<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

 

Uma tendência que tem ganhado força nos últimos anos é a Edge Computing. Conhecida como Computação de borda, ela tem sido utilizada pelas empresas que visam vencer os desafios vindos com o avanço da Transformação Digital.

Essa tecnologia surgiu como necessidade das organizações de aumentarem o seu nível de conectividade para serem capazes de lidar com o aumento das demandas de processamento de dados.

Desse modo, o Edge Computing foi criado como uma nova abordagem que permite que os dados coletados pelas empresas sejam processados e armazenados em servidores localizados no mesmo espaço onde foram gerados.

Quer saber mais sobre essa tecnologia, descobrir como ela se relaciona com a Cloud Computing e quais são os seus benefícios? Continue a leitura deste post. Não perca!

O que é Edge Computing?

Edge Computing é o modo de utilizar o processamento de dados na Nuvem de forma menos centralizada. Ele aproxima o armazenamento, processamento e gestão de TI aos usuários e seus dispositivos.

Por meio dessa abordagem, as empresas podem reduzir os gargalos de rede e o tempo de resposta dos aplicativos utilizados em seu ambiente de trabalho, além de mitigar os riscos.

A computação de borda foi criada para que as empresas fossem capazes de atender às demandas de novas tecnologias, como a Internet das Coisas. Ela permite que as organizações consigam integrar suas ferramentas para ampliar o número de dados que circulam na rede sem o comprometimento da capacidade de seus processos.

Qual a relação dessa tecnologia com Cloud Computing?

Ao contrário do que muitos pensam, o Edge computing não irá substituir a Nuvem. Esses dois conceitos vão coexistir e ambos possuem um papel importante para as empresas.

Enquanto na Cloud, os dados e serviços de TI são salvos e acessados de forma centralizada, no Edge tudo acontece de forma menos unificada.

A gestão da Nuvem é feita por meio de ferramentas que permitem a distribuição automática dos recursos conforme a demanda da empresa, garantindo a segurança do usuário e uma maior escalabilidade. No entanto, como não é possível garantir a localização do Data Center, a latência pode ser elevada.

Já a computação de borda realiza o processamento de requisições por meio de gateways próximos dos usuários. Desse modo, é possível diminuir o tempo para o envio de informações para a rede.

Quais os benefícios do Edge Computing?

Ao utilizar essa abordagem, as empresas podem contar com diversos benefícios em suas operações. Confira a seguir:

1. Redução do uso de rede

Ao processar as informações localmente, as corporações conseguem diminuir consideravelmente o uso da sua banda de rede. Dessa forma, a conectividade das outras aplicações melhoram.

2. Melhoria nos serviços de TI

O processamento de dados descentralizado realizado pelo Edge Computing é capaz de otimizar a qualidade dos serviços de TI.

Como o tempo de resposta é menor, os equipamentos e os usuários podem tomar decisões mais precisas e ágeis.

3. Aumento da segurança de dados

Por meio do Edge Computing, os dados são armazenados em diferentes locais, o que contribui para a privacidade e segurança das informações.

Ele permite que as empresas definam formas mais abrangentes para utilizar suas informações, além de proporcionar um monitoramento de maior alcance.

4. Redução da latência

Por último, a computação de borda é capaz de gerar uma menor latência para o uso de várias aplicações, visto que eles são executados localmente. Desse modo, o caminho que a informação precisará trafegar para ser processada é muito menor e o tempo de resposta mais ágil.

Entender como o Edge Computing funciona e quais os benefícios que ele pode trazer para as empresas é crucial para se manter sempre atualizado com as inovações que surgem no mercado, além de ser capaz de acompanhar as novas demandas tecnológicas. Portanto, auxilie os clientes a entenderem seu significado e a aplicarem a computação de borda em seus negócios.

Posts relacionados

Estratégia de segurança em Nuvem: o que as empresas precisam saber para se proteger?

Como você pode ter certeza de que as informações armazenadas na Nuvem são seguras? Mesmo não havendo certeza, é possível tomar algumas precauções.

5 dicas para seu canal de TI vender soluções SaaS

Saiba como otimizar suas as estratégias de vendas de softwares como serviço ao oferecer exatamente o que os clientes precisam.

Como o 5G irá impactar o uso de Cloud Computing?

A tecnologia 5G está cada dia mais próxima de se tornar uma realidade. Veja como ela poderá ser um grande diferencial para as aplicações na Nuvem.

Escreva seu comentário