<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Migração para nuvem: 7 maiores desafios e como superá-los

Os benefícios proporcionados pela Cloud Computing já são bem conhecidos pelas empresas, no entanto são necessários alguns cuidados para se beneficiar deles.

 

Migração para nuvem: 7 maiores desafios e como superá-los

 

 

A Cloud Computing pode ser considerada uma das maiores revoluções dos últimos anos. Empresas de diversos setores e tamanhos apostam nessa tendência para otimizar seus processos, ganhar agilidade e escalabilidade, reduzir gastos, reforçar a segurança de seus dados e aumentar a produtividade.

Os benefícios proporcionados são muitos. No entanto, a migração de aplicações e serviços para a nuvem costuma ser um assunto que ainda envolve bastante insegurança entre as empresas.

Migrar para a nuvem exige diversos cuidados, pois trata-se de uma mudança total de paradigma, de cultura organizacional e de localização dos servidores. Dessa forma, as tomadas de decisões dos gestores e da TI tornam-se mais complexas.

Por isso, a migração de aplicações para Cloud Computing requer muita atenção da empresa. É necessário avaliar formatos, planejar mudanças e estipular novas metas e previsões de resultados, contando com as inovações trazidas pelos serviços virtuais.

O processo envolve várias questões. A nuvem permite que a empresa adote uma gama de recursos, como o software como serviço, soluções de integração de aplicações, interfaces de programação (APIs), múltiplos contêineres, entre outros.

Portanto, para realizar a migração para a nuvem com sucesso, é necessário superar seus principais desafios. Confira a seguir quais são eles e auxilie seus clientes a contorná-los.


1. O acesso à internet

Uma boa conexão com a internet passa a ser um elemento fundamental, visto que sem internet não há acesso à nuvem.

Por isso, ao migrar dados para a nuvem é necessário se assegurar de que o local de acesso aos serviços tenha uma rede rápida e estável.

A empresa deve contratar serviços que oferecem internet de alto desempenho, além de contar com uma rede de fibra ótica com links dedicados para a rede corporativa. Isso é de extrema importância para que os serviços de nuvem sejam acessados com alta performance.


2. Proteção de dados

A questão da segurança de informações que passam a estar em servidores externos à empresa são uma grande preocupação.

No entanto, Cloud Computing tem se mostrado um serviço confiável. Para amenizar as chances de algum vazamento acontecer, os fornecedores do serviço dividem os dados dos clientes em diversos servidores.

Assim, caso um cibercriminoso invada um servidor, terá acesso apenas a um pequena parcela do total de dados dos clientes.

Portanto, para que a empresa garanta que isso aconteça, é necessário buscar fornecedores confiáveis, que oferecem serviços de backup, criptografia, múltiplos servidores e um contrato que proteja a empresa em caso de vazamento de dados.

 

Baixar agora

 

3. Planejamento de migração

Realizar a migração para a nuvem não é uma tarefa simples, exige preparo e planejamento. No entanto, esse processo ainda é muito negligenciado por diversas empresas.

Quando não orientada da forma correta, a migração pode ter vários problemas, gerando instabilidades no serviço e queda na produtividade da empresa.

Desse modo, o planejamento deve ser feito de forma cuidadosa e estratégica para que seja possível lidar com todos os problemas que podem surgir durante o processo.

Assim, antes de iniciar a migração, as empresas devem avaliar quais de suas demandas devem ser movidas para a nuvem primeiro, planejando a mudança gradualmente.


4. Encontrar o fornecedor correto

Há diversas opções de fornecedores de Cloud Computing no mercado. No entanto, ao contratar o serviço, é necessário ficar atento ao que é oferecido pela provedora. Nem todos serão capazes de fornecer o que a empresa necessita.

A grande questão desse desafio é entender qual o tipo de demanda que a empresa precisa para conseguir encontrar o fornecedor ideal.

Para isso, a organização deve fazer uma avaliação interna de seu empreendimento para identificar quais de seus serviços se beneficiarão da migração para nuvem, quais demandas se tornarão mais ágeis e quais são todas as necessidades do ambiente.


5. O licenciamento dos serviços

Cada empresa utiliza diversos hardwares e softwares diferentes que possuem um tipo de licenciamento. Enquanto os fabricantes podem possuir licenças diferentes para uso local ou em nuvem.

Por causa das possíveis diferenças que impedem o uso desses serviços na nuvem, o ideal é que a empresa busque por fornecedores que oferecem soluções baseadas em Data Center.

O Data Center é mais flexível e permite configurações de hardwares e softwares conforme as necessidades da empresa. Desse modo, é possível evitar problemas de compatibilidade nas regras de licenciamento.


6. Respeitar as regras de contrato

A contratação dos serviços em nuvem pode apresentar alguns desafios no orçamento de TI das empresas, principalmente para pequenos negócios.

Por isso, antes de fechar um contrato, a empresa deve se atentar a seu orçamento e aos investimentos em tecnologia disponíveis. Afinal, o contrato de serviços Cloud Computing são de longa duração. É fundamental encontrar o fornecedor que disponibilize o melhor custo-benefício do mercado.


7. Gerenciamento da nuvem

O último desafio é sobre o gerenciamento dos serviços na nuvem para que não haja períodos de indisponibilidade que podem prejudicar a produtividade da empresa.

Portanto é necessário garantir um prestador de serviços em nuvem que assegure um suporte constante e eficiente. Outra alternativa é terceirizar o controle do ambiente, garantindo um suporte integrado e dedicado para contar com estabilidade dos serviços.

Lidar com a complexidade de um ambiente na nuvem não é atividade simples, requer uma boa estratégia e planejamento. No entanto ao seguir os cuidados listados acima, sua empresa pode controlar a migração de seus ativos mais facilmente, conquistando sempre os melhores resultados.

Posts relacionados

3 dicas para melhorar a segurança do provedor de Nuvem

Identificar ameaças e estabelecer políticas internas de segurança são essenciais para melhorar a segurança do provedor de Nuvem.

Qual a Nuvem ideal para o negócio de seus clientes?

Cada modelo de Nuvem traz suas vantagens e desvantagens.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

Escreva seu comentário