<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Por que seus clientes devem entender o que é colaboração cognitiva?

A colaboração cognitiva é ferramenta essencial para promover conexões pessoais e tecnológicas para potencializar o funcionamento organizacional.


Não há dúvidas de que a tecnologia é pilar indispensável no mundo dos negócios. Por meio de soluções extraordinárias, ela trouxe um novo fluxo organizacional que potencializa o rendimento e otimiza o tempo de trabalho.

O mundo sem fio permite que profissionais de qualquer parte do mundo estejam conectados em questão de segundos; mensagens, documentos, imagens, produtos audiovisuais, dentre outros são compartilhados rapidamente, sem dificuldades.

Contudo, mesmo diante desses grandes avanços, as relações remotas estão cada vez mais impessoais, tornando as pessoas distantes emocionalmente. E é, justamente, aí que entra a lógica da colaboração cognitiva.

Essa ferramenta facilita que as pessoas expressem suas ideias, sintam-se conectadas, se conheçam em um nível mais humano, e assim, fortaleçam o seu relacionamento no ambiente de trabalho. Por isso, a equipe de TI deve estar por dentro dessa inovação!

O que significa “cognitivo”?

Para entender o que é colaboração cognitiva, a equipe de TI deve compreender a base dessa proposta: a cognição.

Cognição é uma expressão relacionada ao processo de aquisição de conhecimento, o que envolve diversos fatores como o pensamento, a linguagem, a percepção, o raciocínio, a atenção, a memória, dentre outros, que fazem parte do desenvolvimento intelectual.

A psicologia cognitiva estuda os processos mentais que influenciam o comportamento de cada indivíduo e o seu desenvolvimento intelectivo. Por essa razão, ela está diretamente ligada as informações recebidas em um determinado ambiente e contexto, o que justifica sua importância no ambiente profissional.

Conheça o K•NOW!

O que é colaboração cognitiva?

Colaboração cognitiva, grosso modo, é um novo formato de cooperação, cujo objetivo é integrar a inteligência artificial para promover conexões mais pessoais ao ambiente profissional.

Em outras palavras, permite que exista uma conectividade humana e tecnológica para assegurar uma melhora na eficiência operacional, no compromisso com as metas e valores organizacionais, na flexibilidade entre equipes e na cumplicidade interpessoal.

As maiores empresas do mundo, como a Apple e Nokia já adotaram essa iniciativa. O setor de TI precisa entender o que é colaboração cognitiva para promover um ambiente de trabalho mais moderno e produtivo, e potencializar as chances da empresa evoluir.

Qual é o objetivo da colaboração cognitiva?

O principal objetivo da colaboração cognitiva é tornar as interações profissionais mais eficientes e ágeis.

Recursos cotidianos como reuniões em grupos virtuais, interações com dispositivos móveis, troca de mensagens instantâneas, emprego de equipamentos de vídeo, são alguns exemplos de interações com a tecnologia, que reforçam a importância do que é colaboração cognitiva.

Neles, é possível estimular importantes aspectos sociais como a empatia, e senso de coletividade, o trabalho em equipe, o comprometimento, além, é claro, de aspectos como a linguagem corporal, o contato visual, uma expressão facial, o tom de voz, e assim por diante

Tudo isso direciona as conversas e ajudam a reforçar componentes fundamentais do relacionamento humano, como a confiança e a solidariedade.

Entendendo o que é colaboração cognitiva, a equipe de TI une a inteligência artificial e a intelectual para fortalecer conexões, identificar características particulares da força de trabalho e tornar as interações pessoais mais produtivas para o cenário corporativo.

O cuidado, o respeito e o compromisso ganham força quando são direcionados a quem nos importa genuinamente. Por isso a colaboração cognitiva é tão importante.

Como empregar a colaboração cognitiva?

Para implementar essa ferramenta estratégica, o setor de TI deve:

  • traçar estratégias para conectar a tecnologia e equipe profissional;
  • considerar os processos que oferecem agilidade operacional;
  • investir em tecnologia, inovação e criatividade;
  • mapear os desafios e pessoas que podem dificultar o processo;
  • mapear processos de colaboração e aprendizagem corporativa;
  • conhecer a fundo os objetivos do negócio e os resultados esperados;
  • gerir a mudança na cultura organizacional;
  • buscar soluções que facilitem a interação interpessoal dos colaboradores;
  • fomentar a cultura da colaboração;
  • beneficiar o engajamento das pessoas.

A colaboração cognitiva permite que a equipe de TI transforme a produtividade do negócio, tornando os resultados mais atrativos e o clima organizacional mais saudável.

A experiência de trabalho da força de trabalho ganha qualidade, potencializando o seu rendimento e satisfação. Desta forma, dominar o que é colaboração cognitiva permite que o TI otimize a competitividade da empresa no mercado.


Posts relacionados

O que esperar para o futuro da TI após o coronavírus?

Mudanças significativas estão acontecendo no setor. Será fundamental que as empresas estejam atentas às tendências para acompanhar as novas demandas do mercado.

O que é Manufatura 4.0 e como este conceito está inovando a indústria?

Ao adotar esse conceito, as empresas podem otimizar suas produções e ficar à frente dos concorrentes diante do mercado cada vez mais competitivo.

Top 11 coisas que toda empresa deve saber sobre Data Science

O Data Science é o processo de segmentar grandes quantidades de dados, processando e analisando-os para obter informações significativas.

Escreva seu comentário