<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Quais as principais causas de indisponibilidades no sistema?

Empresas no mundo todo passam por períodos inativos e acabam tendo grandes prejuízos financeiros. Algumas práticas são essenciais para evitar esse problema.

 

Quais as principais causas de indisponibilidades no sistema?

 

A indisponibilidade de sistemas (ou Downtime) é uma das principais preocupações das empresas e dos profissionais de TI, pois esse problema pode impactar negativamente a produtividade de todos os colaboradores e até afetar os lucros. Por isso, o setor de TI da corporação deve sempre estar preparado para combater o problema e, principalmente para colocar em prática medidas preventivas.


Não é possível mensurar os danos causados por um período de indisponibilidade previamente, eles podem variar de acordo com o tamanho da organização, seu setor, o número de pessoas atingidas, entre outros elementos. Mas, muitas vezes os prejuízos vão além dos financeiros, como a perda de clientes, insatisfação de funcionários e até abalos na reputação da marca.


Para ajudar seus clientes a prevenirem esse contratempo, primeiramente é necessário conhecer quais são suas principais causas e evitá-las. Confira:


1. Falhas humanas

Talvez o principal causador de indisponibilidades sejam as falhas humanas cometidas, como erros de digitação de scripts, falhas manuais na criação de projetos e desenvolvimentos de softwares, entre outros problemas que podem afetar temporária ou permanentemente o sistema.


Para lidar com esse problema, é importante que a empresa invista na automatização de procedimentos operacionais, além de realizar o constante monitoramento para detectar os possíveis erros rapidamente e corrigi-los.


2. Desastres Naturais

Muitas empresas ainda utilizam Data Centers locais, com muitos softwares instalados e operados por servidores físicos dentro do próprio ambiente de trabalho. Nestes casos, acidentes, como incêndios ou alagamentos, podem danificar os sistemas e causar a perda de todos os dados corporativos.


Por isso, é ideal que as empresas migrem suas infraestruturas para a Nuvem e também implementem um plano de recuperação de desastres para estarem preparadas para lidar com esse tipo de situação e recuperarem seus negócios.

 

Serviços de suporte Westcon Americas

 

 

3. Falhas de armazenamento

Ainda que a empresa utilize serviços na Nuvem, é importante se lembrar de que o servidor também está em algum lugar físico suscetível a desastres e falhas. Por isso, falhas de armazenamento e redução no desempenho dos sistemas podem afetar empresas que confiam seus dados completamente a apenas um fornecedor.


Para não passar por esse problema, é preciso levar em consideração essas falhas operacionais em conta no planejamento e desenvolvimento de aplicações, além de apostar na redundância de dados para garantir a disponibilidade constante do sistema.


4. Ciberataques

A invasão de hackers é uma das principais preocupações de qualquer empresa, pois, independente de manter seu sistema na nuvem ou em local, as organizações podem estar suscetíveis a violações de criminosos ao sistema.


Portanto, para evitar essas vulnerabilidades, é importante investir em ferramentas e soluções eficientes de proteção, além de realizar testes periódicos para que seja possível identificar as brechas de segurança no sistema e corrigi-las, antes que algum ataque ocorra.


5. Sistemas desatualizados

Manter sistemas e aplicações desatualizados é outro grande causador de indisponibilidade. A falta de atualização pode tornar os dispositivos vulneráveis a ataques e os sistemas incapazes de reconhecer e identificar as ameaças. Dessa forma, é essencial criar um plano de uptade periódico para deixar sempre todos os sistemas e dispositivos atualizados.


Há diversos fatores que podem atrapalhar o desempenho do sistema corporativo e causar indisponibilidade, mas alguns, como os exemplos acima, podem ser facilmente evitados quando todos os colaboradores tomam certos cuidados ao utilizar os serviços e recursos da empresa.


Além disso, é necessário que a empresa busque soluções especializadas capazes de atender às suas demandas, além de monitorar e automatizar a rede corporativa para emitir alertas sobre possíveis perigos. Dessa forma, a corporação pode operar seus serviços, sem riscos de indisponibilidade e, assim, melhorar a experiência dos usuários e clientes, otimizando seus negócios.

 

Posts relacionados

Qual o futuro do ensino a distância no Brasil?

Diversas novas tecnologias já estão sendo utilizadas pela metodologia EAD. No entanto, diversas outras tendências irão fazer parte do processo de ensino no país.

8 erros de automação de TI que você deve evitar

A implementação da automação requer mais do que aplicar scripts às operações - exige uma mudança na cultura.

Ensino a distância: como a tecnologia pode favorecer a educação?

Graças aos avanços da TI, diversas ferramentas podem ser adotadas pelas instituições de ensino para aprimorar essa modalidade.

Escreva seu comentário