<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

O que é Memória Flash e RAM?

Entenda a diferença entre elas e como atuam para ajudar o sistema corporativo.

 

O que é Memória Flash e RAM?

 

Memória no mundo de TI refere-se aos dispositivos que permitem ao sistema armazenar dados e programas de forma temporária ou permanente. Ela pode ser dividida em principal e secundária. Sendo a primeira aquela acessada pelo processador para poder enviar os dados. Ela armazena dados temporariamente e possui alto desempenho. A segunda guarda informações de forma permanente, passando primeiramente pela memória principal antes de ser usada pelo processador. Geralmente são mais lentas mas possuem capacidade de armazenamento maior.

Outra subdivisão que a memória possui é ser volátil ou não-volátil. Enquanto a memória volátil precisa de energia para armazenar informações, perdendo os dados quando o computador é desligado, a não-volátil guarda informações mesmo sem energia.

As tecnologias de memória RAM e Flash são compostas de chips de estado sólido, mas possuem especificações diferentes de desempenho e de custos, desempenhando papéis diferentes no sistema. A memória Flash é usada para armazenamento, enquanto a RAM é utilizada como memória ativa que executa cálculos nos dados recuperados do armazenamento.

A memória RAM (Random Access Memory) armazena os programas básicos operacionais e os dados do disco rígido passam para ela, pois possui uma velocidade maior para realizar as leituras e escritas. Há dois tipos de RAM utilizadas: a memória dinâmica de acesso aleatório (DRAM), que normalmente é mais barata, por isso é usada como a principal memória operacional, executando o sistema operacional (SO) e aplicações e a memória estática de acesso aleatório (SRAM), que é mais rápida, porém mais cara, é usada principalmente como memória cache dentro do circuito integrado da CPU.

A memória Flash, diferentemente da RAM, é não-volátil, portanto pode armazenar dados mesmo sem energia. Ela é muito usada em eletrônicos portáteis e dispositivos de armazenamento removíveis. Pode apagar os dados em blocos inteiros e é ideal para aplicações que necessitam de atualizações frequentes de grande quantidade de dados, como no caso de cartões de memória. Além disso, a baixa latência e a capacidade de fornecer diversos IOPS da memória Flash garantem que as Infraestruturas de Desktops Virtuais respondam rapidamente.

 

Como funciona a RAM?

A SRAM está incorporada na CPU e, por isso, não pode ser ajustada pelo usuário. Enquanto a DRAM usa células de armazenamento compostas por um transistor e um capacitor, sendo o primeiro uma espécie de portão e o segundo responsável por armazenar os dados. O armazenamento DRAM precisa de uma nova carga eletrônica a cada poucos milissegundos para compensar os vazamentos de carga do capacitor. Essas células de armazenamento são construídas em um chip de estado sólido, e esses chips são coletados no módulo de RAM que é colocado nos conectores de RAM na placa-mãe.

O sistema operacional do computador em execução na RAM solicita dados de armazenamento quando necessário e os bits que compõem esses dados são mantidos nas células de armazenamento até que o sistema operacional ou aplicativo solicite que eles sejam gravados de volta para a memória de armazenamento.


Como funciona a memória Flash?

Existem dois tipos de memória Flash, a NOR, que tem um sistema de endereçamento semelhante à memória RAM e permite rodar programas diretamente da memória e a NAND, que usa um sistema de páginas de 4KB que são acessadas de forma serial e não possuem a capacidade de rodar programas a partir de si, sendo necessário copiá-los para a memória RAM.

A memória Flash é feita de chips de estado sólido em que os transistores são conectados para que funcionem de forma semelhante a NAND. Cada célula de memória segue basicamente o mesmo padrão com dois transistores que representam o Control Gate, que é usado para ativar a célula e fazer a leitura dos dados e o Floating Gate, que é onde são armazenadas as informações.


Os dois tipos de memória são importantes para o bom funcionamento do sistema. Devido ao grande volume de dados utilizados atualmente, investir nesses modelos de memória e quantidade adequada é essencial. Muitos dispositivos utilizam a memória RAM em paralelo com a Flash para conseguir um melhor desempenho. Assim, o armazenamento real é feito em Flash e são copiados para RAM quando o dispositivo estiver ligado, assim permite um acesso mais rápido a elas, melhorando o tempo de resposta e o desempenho geral do dispositivo.

Além disso, é preciso considerar a frequência de operação da memória. Este valor é medido em megahertz e reflete diretamente na velocidade máxima de transferência de dados que pode ser atingida entre o componente e o processador.

 

Clique e saiba mais

Posts relacionados

Escreva seu comentário