<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como escolher um software de monitoramento de rede?

Saiba quais são as principais considerações para uma ferramenta de gerenciamento de desempenho da rede corporativa.

 

Como escolher um software de monitoramento de rede?

 

O monitoramento de rede é uma das principais estratégias de proteção que as empresas devem utilizar para prevenir problemas e garantir a disponibilidade de serviços para seus usuários de forma eficiente, portanto é uma tarefa indispensável para a manutenção dos sistemas de TI.

Ele garante que os sistemas críticos funcionem corretamente, por meio de um conjunto de rotinas que melhorem o uso de recursos, detectam falhas e aumentam a qualidade das conexões. Dessa forma, as soluções da empresa se tornam mais disponíveis aos clientes e colaboradores que utilizam a rede da empresa sem que problemas de perda de pacotes, latência ou falhas na segurança aconteçam.

Devido à modernização dos ciberataques e a mobilidade dos negócios, a gestão das redes corporativas exigem ferramentas ainda mais eficientes. Sem os mecanismos adequados, a empresa não consegue diagnosticar problemas como o mau dimensionamento de recursos e, assim, deixar a rede sobrecarregada, o que acarreta em perda de qualidade de acesso aos serviços.

 

Principais considerações para uma ferramenta de monitoramento de rede

 

As soluções de monitoramento devem ser automatizadas, dessa forma a TI consegue detectar falhas e pontos críticos que precisam de reparo rapidamente. Além disso, deve haver a integração de funções para que medidas para diminuir o tempo de respostas a falhas sejam tomadas.

Para escolher a melhor solução em ferramentas de monitoramento de rede, a empresa precisa buscar por aquela que apoie a gestão da TI e forneça flexibilidade, agilidade, capacidade de crescimento e personalização para atender a todas as necessidades da corporação. Ela deve ainda ser dinâmica e oferecer uma visualização intuitiva dos dados.

As ferramentas ideais de monitoramento precisam ter amplitude, ou seja, devem ser expansíveis e robustas o suficiente para acomodar uma perspectiva de ponta a ponta da empresa. Além disso, precisam contar com a capacidade de alcançar as sete camadas da pilha de rede.

Para ter um desempenho superior da rede, as ferramentas de gerenciamento devem se basear nas seguintes considerações:

- Largura horizontal: possuir um alcance abrangente de toda a empresa, garantindo a gestão de todos os pontos de acesso.

- Profundidade vertical: ser capaz de verificar as sete camadas da rede, incorporando dados de aplicativos, servidores e o seu desempenho.

- Visualização em tempo real: deve indicar e avaliar as informações constantemente, além do histórico da rede para ser capaz de encontrar as origens dos problemas.

- Interface abrangente: oferecer um repositório centralizado de todas as origens de dados para disponibilizar para a TI gráficos e relatórios fáceis de entender.

O sucesso de uma gestão de TI exige uma solução abrangente de monitoramento de rede que proporcionará diversos benefícios à empresa. Apenas assim ela poderá promover a resolução de problemas mais complexos e uma melhoria do uso dos recursos da rede, o que permite um melhor direcionamento de seus investimentos e uma potencialização dos negócios.

 

 

Saiba como

Posts relacionados

  • Redes | Tempo para ler: 5 min

Como a rede 5G irá impactar a cibersegurança nas empresas?

A quinta geração de rede sem fio irá impulsionar o processamento de dados e a utilização de dispositivos móveis no ambiente de trabalho. Entenda como isso irá impactar nos negócios.

  • Redes | Tempo para ler: 3 min

O que é monitoramento de rede e como fazê-lo com eficiência?

Garantir um bom desempenho do sistema e a segurança dos dados é crucial para qualquer empresa. Veja como a gestão de rede pode ajudar.

Como o 5G irá impactar o uso de Cloud Computing?

A tecnologia 5G está cada dia mais próxima de se tornar uma realidade. Veja como ela poderá ser um grande diferencial para as aplicações na Nuvem.

Escreva seu comentário