<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Privacidade de dados: principais riscos e os cuidados que as empresas precisam tomar

As informações são peças-chaves para as estratégias de negócios das empresas. No entanto, é preciso utilizá-las de forma inteligente e consciente para se manter em conformidade. 

 

 

À medida em que as organizações passam pela transformação digital, os dados tornam-se mais importantes para seus negócios. Nesse contexto, há a necessidade clara de manter a privacidade e proteção das informações empresariais.

O grande fluxo de dados gerado pela sociedade atualmente ainda tem incentivado o surgimento de novas leis de privacidade de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e a constante evolução das regulamentações atuais.

Isso se torna, cada vez mais, um grande desafio para as organizações, que precisam enfrentar o crescimento rápido dos dados, em toda o seu ambiente, lidando com o armazenamento, acesso e manipulação dessas informações por diferentes pessoas e em locais distintos.

Qualquer descuido com as informações corporativas pode ser fatal para os negócios, aumentando os riscos de ciberataques, violação e roubo de dados, que ameaça o cumprimento das normas de conformidade e a confiança do cliente.

Diante desse cenário, é fácil perceber como a privacidade dos dados merece atenção. Por isso, preparamos este conteúdo para ajudar você a refletir sobre o assunto e aprender a se proteger contra as ameaças.

Quais os riscos à privacidade de dados?

Os grandes ciberataques, como o WannaCry, deixaram claro que até mesmo as grandes empresas estão sujeitas a invasões e vazamentos de dados. E, por isso, as autoridades de alguns países já vêm adotando medidas legais para proteger a privacidade dos dados da população.

Legislações como a LGPD, no Brasil, e a GDPR, na Europa, têm o objetivo de proteger as informações pessoais da população, obrigando as empresas a tomarem determinadas medidas para garantir a segurança e privacidade dos dados.

Quando não obedecem as regras e deixam de manter a conformidade dos dados corporativos, as empresas podem sofrer com a invasão de ciberameaças que podem causar a indisponibilidade dos sistemas por horas ou até mesmo dias, impactando diretamente o andamento dos negócios.

Sem contar que falhas que exponham os dados pessoais de clientes podem ter consequências mais graves, levando a empresa a ser processada e condenada pela justiça.

E fora todo o prejuízo financeiro que cometer falhas que afetem a privacidade dos dados pode causar, a empresa ainda deverá lidar com os impactos negativos ligados a sua imagem. Um grande vazamento de dados pode prejudicar a reputação da organização diante de seus consumidores.

New call-to-action

 

Quais cuidados a empresa deve ter?

Além de estar sempre em conformidade com as leis de proteção de dados, as empresas podem tomar algumas medidas para garantir a privacidade das informações. Confira quais são:

1. Crie políticas de segurança da informação

Para que todos os usuários dos sistemas corporativos acessem os dado corporativos corretamente, é preciso criar regras e diretrizes que ditem as políticas de segurança.

Por meio da criação de diretrizes é possível determinar quais dados são sigilosos e devem ser mantidos sob proteção total, quais os níveis de acesso de cada usuário no sistema, entre outras regras para a manipulação das informações.

2. Implemente as tecnologias necessárias

Para coletar, armazenar, processar, analisar informações e, ao mesmo tempo, manter o sigilo desses dados, é crucial contar com a ajuda de algumas tecnologias de segurança, como:

  • Conexões seguras;
  • Criptografia de dados;
  • Backup na Nuvem;
  • Antivírus, Firewall, entre outros.

3. Proteger a rede Wi-Fi

Com o crescimento da mobilidade nas empresas, os funcionários utilizam, cada vez mais, seus próprios dispositivos pessoais no trabalho que permanecem conectados a possíveis redes sem fio da empresa.

Quando os dados não são manipulados adequadamente, a rede Wi-Fi pode trazer riscos para a segurança dos dados. Muitos cibercriminosos buscam por brechas nesses dispositivos conectados à rede sem fio para roubar as informações.

Por isso, a empresa deve implementar mecanismos de proteção em suas redes Wi-Fi para a realização da gestão dos acessos, além de realizar o cadastro dos equipamentos autorizados a acessarem a rede para facilitar o controle das pessoas autorizadas.

4. Faça contratos de confidencialidade

O número de usuários que tem acesso aos dados da empresa pode ser grande, por isso, é necessário realizar um contrato de confidencialidade com cada pessoa que se relaciona direta ou indiretamente com as informações sigilosas.

Desse modo, cada pessoa se compromete a manter a privacidade dos dados da organização, podendo ser responsabilizada caso cometa algum erro.

5. Gerencie os possíveis riscos

Há diferentes formas de se violar a privacidade dos dados corporativos, como invasões de hackers, erros dos funcionários, desastres naturais, entre outras.

Por isso, a empresa deve estar preparada para que qualquer tipo de problema aconteça e seja capaz de reagir rapidamente. Para isso, ela deverá criar um plano de ação com as principais medidas que devem ser tomadas para controlar as possíveis ameaças.

As organizações estão se tornando cada vez mais conscientes sobre a importância de aproveitar as informações geradas pela sociedade de forma correta e segura, sem violar a privacidade dos dados. As legislações de proteção de dados estão ficando mais rigorosas e, por isso, se sua empresa ainda não deu esse passo, está na hora de utilizar os dados de forma mais responsável.

 

Posts relacionados

6 características que um bom gestor de segurança da informação deve ter

Como visão estratégica, liderança e outras características podem contribuir para o sucesso do trabalho de um gestor?

3 tendências de segurança da informação para o futuro

Cloud Computing, Internet das Coisas e Machine Learning podem revolucionar a segurança da informação.

4 dicas para uma gestão de riscos eficiente

Saiba como gerenciar os riscos de forma mais eficiente, garantindo o sucesso do seu negócio.

Escreva seu comentário