<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Por que gerenciar cópias de dados é tão importante para as empresas?

Além da redução dos custos de armazenamento, o conceito de Copy Data Management (CDM) também melhora desempenho, segurança e experiência do usuário.

 

Por que gerenciar cópias de dados é tão importante para as empresas?

 

Conforme aumenta-se a capacidade de armazenamento, cresce também a necessidade de gerenciamento de cópias de dados. Assim, ganha força o conceito do Copy Data Management (CDM).

Os dados aumentam em uma taxa constante, o que leva à preocupação de uso de espaço com cópias desnecessárias de dados no armazenamento. E para os profissionais que trabalham com altos volumes de dados, é possível dizer que a virtualização de armazenamento facilita operações de backup, arquivamento e recuperação.

Como a redundância em várias cópias geralmente é uma prática comum que visa a proteção de dados, não é de se admirar que esse número de cópias possa crescer rapidamente e fora de controle. Por isso, é importante que a eficiência e a produtividade sejam gerenciadas também nesse conceito de proteção dos dados. Afinal, manter espaço extra de armazenamento tem um alto custo. Assim, quanto mais dinheiro se aplica no armazenamento inadequado, mais dinheiro é desperdiçado.

 

Em primeiro lugar, é necessário entender as diferenças conceituais entre o backup e o CDM para, em seguida, entender sua importância. Imagine uma empresa com todos os seus dados em operação. O normal é que essa empresa tenha uma política de Backup bem estruturada, que vise a recuperação em casos de perda.

 

Por isso, essa mesma corporação faz seu backup em um servidor. Depois disso, ela restaura parte do backup para um projeto novo de engenharia, por exemplo. Neste contexto, os mesmos dados estarão salvos em três lugares distintos.

Sistemas de Copy Data Management (CDM) busca reduzir o número de cópias para dois, mantendo apenas os dados primários e a cópia de backup. Deste modo, mesmo que cópias adicionais são necessárias, um mecanismo automático do sistema faz uma cópia virtual dos dados, por isso chamamos anteriormente de virtualização de armazenamento. Na prática, nenhuma cópia adicional dos dados é criada.

 

Treinamentos Westcon



O benefício desse método é que as informações podem ser utilizadas da forma que se apresentar necessária, sem que a empresa precise se preocupar com o backup. As gravações são direcionadas para um disco diferencial e nunca para a cópia de backup real dos dados.

 

No exemplo anterior, isso significa que o ambiente virtual destinado à engenharia vai replicar uma cópia exata dos dados, mas sem fazer uso de espaço de armazenamento desnecessário (a partir da terceira cópia).

Independente de qual sistema seja escolhido para CDM, inicialmente corporações precisam criar uma estratégia CDM. Com relação ao quadro atual da empresa, é necessário saber quais dados são copiados, onde são copiados, quem os utiliza e qual sua necessidade.

 

Além disso, é necessário ainda saber como esses dados deveriam ser gerenciados. É apenas com esse detalhamento que é possível definir uma visibilidade adequada dos processos e procedimentos que uma estratégia CDM deve possuir e, é claro, levando em consideração a realidade empresarial.

Sistemas CDM não são direcionados necessariamente a experts da área de tecnologia. Por isso, a plataforma precisa ser simples, com claras instruções e, ainda, possuir um elevado nível de automatização. Para tanto, é necessário saber de que forma ela deve ser usada localmente e se, em um futuro próximo, ela precisará evoluir para uma nova tecnologia.

Para a experiência CDM ser bem-sucedida e avaliada positivamente, fatores como desempenho, segurança e experiência do usuário deverão ser bem aproveitados. Além desses benefícios, a solução CDM contemplará, com certeza, uma redução de custos, atribuída não somente ao melhor aproveitamento do espaço de armazenamento, como também ao custo relacionado ao tempo de trabalho e gestão, que deverá diminuir sensivelmente.

Mais uma vez falamos de um dos ativos mais importantes que existem atualmente para as empresas: os dados corporativos. Por isso, fique atento às novidades do setor e procure se atualizar sempre a fim de buscar as melhores alternativas, seja para a empresa na qual você trabalha ou atende.

 

Posts relacionados

5 boas práticas de gestão de demandas de TI

Aprenda a fazer uma gestão eficiente e seja capaz de lidar com as mudanças do mercado, proporcionando melhores resultados para os negócios.

Gestão de custo em TI: o que é e como economizar?

É preciso ter orçamento, planejamento e uma dose de iniciativa.

Guia prático para uma gestão de TI eficiente após a era digital

Ter gerenciamento de TI é fundamental para o bom funcionamento do departamento dentro das empresas.

Escreva seu comentário