<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

O que é governança de Cloud Computing?

Ao implementar ativos na Nuvem, as empresas precisam lidar com uma série de normas e regras. Saiba como a governança pode ajudar.



Atualmente a grande maioria das empresas utilizam ferramentas e soluções tecnológicas em seus ambientes de trabalho e por isso precisam enfrentar o desafio de cumprir diversos regulamentos, códigos de ética, normas e leis relacionadas à correta utilização dessas tecnologias e a segurança da informação, como no caso da LGPD que entrará em vigor este ano.

É por isso que garantir que todo o empreendimento esteja sempre em compliance tornou-se uma questão de sobrevivência no mercado. A governança, quando bem aplicada, possibilita que a empresa aproveite o máximo de seus ativos e obtenha retorno sobre seus investimentos, reduzindo custos e erros operacionais.

Com a crescente utilização do armazenamento em Nuvem e migração de ativos, surgiu a necessidade das organizações aplicarem, também, a governança na Cloud Computing.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para abordar o assunto e ajudar os clientes de sua revenda de TI a entenderem como as políticas de governança são afetadas após a companhia investir em serviços na Nuvem. Acompanhe!

O que é governança de Cloud Computing?

Ao administrar um negócio na Nuvem, há diversas regras que as empresas devem cumprir, como as relacionadas à privacidade pessoal e segurança dos dados armazenados neste local.

A Computação em Nuvem trouxe para o ambiente de trabalho uma série de novidades, como soluções e formas de otimizar estruturas, hospedagens de aplicações, armazenamento, processamento e gerenciamento. O problema é que os softwares e aplicativos implementados, nem sempre conseguem se comunicar com aqueles mantidos localmente e essa falta de integração pode criar problemas de controle, custos e eficiência, além de levantar preocupações de segurança.

A partir dessa nova realidade, surge a necessidade de se criar políticas de gerenciamento e segurança para que as empresas possam lidar corretamente com a implementação de soluções em Nuvem.

O termo Cloud Governance, muito utilizado para descrever a governança de Cloud Computing, surgiu devido a necessidade das corporações de implementarem um controle maior sobre seus serviços na Nuvem.

A governança na Cloud tem como foco o planejamento e o direcionamento na tomada de decisões mais eficientes. Ela é responsável por manter o equilíbrio entre os investimentos, riscos a serem assumidos e os recursos que fazem parte do ambiente virtual.

Dessa forma, podemos dizer que esse conceito diz respeito às atividades de definição, auditoria de regras, monitoramento, política e processos que envolvam a estrutura de computação em Nuvem de uma corporação.

Fortaleça o poder de colaboração

Por meio de uma boa Cloud Governance, é possível garantir que os serviços em Nuvem sejam confiáveis, pois ela se assegura de que todas as políticas robustas de segurança sejam colocadas em prática de forma eficiente.

Como funciona a governança aplicada à Cloud?

Para que a governança seja direcionada para a Cloud Computing, a equipe de TI da organização precisa definir e aplicar políticas que facilitem o gerenciamento dos serviços virtuais.

Ao executar a Cloud Governance, algumas práticas devem ser adotadas, como a inclusão de regras para backup, controle de acesso e atualização dos serviços de Nuvem.

Para que a Cloud Governance seja bem-sucedida, as empresas precisam implementar ainda algumas rotinas, como:

  • Provisionamento de Nuvem;
  • Gerenciamento da implementação de ativos nas nuvens públicas e privadas;
  • Segurança para as aplicações na Cloud;
  • Gestão de políticas e conformidade;
  • Gerenciamento das infraestruturas físicas e virtuais.

Além disso, a empresa deve seguir algumas dicas para que a governança de Cloud Computing funciona. São elas:

- Definir e acompanhar KPIs: esse processo deve ser monitorado constantemente para ser executado corretamente. Portanto, é preciso definir parâmetros para medir a sua qualidade.

- Executar auditorias: para aprimorar ainda mais o Cloud Governance, a empresa precisa contratar parceiros que realizem auditorias para saberem se a governança na Nuvem realmente está trazendo resultados para os negócios. Por meio de uma visão de fora, é possível redesenhar processos de forma mais efetiva.

- Criar uma rotina de manutenção e atualização: A governança de Cloud Computing não é um processo estático. Deve ser revisto periodicamente. Portanto, ter uma rotina de aumenta o poder da governança e garante uma melhor implementação da Nuvem.

É preciso ainda desenvolver uma cultura organizacional voltada para Cloud Computing, para que ela seja vista de forma estratégica e possa ser usada para gerar valor para os negócios. A equipe de TI focada nessa implementação deve ser responsável por conduzir as mudanças para maximizar os resultados.

Quando bem implementada a governança de Cloud Computing poderá proporcionar muitas vantagens para os negócios. A empresa poderá contar com maior previsibilidade, estruturação, segurança e agilidade dos serviços em Nuvem.

Posts relacionados

Quais são os custos do armazenamento em Nuvem?

Entenda como funciona esse tipo de serviço e descubra o que deve ser considerado no momento de contratar um fornecedor.

Como otimizar o custo da Cloud Computing?

Antes de contratar uma solução para o seu negócio é preciso saber exatamente o que deseja fazer.

5 motivos que fazem a migração para nuvem falhar e como evitar

As empresas estão migrando mais aplicativos do que nunca para a Nuvem, mas muitas dessas iniciativas falham. Aprenda a evitar cometer erros.

Escreva seu comentário