<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Markeplace
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixe o ebook: saiba por que a mobilidade corporativa é essencial para o futuro da sua empresa
  • Baixar agora

Descubra como a automação comercial pode ajudar o varejo

Postado por Equipe Westcon em 11/jul/2018 5:00:00

Saiba como os sistemas de automação comercial atuam.

 

Descubra como a automação comercial pode ajudar o varejo

 

O mercado varejista, mesmo sendo altamente competitivo, sofreu uma das maiores quedas no seu ritmo de vendas nos últimos 50 anos em uma crise que se intensificou em 2016. Mesmo preocupados, os gestores da área comercial viram na crise uma forma de reerguer o setor.

 

Buscar a excelência nos resultados foi um dos fatores determinantes para restabelecer o mercado. E para tornar isso possível, a Tecnologia da Informação (TI) deixou de representar uma relação puramente estrutural com o mercado varejista e passou a estar presente como uma mola propulsora para o seu desenvolvimento.


A automação comercial, por exemplo, é um recurso que usa metodologias e ferramentas tecnológicas para fazer de forma extremamente eficaz a otimização e automatização de processos comerciais. A aplicabilidade dessas ferramentas se dá de diferentes formas, entre elas:

  • Logística (distribuição e entrega);
  • Controle de estoque;
  • PDV (Ponto de Venda), entre outras.


A automação é um recurso que só veio para ajudar o setor varejista. Você deve estar se perguntando: de que forma, exatamente? Este artigo trouxe algumas vantagens em investir em automação comercial. Confira!

 

Treinamentos Westcon

 

1. Otimização dos processos internos

Otimizar os processos internos está na lista de prioridades das empresas que visam melhorar a qualidade de seus serviços prestados, produtos vendidos ou mesmo o seu atendimento e, por isso, buscam nos softwares de gestão os recursos necessários para atingir metas e objetivos nessa área.

O ERP (Enterprise Resource Planning) e o CRM (Customer Relationship Management), por exemplo, são sistemas que estão para as empresas assim como as empresas estão para o consumidor. Com eles, a transparência na relação empresa-consumidor e colaboradores-gestores é muito mais fácil de analisar e são feitas por meio dos dados que essas ferramentas conseguem reunir em um curto espaço de tempo e com mais assertividade.

As atividades relacionadas são mais claras e oferecem, assim, soluções pontuais que atendam a demanda. Evita-se, também, desperdício e gargalo na produção e corrige falhas nos processos por meio de uma limpeza interna.


2. Escalabilidade do varejo

Fazer qualquer empreendimento crescer é uma meta de 10 entre 10 empresas do setor varejista. Portanto, é preciso ter atenção durante o processo de crescimento, pois caso ele aconteça de maneira desorganizada, o dono do negócio acaba acarretando para si despesas extras que são feitas, geralmente, sem planejamento, como contratação de mão de obra sem necessidade, por exemplo.


Com os sistemas de gestão é possível ordenar os recursos da empresa de maneira mais eficiente por meio da otimização dos processos fazendo com que a empresa cresça sem ter custos, ou seja, tornando o crescimento escalável.

 

3. Aprimoramento dos resultados obtidos

A tecnologia precisa ser vista como um investimento e não um custo. A longo prazo, ficará mais nítido notar que ela não só otimiza os processos como também traz melhoria nos resultados e redução de custos.


Quando o negócio fica escalável, como explicamos no item acima, o crescimento da empresa ocorre de forma vertical e constante, e ela fica mais focada. Desse modo, outros aspectos crescem junto, como: qualidade no atendimento, relacionamento empresa-consumidor, profissionalização nos processos internos, etc.


4. Melhora no planejamento estratégico

A automação é responsável, também, pela aplicabilidade e monitoramento de um planejamento eficaz, principalmente no que diz respeito à informações. Para isso, as ferramentas de automação, como o ERP (Enterprise Resource Planning) ou o CRM (Customer Relationship Management) são ótimas aliadas.


Ambas automatizam processos, auxiliam na compilação de informações do ambiente interno e externo da empresa e, também, focam no perfil do cliente. Os indicadores de desempenho podem ajudar na organização desses dados e fornecer informações relevantes sobre o seu varejo.


Além dessas funcionalidades da automação comercial, há outros benefícios, entre eles, a melhora no controle operacional, acerto nos cálculos dos estoques, redução de custos de mão de obra e melhora no atendimento ao cliente.


Mas como escolher o melhor sistema de automação? O tipo de sistema e o fornecedor são os fatores que mais devem ser levados em conta na hora da escolha.

 

Categoria(s): Transformação Digital, Mercados Verticais