<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Free Trial SEP Cloud - Alta proteção de endpoints com uma solução intuitiva. Ofereça já para seus clientes.
  • Partner Portal
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • _banner-home-mobile_-symantec-sep-cloud.png

O que é blockchain?

Postado por Equipe Westcon em 5/set/2017 5:00:00

Saiba como essa tecnologia possibilita que transações virtuais tanto pessoais quanto corporativas sejam realizadas com segurança.

 

O que é blockchain?

 

 

O blockchain, ou cadeia de blocos, é um conjunto de informações registradas que são ligadas a blocos de dados anteriores e posteriores. É um banco de dados não convencional que funciona como um livro de registros inviolável e muito eficiente. Ele contabiliza todas as transações feitas no mundo virtual com moedas virtuais - Bitcoins - e é o principal elemento que garante que as transações sejam melhor protegidas contra criminosos do que as transações comuns.

Cada transação é digitalmente assinada para garantir sua autenticidade e não correr o risco de que alguém a adultere. Assim, as entradas digitais desses registros são distribuídas entre uma implantação ou infraestrutura com camadas adicionais, as quais fornecem um consenso sobre o estado das transações a qualquer momento que for necessário, pois são armazenadas cópias dos registros autenticados distribuídos entre elas.

O blockchain pode ser configurado de diversas formas, utilizando mecanismos diferentes para alcançar um consenso sobre as transações, definir os participantes na cadeia e excluir todos os os outros. Assim, após serem processados, os blocos não podem ser apagados ou alterados e novos registros só são feitos por meio de um processo de validação.

Para garantir que não haverá fraudes, o blockchain conta com um mecanismo chamado proof of work (“prova de trabalho” em tradução livre) que nada mais é que um protocolo criptografado que valida uma transação em um dispositivo por meio da resolução de uma equação matemática.

 

Vantagens do blockchain


Essa estrutura está sendo usada em diversas aplicações, além dos Bitcoins, devido a seu alto nível de segurança. Sua estrutura em forma de cadeias de blocos é praticamente inviolável, pois, para um criminoso conseguir alterar algo, ele precisaria controlar mais da metade da cadeia para realizar mudanças por consenso. E a alteração de um registro exige que praticamente toda a base de dados seja reescrita.

Outro benefício do blockchain é sua disponibilidade. Sua estrutura distribuída possibilita que o sistema continue funcionando mesmo quando um ou vários nós caem, sendo imediatamente atualizados quando retornam à rede.

Confiabilidade é a terceira vantagem desse sistema, pois, como os dados não podem ser apagados ou alterados, as transações registradas permanecerão legítimas e íntegras.

Outro aspecto relevante é sua transparência, visto que todas as transações são públicas, o que permite que todos possam checá-las. Os mecanismos de criptografia possibilitam que os usuários não precisem se identificar. No entanto, caso seja necessário, para confirmar se o usuário participante da transação é legítimo, ele pode vincular as informações de identidade.

Ele ainda possui baixos custos operacionais se comparado com sistemas computacionais centralizados. Esse modelo implica em compartilhamento de recursos de processamento e armazenamento.

As vantagens do blockchain são várias, o que permite que ele seja utilizado em diversas aplicações, como em serviços financeiros, transparência pública, gestão de identidade, entre outros. Há uma infinidade de possibilidades que os usuários, empresas, governo e outras instituições podem utilizar.

 

Inscreva-se

Categoria(s): Segurança, Segurança da Informação