<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Quais as vantagens de migrar o servidor corporativo para a nuvem?

Diversas são os benefícios ao realizar esse movimento, mas algumas medidas são necessárias para que a empresa esteja preparada. Saiba quais são:

 

Quais as vantagens de migrar o servidor corporativo para a nuvem?

 

Muitas organizações ainda utilizam servidores físicos, que são computadores destinados às atividades corporativas, ocupam um grande espaço físico, altos gastos com manutenção e ainda exigem diversas medidas de segurança. Enquanto isso, servidores em nuvem são uma série de computadores interligados por uma arquitetura inteligente, que permitem às empresas alocar mais ou menos recursos e capacidade, de acordo com suas necessidades e pagando apenas por aquilo que utilizarem.

Uma das grandes vantagens dessa arquitetura é permitir que se amplie ou reduza o volume de recursos, espaço e fluxo de dados. Além disso, é dimensionável não apenas o uso de servidores, mas também os gastos com a estrutura.

A economia e escalabilidade não são as únicas vantagens ao utilizar uma abordagem de servidores na nuvem. O serviço de Cloud Server oferece todos os recursos de um Data Center de uma grande empresa sem todos os trabalhos e exigências de gerenciamento que este acarreta normalmente. A diferença é que você conta com todos os recursos de uma só vez, usando o quanto necessita e no momento que precisar.

Além disso, preocupações com manutenção, suporte técnico, resfriamento e controle de temperatura, acesso à internet, entre outros são de total responsabilidade do provedor da estrutura. A empresa apenas paga mensalmente os recursos utilizados.

Outra vantagem do servidor em Cloud é o total controle das definições das configurações dos sistemas utilizados. É possível monitorar todos os recursos, como a adição de novos IPs, agendamento de backups, políticas de configurações de firewall e outras medidas de proteção a partir de uma interface única.

Mas como a TI pode definir se a corporação está preparada para ir para a nuvem? Confira quais servidores que devem ser migrados e como prepará-los:

Quais tipos de servidores podem ir para as nuvens:


Muitos servidores de e-mail já estão na nuvem, mas ainda é comum empresas utilizarem em servidor local. O e-mail na nuvem aumenta consideravelmente a disponibilidade da aplicação e a segurança das informações enviadas, além de trazer a mobilidade de se acessar as mensagens e agendas utilizando qualquer dispositivo conectado à internet.

Servidores de arquivos físicos podem não ser uma tarefa complexa se a empresa contar com uma solução direcionada. Existem produtos na nuvem preparados para substituir o servidor de arquivos físicos e ainda agregar uma série de características que aumentam a colaboração e produtividade de equipes.

O processo mais complexo pode ser considerado o de migração do sistema de gestão (ERP), porém é, cada vez mais, adotado pelas empresas. É preciso considerar o impacto que um atraso ou uma indisponibilidade pode trazer para o negócio, além da necessidade de definir todas as permissões de acesso e regras de segurança.


Muitos outros sistemas utilizados pelas corporações já estão no ambiente virtual e, aqueles que ainda não estão, provavelmente, estão sendo preparados para realizar o movimento para a nuvem. Todas as empresas podem se beneficiar com os recursos oferecidos, porém é preciso ter em mente que cada organização possui suas especificidades e demandas. Por isso, a equipe de TI deve levantar uma série de requisitos, levar em consideração vários aspectos para enfim dar início ao processo.

 

Ba

Posts relacionados

Como lidar com problemas de Cloud Computing?

Assim como toda tecnologia, a Nuvem pode apresentar alguns erros e, por isso, é necessário um plano de ação para corrigi-los rapidamente.

Como criar uma estratégia de proteção de dados, backup e replicação na era da nuvem?

A proteção e o backup de dados devem levar em consideração inúmeros fatores, como a expansão da esfera de TI.

Como proteger dados com Autenticação como Serviço na nuvem?

O Auth-as-a-Service permite o acesso a uma variedade de recursos de TI, incluindo dispositivos, aplicativos e redes.

 

Escreva seu comentário