<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como gerenciar os custos com Cloud Computing?

Para atingir os resultados de uma migração para a Nuvem, é necessário gerenciar e otimizar os gastos com recursos.

 

A maioria das empresas já utiliza a Computação em Nuvem em sua rotina de trabalho, graças a seus inúmeros benefícios. Um dos principais deles é a redução de gastos. Entretanto para ter certeza de que o investimento na migração está trazendo os resultados esperados é necessário realizar um efetivo gerenciamento de custos e melhorias contínuas.

Muitas organizações, ao iniciarem o processo de migração sem o planejamento necessário, acabam não percebendo retorno sobre os seus valores investidos e não conseguem os resultados esperados em seus projetos.

Em consequência disso, as empresas se deparam com uma tendência, que ocorre principalmente no início dos projetos, que é o excesso de consumo dos recursos da Nuvem de forma não organizada.

Isso acontece porque a inclusão de ativos de TI e serviços é feita de forma automática, simples e segura, levando as organizações a utilizarem a infraestrutura computacional sem que realizar análises prévias quanto a real necessidade e despesas dessa migração.

Para evitar que isso aconteça é crucial que haja um efetivo planejamento de migração e a realização do gerenciamento de custos com Cloud Computing. Quer saber como? Confira o conteúdo a seguir!

Como gerenciar os custos com Cloud computing?

A chave para que um empreendimento consiga economizar com a ajuda da Cloud Computing é a realização de uma efetiva gestão de custos. Um bom gerenciamento verifica o que está sendo consumido em excesso, identifica as áreas com carência de recursos e permite que a empresa equilibre seus gastos de forma eficaz.

Para que seus clientes consigam gerenciar os custos com Cloud Computing corretamente, listamos 5 dicas que podem ajudá-los a controlar as despesas e se aproximar de seus objetivos. Confira:

1. Planejamento e análise

Antes de iniciar o processo, é necessário que as empresas entendam que a simples adoção da Cloud não leva a redução de custos. É preciso realizar um planejamento completo, seguido de uma análise detalhada sobre custo-benefício para identificar as formas que a organização pode economizar utilizando os recursos da Nuvem.

Conheça o K•NOW!

A empresa deve ter objetivos claros e um plano de execução sobre como irá economizar e quais medidas precisam ser tomadas. Para isso, comece mapeando os recursos atuais e fazendo uma previsão sobre os requisitos necessários de cada serviço para o próximo ano.

Em seguida, inclua no planejamento a quantia de recursos específicos serão necessários e utilize essas estimativas para contratar as demandas que a empresa precisará. Assim, é possível evitar desperdícios e economizar com os gastos com recursos.

2. Faça otimizações

Para realizar a migração das cargas de trabalho para a Nuvem pública corretamente, a empresa precisa prever suas necessidades de fornecimento e realizar o dimensionamento dos recursos. A natureza elástica da Cloud Computing é capaz de responder de forma dinâmica e rápida a essas variações de demandas.

Além disso, ambientes de testes devem apenas ser criados quando realmente necessário e devem ser eliminados logo em seguida, pois muitas vezes essas instâncias são esquecidas depois de executadas, resultando em gastos desnecessários.

3. Crie uma cultura consciente dos custos

A migração para Cloud Computing exige uma verdadeira transformação da cultura organizacional para que todos os colaboradores se adaptem a adoção da tecnologia no dia a dia de trabalho.

Da mesma forma que o uso dessa tecnologia deve ser incentivado, é importante promover uma cultura de Nuvem consciente dos custos, focada em economizar e melhorar o desempenho.

4. Torne-se nativo em Nuvem

Ao se tornar um nativo, a empresa passa a seguir uma abordagem totalmente em Nuvem capaz de criar e executar aplicativos que exploram as vantagens do modelo de entrega de Cloud.

No entanto, muitas organizações optam por seguir uma estratégia menos radical que migra as cargas de trabalho local com pouca ou nenhuma modificação. Embora seja menos radical, essa abordagem pode apresentar alguns riscos, levando a prejuízos financeiros e causando desde problemas de latência e desempenho até a falhas totais na migração.

5. Explore as oportunidades de economia

Outra dica importante para gerenciar os gastos com Nuvem e ter um sucesso financeiro é adotar o modelo de serviço com pagamento conforme o uso de recursos, assim a empresa pode aproveitar as oportunidades de economia disponíveis.

Há inúmeras opções de preços disponíveis de provedores diferentes de Nuvem Pública que podem ajudar as empresas a reduzirem despesas com recurso. As opções de reserva com pré-compra, por exemplo, permitem economias substanciais em relação aos valores sob demanda e são essenciais para qualquer programa de otimização de custos com Cloud.

Você conseguiu perceber que apenas a implementação da Nuvem não é suficiente para eliminar despesas? Portanto, busque seguir essas dicas para acompanhar, gerenciar e otimizar os custos com Cloud Computing e, assim, atingir todos os objetivos buscados.

Posts relacionados

Quais são os custos do armazenamento em Nuvem?

Entenda como funciona esse tipo de serviço e descubra o que deve ser considerado no momento de contratar um fornecedor.

O que é governança de Cloud Computing?

Ao implementar ativos na Nuvem, as empresas precisam lidar com uma série de normas e regras. Saiba como a governança pode ajudar.

Como otimizar o custo da Cloud Computing?

Antes de contratar uma solução para o seu negócio é preciso saber exatamente o que deseja fazer.

Escreva seu comentário