<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Compliance em TI: quais os principais desafios e tendências?

Esse processo é fundamental para que as empresas evitem multas e outras penalidades graves.

 

O surgimento de legislações como a GDPR e a LGPD, o aumento de ciberataques e da complexidade dos sistemas utilizados pelas empresas têm exigido que elas invistam, cada vez mais, em uma gestão de compliance eficaz. É necessário estar o mais bem preparado possível para lidar com essa nova realidade e evitar multas e outras penalidades.

Devido a isso, estar em compliance passou a ser indispensável para empresas de todos os tamanhos e setores. Por meio disso, é possível manter a segurança das informações, além da disponibilidade das tecnologias utilizadas pelos usuários.

Estar em compliance em TI envolve um conjunto de boas práticas que são capazes de tornar o ambiente corporativo mais confiável e seguro, ao mesmo tempo que permite que as empresas lidem com inovações disruptivas e obtenha melhores resultados.

No entanto, garantir que toda a empresa esteja em compliance não é uma tarefa fácil. A TI enfrenta diversos desafios todos os dias para entregar resultados positivos.

Neste artigo, separamos os principais desafios de compliance para que os profissionais de TI aprendam a superá-los. Não perca.

O que é compliance e qual a importância?

Compliance é o termo utilizado para representar aquelas organizações que estão em conformidade com todas as leis e regulamentações de seu setor. Em TI, essas normas são voltadas ao uso de tecnologias, políticas de acesso e privacidade de dados dos usuários.

As normas de compliance devem abranger todas as políticas, controles internos e externos das atividades das organizações, além de todas as possíveis legislações aplicadas a seus processos.

Estar em compliance é fundamental para os negócios e para construir uma relação de confiança com seus clientes. Esse processo permite que uma organização conserve uma imagem positiva diante do mercado, já que garante que nenhuma legislação ou regra seja quebrada.

Por meio dela, a empresa consegue estruturar processos de segurança de dados, além de colocar em prática medidas preventivas e de mitigação de erros. Assim, é possível garantir que a empresa aja em conformidade com todas as normas de TI.

 

New call-to-action


Quais os principais desafios de compliance em TI?

Garantir que todos os colaboradores de uma organização sigam as melhores práticas para estar em conformidade não é uma tarefa fácil. Confira a seguir os principais desafios enfrentados pela gestão de compliance e saiba como superá-los:

Transformar a cultura organizacional

Para garantir que todos os colaboradores sigam as regras de compliance, é necessário que boas práticas estejam inseridas na cultura organizacional, caso contrário, haverá um bloqueio na aceitação de novos processos.

Portanto, é necessário transformar essa cultura, trabalhando com uma estratégia bem clara e alinhada com as necessidades de compliance. Além disso, é preciso contar com o engajamento e incentivo da diretoria e dos gestores, para que os demais colaboradores sigam o exemplo.

Gerenciar múltiplas regulamentações

O ambiente regulatório é complexo, conta com múltiplas regulamentações e está em constante transformação. Conseguir acompanhar todas elas é um grande desafio para a equipe de compliance.

A Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor em 2020 é um grande exemplo disso. As empresas precisam se adaptar e, para isso, precisarão passar por diversas modificações na forma como tratam e armazenam os dados de seus usuários.

Por isso, é necessário que as empresas contem com colaboradores focados na gestão dessas regulamentações. Um profissional especialista no assunto é capaz de garantir que sua organização sigam o caminho correto para se chegar a conformidade.

Manter uma comunicação integrada

De nada ainda a empresa elaborar políticas e normas para garantir a compliance se elas não são disseminadas entre os funcionários. É necessário que a comunicação entre todos os departamentos seja alinhada.

A alta direção e o departamento de TI deve trabalhar de forma integrada para repassar todas as informações para os demais membros da organização. A comunicação deve vir de cima para baixo, além de ser incentivada pelos gestores de cada departamento.

Realizar avaliações de risco

Conforme as regulamentações aumentam, a empresa está mais suscetível a cometer algum erro de conformidade. Por isso, realizar avaliações de risco de forma eficiente é um grande desafio para a TI.

Para resolver essa questão, os profissionais de compliance precisam estabelecer rotinas de avaliações para entenderem todos os riscos e ameaças que cada departamento da organização pode sofrer.

A partir disso, será possível avaliar quais são aqueles com maior potencial para causar danos para, assim, alocar recursos e mitigar essas ameaças.

Quais as tendências de compliance em TI?

Graças aos avanços da tecnologia, a tendência é que as empresas consigam automatizar cada vez mais processos e a validação do compliance é um deles. Por meio disso, será possível monitorar todos os riscos que ameaçam a segurança dos sistemas corporativos.

Além disso, por meio da automatização dos processos de compliance, a empresa consegue simplificar o controle e o trabalho da TI, liberando a equipe para se focar em tarefas mais estratégicas para os negócios.

A partir disso é possível tornar toda a infraestrutura de TI mais robusta e confiável, garantindo a segurança da informação nas empresas. Dessa forma, a empresa consegue manter-se em compliance, assegurando uma boa relação com seus clientes e parceiros.

 

Posts relacionados

Quais os desafios atuais de segurança e privacidade digital?

Mudanças no cenário corporativo estão exigindo que as empresas reforcem a proteção e transparência no uso de dados pessoais de usuários.

Como executar um teste de intrusão?

Esse processo pode tornar segurança da informação de uma empresa mais forte e eficaz. Aprenda a colocá-lo em prática!

O que é um teste de intrusão e qual a importância para as empresas?

Estar um passo à frente do cibercrime é primordial para que as corporações consigam eliminar suas vulnerabilidades e se destacar no mercado.

Escreva seu comentário