<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

O que é indústria 4.0 e como ela tem afetado o mercado?

Esse conceito está moldando o futuro dos negócios de todos os setores. Saiba como seus clientes poderão aproveitar as novas tendências.

 

O que é indústria 4.0 e como ela tem afetado o mercado?

 


Indústria 4.0, ou quarta revolução industrial, é um conceito que engloba as principais inovações tecnológicas aplicadas aos processos de produção, visando torná-los cada vez mais eficientes, autônomos e personalizados.

A partir da conexão entre máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes e terão a capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas nos processos e adaptar-se aos requisitos e mudanças não planejadas na produção. Essa tecnologia auxilia na troca de informações e no suporte do desenvolvimento de produtos por meio da inteligência artificial.

A indústria 4.0 se aplica a todos os segmentos da indústria e se adapta às necessidades de cada negócio. Para que as empresas se preparem para esse novo modelo de negócio, precisam adotar um conjunto de tecnologias emergentes de TI e automação e padrões de segurança para a criação de um ambiente de produção com intensa digitalização de informações, comunicação direta entre sistemas e pessoas e alta flexibilidade.

O impacto na produtividade será alto e possibilitará uma completa descentralização do controle dos processos produtivos e uma proliferação de dispositivos inteligentes interconectados ao longo de toda a cadeia de produção e logística.

Para realizar a implementação nas corporações é necessário levar em conta alguns princípios que definem os sistemas de produção inteligentes, como:

- Operações em tempo real:  a aquisição e tratamento dos dados passam a ser realizados de forma instantânea, o que permite a tomadas de decisões em tempo real.

- Virtualização: facilita o monitoramento remoto de todos os processos por meio de sensores, além de poder contar com “cópias virtuais” inteligentes.

- Descentralização: os módulos de produção passam a trabalhar sem depender de comandos manuais, eles seguirão as necessidades de produção em tempo real. As máquinas ainda conseguirão fornecer informações sobre seu ciclo de trabalho para que seja possível aprimorar os processos de produção.

- Modularidade: a produção flexível passa a ser criada conforme a demanda, o que facilita a alteração de tarefas das máquinas quando for necessário.

Os avanços tecnológicos ocorridos nas últimas décadas têm aproximado a indústria 4.0 da realidade das empresas. Algumas tecnologias são o pilar para seu desenvolvimento. São elas:

- Internet das Coisas (IoT): realiza a conexão em rede de objetos físicos, ambientes, veículos e outros dispositivos, permitindo a coleta e troca de dados. Na indústria 4.0, os ambientes de produção funcionam a base da IoT, possuindo sensores e sistemas virtuais.

- Análise Big Data: essa tecnologia possibilita novas abordagens de coleta, análise e gerenciamento de estruturas de dados extensas e complexas, facilitando assim o tratamento de informações relevantes aos negócios.

- Segurança: falhas na comunicação entre máquinas ou até mesmos gargalos no sistema podem causar diversos problemas na produção. Por isso, é necessário um robusto sistema de segurança que abranja todos os processos das corporações.

Os impactos causados por essa revolução tecnológica serão altos e afetarão todo o mercado, criando novos modelos de negócios. As empresas já vivem uma fase em que o mercado exige cada vez mais a integração das necessidades e especificidades de cada tipo de cliente, em que apenas corporações inteligentes serão capazes de se adaptar e proporcionar essa personalização. Assim, aquelas que conseguirem se beneficiar desse novo cenário, atingirão um novo nível de produtividade e competitividade.

Os profissionais também precisam se adaptar, pois o perfil de trabalho sofrerá mudanças, novas oportunidades surgirão, elevando a qualidade dos serviços. Além disso, com os negócios automatizados, novas demandas surgirão e muitas das atividades realizadas até então deixarão de existir, como trabalhos manuais e repetitivos. Assim, é importante se focar em capacitações para tornar-se multidisciplinar e ser capaz de trabalhar com a variedade de tecnologias presentes em uma empresa inteligente.

 

 

Treinamentos Westcon

Posts relacionados

As 6 principais tecnologias emergentes que estão dominando 2019

Tecnologias que mudam o mundo e estão prontas para apoiar sua revenda e a sua carreira em TI para novos projetos.

Software de gerenciamento de projetos em TI: o que considerar antes de investir?

Esses softwares ajudam as empresas a atingir suas metas e objetivos corporativos.

7 principais tendências de infraestrutura de TI para os próximos anos

Os líderes precisam se preparar para a transformação digital que está acontecendo.

Escreva seu comentário