<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como melhorar a eficiência do data center?

5 dicas para tornar o data center mais eficiente, da melhoria no consumo de energia à utilização de ferramentas DCIM.

 

Como melhorar a eficiência do data center?

 

De acordo com o instituto Gartner, 10% dos gastos operacionais são com energia, uma das principais prioridades dos responsáveis por data centers nas empresas. Otimizar a utilização de energia é, definitivamente, uma das principais urgências, pois os gastos com eletricidade representam a maior parte dos custos desse tipo de infraestrutura.

Os valores gastos com energia aumentam cerca de 10% ao ano, resultado de um maior custo por kWh (quilowatt-hora) e pela demanda implícita especialmente por servidores de alto custo energético. Além disso, cerca de 10% dos gastos operacionais de um data center são com energia, porcentagem que irá subir para 15% nos próximos cinco anos.

Um índice que se tornou padrão do mercado para medir a eficiência na utilização da energia dentro de um data center é o PUE (Power Usage Effectiveness, ou consumo eficiente de energia). Mesmo assim, de acordo com Henrique Cecci, diretor de pesquisa da Gartner, embora a métrica do PUE tenha como foco o consumo eficiente de energia dos componentes do data center de uma empresa, ela não oferece informações sobre melhoria no nível dos equipamentos de T.I.

Ainda de acordo com a pesquisa da Gartner, além de melhorar o consumo de energia de T.I, há quatro pontos que podem ajudar os responsáveis pelos data centers: aproveitar melhor o espaço, otimizar a refrigeração, eliminar a ineficiência na energia e refrigeração e utilizar ferramentas DCIM.

Os sistemas de T.I são os que exigem maior entrega de energia, por isso é necessário melhorar o consumo, tentando diminuir a quantidade de energia (carga) que cada equipamento consome. Cerca de 60% dessa carga é utilizada por servidores, então é preciso tomar medidas importantes para reduzir a energia que eles consomem como virtualizar e limpar cargas de trabalho, suprimir o que não é necessário, consolidar as máquinas virtuais, eliminar os servidores ligados sem terem utilidade e substituir os equipamentos antigos por novos.

Outra dica importante é aproveitar melhor o espaço nos data centers. Como muitos foram criados antes do surgimento da virtualização de servidores, eles podem estar superestimados para as necessidades atuais dos equipamentos, sendo assim, é possível reduzir a quantidade de aparelhos e, consequentemente, diminuir o consumo.

Para que um nível mínimo de eficiência seja atingido, é preciso garantir a adoção de práticas básicas no que diz respeito à refrigeração. Para aperfeiçoar esse área no data center, a princípio, é indicado instalar os chamados economizadores, aparelhos que nas regiões mais frias, por exemplo, podem melhorar o PUE consideravelmente.

Alguns sistemas que podem impactar negativamente as relações do índice PUE são os nobreaks (UPS), as unidades de distribuição de energia (PDUs) e os transformadores. Faz-se necessário eliminar a ineficiência na energia e refrigeração do data center. Para isso, é preciso dedicar tempo e investimentos para avaliar a situação atual, os requisitos futuros e as alternativas modernas. Se forem aplicadas de maneira correta, as práticas geram um bom retorno em termos de melhor índice PUE e economia.

A última dica é utilizar ferramentas DCIM. De acordo com o estudo, o aperfeiçoamento para a eficiência do uso da energia pode ser alcançado pelo uso de softwares de gerenciamento de infraestrutura de data center (DCIM – Data Center Infrastructure Management), que oferecem a harmonia necessária entre as necessidades operacionais dos equipamentos de TI e as instalações físicas (controles do ambiente e do edifício).

 

Baixar agora o whitepaper

Posts relacionados

4 fatores decisivos ao escolher o melhor Data Center para os negócios

A melhor infraestrutura pode variar de empresa para empresa, no entanto alguns requisitos são cruciais para que as organizações consigam atender a todas as suas demandas.

Como a tecnologia 5G irá transformar o Data Center?

A conectividade 5G introduz a ideia da metodologia “muitos para um” no que se refere à conectividade sem fio.

6 tendência para o mercado de Data Center para os próximos anos

A indústria de DC tem passado por várias transformações para acompanhar o desenvolvimento das novas tecnologias e, por isso, as empresas precisam se adaptar para se manterem competitivas.

 

Escreva seu comentário