<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como otimizar logística e estoque com soluções tecnológicas?

Ferramentas de gestão podem ajudar nessa missão.

 

Como otimizar logística e estoque com soluções tecnológicas?

 

Quando se fala em otimização de processos, a tecnologia é sempre uma forte aliada, independentemente do setor ou área de atuação. Os responsáveis pelo setor de logística e estoque de uma empresa entendem que, ignorar a tecnologia é barrar o crescimento e o sucesso do seu negócio. Por isso, estar atento às tendências tecnológicas é fundamental.


Manter a organização e o planejamento logístico bem alinhados evita contratempos e promove o equilíbrio entre os produtos e a gestão do estoque. Para ajudar nessa missão, existem as ferramentas tecnológicas que auxiliam e otimizam as operações do dia a dia da empresa, tornando todas as etapas dos processos mais eficientes.


Softwares de gestão de estoque, por exemplo, trazem uma nova forma de integrar dados e informações de armazenagem que antes eram feitos de forma manual. Como é muito difícil lidar com um volume extenso de dados, as soluções tecnológicas da área de TI são peças fundamentais para as empresas, pois elas organizam e otimizam processos de forma eficaz.
A seguir, vamos conhecer algumas dessas soluções tecnológicas que podem ajudar as áreas de logística e estoque. Confira!

 

Treinamentos Westcon

 


1.DRP (Distribution Requirements Planning)

O DRP (Distribution Requirements Planning) — ou Planejamento de Distribuição — é uma metodologia de integração entre logística e estoque que auxilia no envio dos produtos que estão no Centro de Distribuição (CD) para os pontos de venda. Esse recurso é muito utilizado por empresas nos ramos atacadista e varejo.


Ele planeja como, quando e de que forma a mercadoria armazenada será enviada para cada CD, por meio de algoritmos inteligentes que são responsáveis por todo o direcionamento. Assim, eles são enviados em quantidades ideais, evitando excesso ou falta de produtos. Além disso, ajudam a dimensionar os níveis de estoque aumentando o giro.

 

2.ERP (Enterprise Resource Planning)

Mais abrangente e com mais funcionalidades, o sistema ERP tem sido muito utilizado por fornecer uma visão mais ampla e multidisciplinar da organização logística. Ele integra os dados de vários setores de uma empresa e também faz a conexão com fornecedores.


A vantagem desse sistema é a grande facilidade de acesso aos dados. O setor de estocagem é integrado ao de matéria-prima e este com o setor de compras, por exemplo, e quem acessa essas informações consegue escanear facilmente tudo o que está acontecendo. Desse modo, os gestores tomam decisões estratégicas mais assertivas, porque eles conseguem visualizar a empresa como um todo.

 

3.CRM (Custom Relationship Management)

O consumidor final é a peça mais importante da empresa, por isso, a opinião dos clientes têm muito valor. Portanto, qualquer etapa do processo logístico que afete o cliente deve ter atenção redobrada.


Softwares como o CRM podem ajudar e muito nesse aspecto. Eles são capazes de captar e armazenar dados de interação entre empresa e cliente, deixando todo o caminho desse processo em um banco de dados que pode servir, futuramente, para direcionar campanhas e ações, além de personalizar todo o tipo de interação entre empresa e cliente.
Dessa forma, também é possível antecipar soluções, prever os passos do consumidor e, assim, preparar a empresa para atender a demanda, suprir suas necessidade e superar as suas expectativas.

 

4. TMS (Transportation Management System)

O TMS é um sistema extremamente importante para otimizar toda a logística no processo de transporte, proporcionando maior integração e a sistematização da operação básica. A ferramenta permite auxiliar no controle de dados de entregas, fretes, rastreamento de mercadorias, roteiros, eficiência dos motoristas e veículos e controle de carga.


Além da parte prática, o sistema cuida da emissão de documentos fiscais —como a Nota Fiscal Eletrônica — e armazena e monitora todos os dados do processo.


Como você pode perceber, a tecnologia está a serviço do setor de logística e estoque para facilitar os processos e promover uma administração de dados e de todo o setor de forma mais eficaz. Agora que você já sabe como funciona, auxilie seus clientes na escolha do melhor sistema que se adeque às suas necessidades!

 

Posts relacionados

5 principais investimentos em TI para fazer este ano

É um bom momento para buscar onde investir e apostar nas tendências.

Como a automação de TI pode ajudar no crescimento dos negócios?

Maior produtividade, redução de erros, melhorias contínuas. Estes são alguns dos benefícios de automatizar processos. Saiba como isso pode ajudar nas estratégias de sua empresa.

Tecnologia na educação: conexão e gestão na rotina escolar

Entenda como funciona os provedores de conexão e de aplicação na gestão e rotina escolar.

Escreva seu comentário