<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como realizar manutenções preventivas de TI e quais as vantagens?

Entenda como o monitoramento constante e a antecipação de suporte técnico podem ser aliados da TI para evitar a perda de dispositivos e dados corporativos.

 

Como realizar manutenções preventivas de TI e quais as vantagens?

 

Atualmente, a tecnologia representa uma peça fundamental para o bom funcionamento de processos de uma empresa e o sucesso dos negócios. Portanto, falhas e indisponibilidades no sistema podem prejudicar a produtividade de todos os setores de uma corporação, causando grandes prejuízos financeiros.

Dependentes da estabilidade tecnológica, as empresas não podem correr o risco de problemas afetarem sua rotina de trabalho. Dessa forma, realizar manutenções preventivas de TI são consideradas estratégias essenciais para manter os serviços funcionando de forma eficiente.

É certo que as equipes de TI devem estar preparadas para realizar manutenções sempre que um problema acontece. Entretanto, é possível se precaver e realizar assistências antes mesmo que alguma falha afete o sistema, sendo mais vantajoso para a empresa.

As manutenções preventivas podem trazer diversos benefícios para as organizações, pois permitem a detecção de problemas antes mesmo deles acontecerem, sendo possível realizar os reparos antes de causarem danos aos equipamentos e sistemas.

Além disso, elas trazem grandes economias para as organizações, pois os gastos com ações de prevenção regulares são bem menores do que quando algo é danificado e necessita de reparos ou equipamentos precisam ser substituídos.

 

Como realizar a manutenção preventiva?


Para executar essa tarefa, a TI deve estar preparada para realizar o monitoramento regular de todos os equipamentos e sistemas e garantir que estejam funcionando corretamente.

Dessa forma, a equipe é responsável por manter os sistemas operacionais e softwares operando sempre na última versão lançada, atualizar e verificar os antivírus, limpar e desfragmentar o disco, realizar backups regulares, entre outras tarefas.

Além de realizar procedimentos técnicos, os colaboradores responsáveis pela manutenção preventiva devem fiscalizar os outros funcionários da corporação para observar as práticas de cada um e, assim, poder dar sugestões úteis sobre como utilizar os equipamentos, conservá-los e mantê-los protegidos.

Saiba como

 

 


3 principais benefícios da manutenção preventiva


Além dos altos gastos com equipamentos danificados, a falta desse modelo de serviço técnico, pode acarretar perda de dados importantes para a empresa, queda da produtividade e falhas operacionais graves.

Para que seus clientes não passem por esses problemas, mostre a importância da manutenção preventiva por meio destes 3 benefícios:

- Evitar a perda de equipamentos e dados corporativos
Realizar checagens de vírus, remoção de programa maliciosos, acessos não autorizado e outros lixos eletrônicos são alguns dos procedimentos realizados na manutenção preventiva. Por meio deles, é possível melhorar o funcionamento dos equipamentos da empresa, evitando, consequentemente, a perda de dados e trabalhos realizados nessas máquinas.

- Prolongar a vida útil dos dispositivos
A limpeza constante dos dispositivos conectados, inclusive em periféricos, ajuda a manter vírus e outras ameaças longe, o que melhora sua conservação. Além disso, é preciso monitorar a limpeza externa de todos os equipamentos, pois o excesso de sujeira, por exemplo, pode superaquecer peças como coolers, afetando diretamente o seu desempenho.

- Economizar com a terceirização da manutenção
A manutenção preventiva pode ser realizada por outsourcing para que a TI interna não se sobrecarregue. Assim, é possível contratar empresas especializadas para realizar o serviço. Muitas vezes, o custo dessa contratação é inferior ao valor gasto quando direcionado à equipe interna.


O procedimento preventivo é considerado o mais barato e eficiente para corrigir falhas antes mesmo que se manifestem ou causem danos maiores. Mas, muito mais que reduzir custos, ele está ligado diretamente à comodidade das organizações, ao permitir a programação da execução do processo, para que assim, não seja necessário atrapalhar a produtividade dos funcionários, como no caso de manutenções corretivas que precisam ser feitas no momento que o problema aparece, independente se a pessoa estiver em horário de trabalho.

 

 

Posts relacionados

5 boas práticas de gestão de demandas de TI

Aprenda a fazer uma gestão eficiente e seja capaz de lidar com as mudanças do mercado, proporcionando melhores resultados para os negócios.

Gestão de custo em TI: o que é e como economizar?

É preciso ter orçamento, planejamento e uma dose de iniciativa.

Guia prático para uma gestão de TI eficiente após a era digital

Ter gerenciamento de TI é fundamental para o bom funcionamento do departamento dentro das empresas.

Escreva seu comentário