<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

O que é um teste de intrusão e qual a importância para as empresas?

Estar um passo à frente do cibercrime é primordial para que as corporações consigam eliminar suas vulnerabilidades e se destacar no mercado.



O quão seguro é a rede interna da empresa de seus clientes? Os dados críticos estão realmente protegidos? Essas questões são duas grandes preocupações que rondam qualquer corporação e, muitas não sabem a resposta exata para elas.

De acordo com a previsão da empresa norte americana Cybersecurity Ventures, até 2021, o custo do cibercrime pode chegar a US$6 trilhões por ano. Entre as descobertas mais importantes do estudo está a de que a superfície de ataques cibernéticos deve crescer em ordem de magnitude até o ano de 2021, com hackers mais motivados por dinheiro, espionagem, notoriedade e intenções maliciosas.

Portanto, ainda que contem com ferramentas de proteção, muitas empresas não estão prontas para lidar de maneira proativa com as inúmeras vulnerabilidades que surgem a todo o momento e estão cada vez mais modernas.

Para enfrentar esse desafio, é necessário agir de forma preventiva, conhecer essas novas ameaças e o modo como elas atacam. É por isso que alguns métodos foram desenvolvidos e estão sendo implementados na rotina de TI para solucionar esse problema. Um deles é o teste de intrusão.

Você sabe como funciona um teste de intrusão? Confira o conteúdo a seguir e entenda como essa ferramenta pode ser um diferencial na estratégia de segurança da informação de seus clientes.

O que é teste de intrusão?

O teste de intrusão, também conhecido como de penetração ou invasão, é uma prática realizada por especialistas para simular ataques direcionados aos sistemas corporativos. Seu objetivo é detectar brechas e erros na estratégia de segurança da informação da empresa.

Esse método avalia a capacidade da organização de proteger suas redes, aplicativos, endpoints e usuários de tentativas de invasão e acesso não autorizado a dados e ativos protegidos.

Os resultados desse teste mostram os riscos que a empresa está correndo, os erros e vulnerabilidades encontrados em seus sistemas.Desse modo, permitem que os profissionais de TI realizem as correções necessárias.

O teste de intrusão utiliza ferramentas automatizadas e processos manuais para explorar o sistema em busca de vulnerabilidades, simulando um ataque real. Assim, o profissional que realiza a simulação adota o papel de um hacker que tenta descobrir formas de invadir a rede.

Esse “hacker do bem” informará os pontos falhos existentes que podem comprometer a segurança dos dados corporativos para que a organização possa agir preventivamente para deixar seus sistemas mais seguros.

Especialize-se em SDDC

Em geral, há três tipos de testes de intrusão. São eles:
- Blackbox: nessa opção, quem está executando o teste não tem nenhuma informação sobre a estrutura tecnológica e sistema da empresa a ser invadida. Essa opção é a mais utilizada, pois é a que melhor simula um ataque real, visto que um hacker real tentará realizar sua invasão sem nenhum conhecimento prévio.

- Whitebox: enquanto isso, nesse tipo de teste, o profissional possuirá todas as informações sobre o sistema e infraestrutura tecnologia da organização. Ele é realizado para que seja possível realizar uma análise ampla e precisa.

- Graybox: o terceiro tipo de teste de intrusão é executado com algumas informações sobre os sistemas corporativos para que o profissional consiga explorar de forma mais direcionada alguns pontos específicos da segurança.

Qual a importância para as empresas?

Como já citamos anteriormente, o teste de intrusão contribui para que as empresas aprimorem suas estratégias de segurança por meio de avaliações precisas de seus sistemas que podem apontar os pontos falhos a serem corrigidos.

Ele possui muitos benefícios para o dia a dia da organização, tais como:

  • Maior proteção dos dados e acessos dos usuários;
  • Identificação de vulnerabilidades em aplicativos, sistemas e rede;
  • Detecção de falhas nas políticas de segurança;
  • Visualização dos impactos negativos de potenciais ataques;
  • Ajuda na implementação de estratégias de segurança mais ágeis e inteligentes;
  • Melhora a reputação da empresa diante de seus clientes;
  • Auxilia no cumprimento de legislações como a LGPD.

O teste de intrusão funciona como uma ferramenta proativa para que as organizações possam lidar com o universo do cibercrime antes mesmo que uma ameaça consiga invadir seus sistemas. Portanto, contar com esse tipo de prática pode ser um grande diferencial estratégico para as empresas se tornarem mais confiáveis diante do mercado.

Posts relacionados

Como garantir a segurança e privacidade dos dados no Home Office?

Diante do atual cenário do coronavírus, é crucial que as empresas tomem algumas medidas para garantir a proteção de seus sistemas e informações no teletrabalho.

4 recursos fundamentais de um firewall

O firewall pode ser um software, hardware ou ambos.

Como equilibrar segurança e inovação em TI?

Para encontrar um equilíbrio entre agilidade, inovação e segurança, é imperativo que os CISOs e os líderes de segurança da informação analisem atentamente o fator pessoas.

Escreva seu comentário