nuvem. Os custos de saída não são incorridos quando você acessa dados de recursos residentes na mesma região.

Fortaleça o poder de colaboração

Os custos de armazenamento são a matemática mais simples na equação de preços da nuvem. Veja os diferentes níveis de armazenamento na nuvem, como a seguir:

  • Níveis de desempenho. As camadas de desempenho são projetadas para dados ativos ou ativos, altamente transacionais, oferecendo os melhores SLAs de disponibilidade, os menores custos de atividade e a menor latência. No entanto, essas camadas também têm os preços mais altos para armazenamento de objetos.
  • Camadas de toque baixo. As camadas de baixo toque são para dados que requerem acesso imediato, mas as informações são inativas. As camadas de baixo toque oferecem disponibilidade e tempos de recuperação de baixa latência com menores custos de armazenamento. No entanto, os custos de atividade aumentam ao longo das camadas de desempenho.
  • Camadas de arquivo. As camadas de arquivamento na nuvem são, na verdade, bibliotecas de fitas físicas, portanto, os tempos de recuperação não são imediatos, mas os custos de armazenamento são incrivelmente baixos.

Há muitas variáveis a serem consideradas no momento de escolher a solução em Nuvem com o melhor custo-benefício para a sua organização. Portanto, observe cada um dos pontos listados anteriormente para tomar uma melhor decisão.

Posts relacionados

O que é governança de Cloud Computing?

Ao implementar ativos na Nuvem, as empresas precisam lidar com uma série de normas e regras. Saiba como a governança pode ajudar.

Como otimizar o custo da Cloud Computing?

Antes de contratar uma solução para o seu negócio é preciso saber exatamente o que deseja fazer.

5 motivos que fazem a migração para nuvem falhar e como evitar

As empresas estão migrando mais aplicativos do que nunca para a Nuvem, mas muitas dessas iniciativas falham. Aprenda a evitar cometer erros.

Escreva seu comentário