<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como melhorar a gestão de dados com indicadores de desempenho?

Aprenda a acompanhar e verificar a qualidade das análises de dados e seu impacto no ambiente de trabalho e tomadas de decisões de negócios.


Após a Transformação Digital e a crescente utilização de dispositivos móveis conectados à rede corporativa, as empresas passaram a lidar com um fluxo muito alto de dados em seu ambiente de trabalho.

Devido a isso, o monitoramento de todas as informações tornou-se uma tarefa complexa, passando a exigir que as organizações otimizassem a gestão de todos os seus dados e operações. Apenas assim, é possível garantir uma melhor experiência aos usuários e clientes, além de assegurar que todos os processos corporativos funcionem corretamente.

Quando todas as informações de uma empresa estão armazenadas e organizadas de forma segura e integrada, é possível obter melhores resultados em projetos, prospecções de vendas, comunicação interna, relacionamento com clientes e em todas as demais operações. Portanto é fundamental aprimorar esse processo.

É por isso que a implementação de indicadores de desempenho da gestão de dados tem sido cada vez mais crucial para o sucesso dos negócios. Os KPIs corretos permitem que a TI faça uma melhor avaliação do funcionamento dos sistemas em todos os ambientes de trabalho.

Dessa forma, é possível analisar regularmente o desempenho da gestão realizada, identificando o que precisa ser melhorado. Ao utilizar métricas torna-se mais fácil detectar falhas e outros riscos ao sistema com mais precisão.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para mostrar a você como os indicadores de desempenho corretos podem melhorar a gestão de dados de seus clientes. Continue a leitura e conheça os principais KPIs para esse processo.

Conheça o K•NOW!

O que são indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho, ou Key Performance Indicator (KPIs) são métricas utilizadas pelas empresas para identificar o progresso de projetos e trabalhos desenvolvidos por seus colaboradores. Eles verificam se os resultados esperados foram atingidos.

Por meio dos KPIs corretos é possível medir a performance da equipe, verificar se determinado projeto foi executado com qualidade e até mesmo monitorar se a gestão de dados está sendo realizada corretamente.

É por isso que esses indicadores têm desempenhado um papel cada vez mais importante dentro das organizações. Há inúmeros tipos de KPIs que podem ser utilizados na área de Tecnologia para tornar as operações corporativas mais eficazes.

Confira a seguir como essa ferramenta pode ser utilizada na gestão de dados:

Como melhorar a gestão de dados com indicadores de desempenho?

As tomadas de decisões corporativas são baseadas, cada vez mais, nas análises de dados realizadas pelas empresas. Isso permite que o empreendimento direcione melhor suas ações, baseando-se em dados reais.

Os indicadores de desempenho podem ser utilizados no acompanhamento dos objetivos da organização, permitindo que os dados tornem-se verdadeiros protagonistas nos processos decisórios. Além disso, os KPIs corretor fornecem uma melhor visibilidade e transparência para os negócios.

No entanto, para contar com todos esses benefícios, é necessário definir e acompanhar os indicadores corretos para a gestão de dados. Veja a seguir quais são eles:

Métricas operacionais

Para que a gestão de dados seja efetiva, primeiramente, a organização precisa estar em um nível avançado de Transformação Digital em seu negócio, pois ela impulsiona a inovação do ambiente de trabalho e a adoção de soluções de Big Data.

Desse modo, uma organização que já está avançada na transformação de seu modelo de negócio, terá maior facilidade de adotar indicadores de desempenho em sua gestão de dados.

A primeira métrica a ser analisada será direcionada aos processos e operações corporativas. A Transformação Digital exige melhorias contínuas, portanto, será necessário manter sempre uma alta produtividade e desempenho das aplicações utilizadas.

Para isso, os gestores devem avaliar a qualidade e rapidez dos processos realizados para obter as métricas operacionais, além de monitorar quais ferramentas são utilizadas e com qual frequência.

Métricas sobre a experiência dos usuários

Para que os dados estejam à disposição da organização para serem utilizados nas tomadas de decisão, é necessário que os usuários tenham uma experiência aprimorada na utilização dos sistemas corporativos.

A equipe precisa ter facilidade para acessar às informações corporativas e utilizar as ferramentas de gestão. Apenas assim será possível adotar os insights gerados das análises de dados para aprimorar suas rotinas.

Portanto, a empresa deve avaliar o tempo que cada ferramenta é utilizada por cada departamento, sua qualidade e agilidade.

Métricas financeiras

As métricas financeiras são extremamente importantes para uma gestão de dados efetiva. Portanto, a empresa deve acompanhar como o aumento da produtividade relacionada às análises de dados impactam a receita gerada.

Receitas recorrentes e crescimento também são métricas que dimensionam o impacto da transformação digital e das tomadas de decisões baseadas em dados nas finanças do negócio.

Métricas de sucesso de iniciativas

Para entender se a performance da organização realmente é aprimorada com a utilização de dados para as tomadas de decisões é fundamental avaliar o sucesso das iniciativas organizacionais.

Desse modo, a empresa deve mensurar quantas decisões de negócio são orientadas por dados e se o resultado delas é melhor do que aquelas que não seguem essa abordagem.

Métricas de processamento

Ao analisar e processar dados, é fundamental acompanhar KPIs voltados para a utilização de Big Data na organização. Portanto, os gestores devem acompanhar a frequência da coleta de informações, o tempo necessário para que estas se tornem disponíveis e o qual o nível de dificuldade de transformá-las em insights relevantes.

Para que a gestão de dados seja realmente eficiente é fundamental observar a qualidade e frequência do processamento dos dados coletados.

Os indicadores de desempenho podem ser utilizados pelas empresas para determinar se a gestão de dados é eficiente e se podem ser aplicadas em todo o empreendimento. Os KIPs corretos garantem que a gestão torne-se mais ágil e eficaz para que, assim, possam trazer melhores resultados para os negócios.

Posts relacionados

O que esperar para o futuro da TI após o coronavírus?

Mudanças significativas estão acontecendo no setor. Será fundamental que as empresas estejam atentas às tendências para acompanhar as novas demandas do mercado.

O que é Manufatura 4.0 e como este conceito está inovando a indústria?

Ao adotar esse conceito, as empresas podem otimizar suas produções e ficar à frente dos concorrentes diante do mercado cada vez mais competitivo.

Top 11 coisas que toda empresa deve saber sobre Data Science

O Data Science é o processo de segmentar grandes quantidades de dados, processando e analisando-os para obter informações significativas.

Escreva seu comentário