<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Free Trial SEP Cloud - Alta proteção de endpoints com uma solução intuitiva. Ofereça já para seus clientes.
  • Partner Portal
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • _banner-home-mobile_-symantec-sep-cloud.png

O que é Web Scraping?

Postado por Equipe Westcon em 24/out/2017 5:00:00

Entenda o conceito dessa técnica, que pode ser perigosa, e aprenda as medidas de segurança essenciais para manter seus clientes protegidos.

 

 O que é Web Scraping?

 

Web scraping é uma técnica de extração de dados utilizada para coletar dados de sites. Por meio de processos automatizados, implementados usando um rastreador bot, esse tipo de “raspagem” de informações é uma forma de realizar cópias de dados em que informações específicas são coletadas e copiadas da web, tipicamente em um banco de dados ou planilha local central, para posterior recuperação ou análise.

Essa ferramenta pode ser considerada muito útil para muitos profissionais, como o de marketing, por exemplo, por facilitar a busca, manipulação e análise de dados para a otimização de vendas e personalização do atendimento a clientes, tanto que diversos negócios legítimos a utilizam com essa finalidade.

No entanto, o web scraping tem se tornado uma prática maliciosa utilizada por criminosos para roubar conteúdos protegidos e cometer fraudes, repassando informações de produtos e serviços de uma empresa para a concorrência, o que pode causar grandes prejuízos aos negócios.

Os bots utilizados para essa finalidade são capazes de saturar os servidores do site de uma corporação e torná-los indisponíveis aos clientes que o estão acessando. Assim, os criminosos criam réplicas do conteúdo, oferecendo produtos de outras empresas, com preços mais baixos, para enganar e atrair os clientes para comprarem da concorrência.

Devido a esse problema, muitas organizações estão perdendo clientes e, consequentemente, diminuindo suas vendas, além de terem seus direitos autorais infringidos e dados sigilosos roubados. Por isso, é essencial que elas invistam em estratégias de segurança online para proteger seus dados e proporcionar um lugar seguro para seus clientes comprarem e disponibilizarem suas informações.

Elas devem buscar no mercado uma solução eficiente de proteção que forneça visibilidade de todo o tráfego de seus sites e que consiga diferenciar o contexto para identificar quando as ações são legítimas ou não, além de banir aquelas que forem definidas como mal-intencionadas rapidamente.

Os recursos necessário para realizar a proteção dos sites da melhor forma precisam ser controlados pela a equipe de TI, que deve garantir que eles tenham a capacidade de realizar a análise dos fluxos de conteúdos gerados de diversas formas diferentes que possam ser combinadas, como validação do usuário, inspeção das interações entre usuário e navegador, checagem da integridade dos dispositivos usados, detecção e mitigação dos ataques e falhas críticas, além de manter as aplicações sempre disponíveis.

Além disso, algumas soluções possuem a vantagem de contar com métodos que evitam a raspagem da web, detectando e desconsiderando bots de rastreamento de páginas na internet.

Para estarem realmente prontas para proteger seus negócios online, as empresas precisam estar atentas a todos os perigos que podem aparecer e não apenas o web scraping, pois o cibercrime está sempre evoluindo e se tornando mais indetectável.

Por isso, devem possuir uma equipe focada em monitorar o ambiente, nunca se esquecer das atualizações de softwares necessárias, oferecer serviço de suporte para seus clientes, além de investir em programas anti-malware, certificados SSL/HTTPS e fazer backups regularmente.

 

 

Sa

Categoria(s): Ciberataque, Segurança