<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Desafios de segurança na nuvem híbrida e como superá-los

Automatização e aproveitamento das ferramentas dos provedores são algumas dicas.

 

Desafios de segurança na nuvem híbrida e como superá-los

 

 

Uma pesquisa da Harvard Business Review aponta que quanto mais a Cloud Computing se torna confiável, mais as empresas conseguem se adaptar e perceber os seus benefícios.


O estudo ainda aponta que 40% dos 452 executivos de TI entrevistados garantiram que o uso de Nuvem aumentou a receita da empresa em que atuam e 36% afirmaram que a margem de lucro subiu a partir do uso dessa tecnologia.


O modelo de nuvem híbrida, de acordo com o Gartner, é considerado como melhor opção para atender às necessidades das organizações de todos os portes e segmentos, sendo a escolha de 50% dos empresários em todo o mundo. A previsão da consultoria para o segmento é de que até 2020, não menos do que 90% das organizações adotarão esta infraestrutura.


Este modelo é capaz de atender todas as preocupações dos usuários entre nuvem pública ou privada. Ele oferece o melhor dos dois outros padrões, de forma mais eficiente e adequada para alocar as cargas de trabalho das empresas.


Um dos pontos positivos da Nuvem Híbrida é a possibilidade de programar a carga de trabalho, ganhando escalabilidade com a nuvem pública e mais segurança para dados mais estratégicos com a nuvem privada, o que significa que em um ambiente único é possível utilizar dois tipos de nuvens para finalidades distintas.


Além disso, neste contexto, os fornecedores garantem reações mais rápidas às mudanças do mercado, otimização de processos e iniciação de projetos com mais rapidez.


Desafios de segurança na nuvem híbrida

Mesmo que atenda hoje grande parte das demandas corporativas, a segurança, proteção de dados e conformidade são grandes desafios que circundam a Nuvem Híbrida.


No modelo híbrido, o gerenciamento de dados deve ser feito com muito cuidado, uma vez que a formação do banco de dados vai depender do agrupamento de informações que precisam estar seguras e conectadas mesmo provenientes de diferentes plataformas.


É necessário ter um controle centralizado de toda rede, além de ferramentas de automação que possam ajudar a equipe de TI a realizar varreduras de segurança e conformidade que não sejam de forma manual. A automação tem a capacidade de oferecer repetição, de compartilhar e verificar o sistema, facilitando a aprovação de auditorias de segurança.


Ao melhorar a visibilidade da rede, fica mais fácil controlar a parte de segurança, sabendo onde estão as cargas de trabalho e a necessidade de proteção que cada uma exige.

 

Baixar agora


Outro ponto é definir quais os dados e aplicações que devem ficar na nuvem pública e quais ficam no Data Center local. Ao determinar os requisitos de segurança, a exigência de monitoramento para cada bloco de informações, os dados que devem ser priorizados precisam ficar na nuvem privada, em que a o controle é por conta da equipe interna e não está sob o guarda-chuva dos provedores.


Uma das possibilidades para proteger os dois ambientes em Nuvem é aproveitar ao máximo as ferramentas de segurança que cada provedor oferece e fazer uma complementação com outras tecnologias. Na nuvem pública, por exemplo, é possível incluir um firewall na borda da rede para permitir o acesso à aplicações específicas.


Enfim, muito em breve a nuvem híbrida se tornará o novo padrão e para controlar os riscos é preciso colocar a segurança no centro das discussões e decisões. Nos processos de implementação, governança, gerenciamento e conformidade.

Posts relacionados

3 dicas para melhorar a segurança do provedor de Nuvem

Identificar ameaças e estabelecer políticas internas de segurança são essenciais para melhorar a segurança do provedor de Nuvem.

Qual a Nuvem ideal para o negócio de seus clientes?

Cada modelo de Nuvem traz suas vantagens e desvantagens.

Edge Computing: como se relaciona com a Nuvem e quais os benefícios?

Essa abordagem surgiu para ajudar as empresas a atenderem às novas demandas tecnológicas que surgem no mercado diariamente. Aprender a utilizá-la é um grande diferencial.

Escreva seu comentário