<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Free Trial SEP Cloud - Alta proteção de endpoints com uma solução intuitiva. Ofereça já para seus clientes.
  • Partner Portal
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • _banner-home-mobile_-symantec-sep-cloud.png

Por que projetos de governança de dados falham?

Postado por Equipe Westcon em 7/set/2017 5:00:00

Conheça os principais erros cometidos pelas empresas que podem gerar diversos prejuízos e impedir uma implementação bem-sucedida dessa tecnologia. 

 

Por que projetos de governança de dados falham?

 

A TI adquiriu grande importância para as empresas nos últimos anos, pois, por meio dela, tornou-se possível melhorar a qualidade e disponibilidade de informações, que são essenciais para melhorar processos internos e serviços prestados a clientes. Assim, a TI que tradicionalmente tinha apenas um papel de suporte técnico, passou a ser peça fundamental nas estratégias de negócios.

Para ser possível aproveitar todos os benefícios que a TI pode proporcionar, é necessário toda uma mudança interna na corporação e a adoção de sua governança. Ela consiste em um conjunto de práticas, padrões e relacionamentos estruturados com a finalidade de garantir o controle sobre operações, ampliar os processos de segurança, minimizar riscos, aumentar o desempenho, otimizar aplicação de recursos, reduzir custos, dar suporte às melhores decisões tomadas e alinhar a TI aos negócios.

Porém, é necessário entender que contar com um programa de governança de dados envolve mais do que aspectos técnicos, há também grandes impactos nas questões legais, regulamentações e outras regras que a empresa deve cumprir para estar em conformidade com a lei. Por isso, todos os colaboradores da corporação devem estar envolvidos, tanto os profissionais técnicos, como os diretores, gestores e usuários. Apenas assim é possível garantir o controle efetivo de todos os processos.

Para realizar a implantação, é importante criar um bom planejamento, pois o processo é muito complexo e está sujeito a falhas. Diversas empresas, de todos os segmentos e tamanhos, já fracassaram ao tentar executá-lo.

Dessa forma, para dar início a esse processo, não basta apenas ter uma equipe de TI e investir nas tecnologias necessárias, esperando que os resultados comecem a aparecer sozinhos. É necessário conhecer as principais causas que podem atrapalhar a adoção da governança.

Para ajudar seus clientes a implementarem essa tecnologia com sucesso, preparamos uma lista com as principais falhas cometidas pelas empresas. Veja a seguir:

- Objetivos não definidos

Muitas organizações começam o processo sem definir os objetivos reais esperados com a adoção do programa. Primeiramente, eles devem ser analisados e debatidos para que seja possível determinar as metas exatas.

É essencial que todos os participantes da implementação conheçam quais são esses objetivos, tendo em mente as mesmas respostas e procedimentos para questões básicas, como o que é governança de TI para a empresa, quais seus benefícios e o porquê ela deve ser adotada.

Determinar e entender a resposta para essas perguntas é importante para gerenciar as expectativas da empresa durante a evolução do programa. Assim, é possível controlar o andamento do processo, identificar se novos objetivos são necessários e se está saindo como o planejado.

- Falta de um assessment

Esse processo corresponde a um conceito de gestão profissional em que competências são avaliadas. Muitas organizações falham na governança por ignorarem a necessidade de realizar um assessment

Entretanto ele é fundamental para o sucesso do projeto de implementação, pois apenas após sua execução, será possível planejar as ações prioritárias da governança.

O assessment deve considerar atividades como: entendimento das principais características da empresa, as restrições, necessidades da adoção do projeto, identificar e avaliar as práticas existentes, divulgação dos pontos positivos e negativos encontrados, estabelecimento de um plano de ação, entre outras. Ele deve ser realizado por um consultor externo da empresa.

- Não possuir liderança e engajamento

Como muitas pessoas estão envolvidas no processo, é necessário que haja envolvimento de todos os participantes para haver compromisso com o programa. Portanto o gestor que está na liderança do projeto deve possuir habilidades para motivar os membros da equipe.

A governança exigirá grandes transformações na cultura da empresa e no comportamento das pessoas, por isso é responsabilidade da liderança agir proativamente e focar em ações para atingir os objetivos, servindo de exemplo. Sem esse incentivo, as equipes podem não executar suas funções corretamente e comprometerem o sucesso do programa.

- Falta de comunicação

A falta de visibilidade de todas as ações do processo de implementação devido a falta de comunicação entre as equipes costuma ser um dos erros mais comuns e com os mais graves prejuízos.

Para ter uma boa comunicação no projeto é preciso envolver o planejamento, execução, monitoramento e a tomada de decisões. Para promover essa integração algumas medidas são necessárias, como realizar campanhas de divulgação interna e boletins informativos.

Concluir a implementação da governança de dados leva tempo e exige o envolvimento de todos os departamentos, pois a maioria das possíveis falhas não envolvem erros técnicos, mas aspectos comportamentais e de gerenciamento. Por isso, a empresa precisa ter em mente que é necessário escolher os melhores parceiros para o processo, além de investir em comunicação e na capacitação de sua equipe.

 

Treinamentos Westcon

Categoria(s): Governança de TI