<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Governança de dados: qual a importância para as empresas?

A governança de dados é fundamental para o seu negócio e só se tornará mais necessário no futuro próximo.

 

A governança de dados é a iniciativa que uma empresa toma para criar e impor um conjunto de regras e políticas relacionadas a seus dados, arquivos. Essas políticas abrangem questões como:

  • Atribuir responsabilidade aos funcionários responsáveis ​​pelos ativos de dados;
  • Conceder ou restringir o acesso aos dados, conforme necessário;
  • Manter os dados de maneira a garantir precisão e consistência;
  • Armazenar seus dados com segurança;
  • Fazer backup de seus dados corretamente;
  • Proteger seus dados contra ameaças internas e externas.

Para proteger os dados contra criminosos cibernéticos e usá-los ​​de acordo com as leis de compartilhamento, você deve priorizar sua governança. Mas a implementação de políticas de governança de dados precisa ser um esforço de toda a empresa.

Objetivos de Governança de Dados

Há muitas metas definidas por meio da governança de dados. O objetivo maior é ajudar as pessoas da organização a aceitar o processo de governança. Algumas das etapas que levam a isso são descritas abaixo.

Tomada de decisão informada: Uma boa governança de dados ajudará na tomada de decisões. Isso tornará os tomadores de decisão mais confiantes porque estão baseando suas decisões em dados consistentes e confiáveis.

Segurança: Um dos principais objetivos de qualquer plano de governança de dados é a segurança. Isso inclui definir e verificar os requisitos para políticas de distribuição de dados, mas também manter a vigilância contra ataques cibernéticos externos. Isso tudo deve entrar em um plano de continuidade de negócios, que nenhuma empresa deve ficar sem.

 

New call-to-action

Rentabilidade: Não é segredo que os dados podem ser monetizados e a governança de dados ajuda a aproveitar ao máximo esse potencial. Sempre há um potencial para que as informações da empresa permitam ser rentabilizadas, e esse potencial é mais provavelmente realizado por meio de uma governança eficaz.

Prestação de contas: Para garantir que os dados sejam administrados para apoiar essas metas e outros, deve haver responsabilidade. Os sistemas não ligam e funcionam sem supervisão. Deve haver alguém designado para gerenciar, monitorar e relatar a qualidade das informações.

Manutenção Eficiente: Os dados devem ser gerenciados para atingir qualquer meta. Portanto, ter um plano de governança de dados em prática ajuda a fornecer aos supervisores os meios para cumprir quaisquer objetivos que a organização tenha decidido. Naturalmente, isso evita ter que trilhar a mesma estrada duas vezes ou refazer algo que não foi completamente pensado.

Disponibilidade: Ter dados disponíveis para todos os que precisam em uma organização também contribuirá para funcionários melhores e mais produtivos. Quanto menos obstáculos forem necessários, e quanto mais seguros e precisos forem os dados, melhor será o trabalho resultante.

Por que a governança de dados é importante?

A falta de governança efetiva de dados dentro de uma empresa garante uma coisa: a existência de dados ruins. Esses dados ruins se manifestam em definições inconsistentes, duplicatas, campos ausentes e outros dados clandestinos. Esses são problemas claros que devem ser resolvidos. A seguir, seguem os 3 principais benefícios que destacam por que essa questão é importante:

1. A governança de dados economiza dinheiro

Ter esse planejamento aumenta a eficiência e reduz os erros em seu banco de dados, dando à sua empresa um banco sólido para trabalhar. Além disso, ela economiza um tempo precioso que, de outra forma, seria usado para corrigir os dados existentes. E tempo economizado é dinheiro economizado.

Ela também força uma empresa a definir claramente seus dados principais e as regras que os governam. O início de um projeto de governança de dados é uma oportunidade de ouro para colocar todos na mesma página. A aplicação disso garante maior eficiência operacional ao longo do tempo.

2. Má governança é arriscada

A falta de governança de dados eficaz é uma preocupação de segurança por dois motivos: riscos de segurança externos associados a dados sujos e não estruturados e problemas de conformidade normativa.

Dados ruins e mal estruturados representam um risco de segurança pela simples razão de que, se houver dados sujos obstruindo seu banco, como você pode saber quando algo está errado e como você pode monitorar com eficiência quais dados estão em risco?

Boas práticas e ferramentas de controle de dados facilitam o monitoramento do que está acontecendo em seu banco de dados e facilitam a visualização de quais áreas podem estar em risco.

3. Boa governança fornece clareza

Tome um segundo para imaginar o que a garantia de dados perfeitos significaria para o seu negócio. A governança de dados eficaz fornece a tranquilidade de que os dados são geralmente limpos, padronizados e precisos. Os efeitos disso refletem em toda a empresa.

Aqui estão alguns dos benefícios que essa clareza proporcionará:

  • Garantia de que suas métricas são precisas - como estão seus KPIs?
  • Insights sobre quais são as suas métricas mais importantes;
  • Maior confiança em suas análises.

A chave para a governança de dados é a colaboração eficaz. A ferramenta certa de governança de dados deve andar de mãos dadas com esses princípios. Certifique-se de que a ferramenta que você está avaliando seja fácil de usar para empresas e usuários de TI, permite a colaboração perfeita entre as equipes e é flexível o suficiente para evoluir com suas necessidades de negócios em constante mudança.

Posts relacionados

Governança de TI na Nuvem: como funciona e quais são os benefícios?

A adoção da Cloud Computing traz diversas vantagens para as empresas, mas também exige alguns cuidados. Saiba como a governança pode ajudar.

Qual a relação entre gestão de riscos e governança de TI?

Esses dois conceitos, quando trabalhados juntos, podem garantir a segurança e o desempenho dos serviços corporativos. Confira os benefícios dessa união para os negócios.

Escreva seu comentário