<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como desenvolver uma estratégia de TI pós-pandemia?

Ter uma estratégia de TI focada em lidar com Novo Normal é fundamental para atender às novas demandas e desafios do mercado e conseguir ultrapassar a crise do coronavírus.

 

As empresas estão enfrentando uma corrida rumo à digitalização de seus negócios para continuarem ativas no mercado. É fato que muitas delas ainda estavam atrasadas na adaptação à Transformação Digital, o que tem dificultado a continuidade dos negócios diante da crise do coronavírus e o isolamento social.

Para manter as operações, tornou-se necessário manter colaboradores ativos remotamente e, para fornecer todos os recursos necessários para essa metodologia, muitas empresas estão precisando acelerar sua maturidade digital e se adaptar ao novo normal. 

A pandemia do COVID-19 escancarou a carência tecnológica de diversas empresas em todo o mundo e certamente transformou a forma como o departamento de TI é visto dentro da organização.

E é por isso, que é necessário desenvolver uma estratégia de TI pós pandemia. As empresas precisam continuar inovando e traçar um novo curso para enfrentar todos os desafios dessa crise e criar novas oportunidades em um mercado pós-COVID. 

Continue acompanhando este conteúdo e aprenda a desenvolver uma estratégia de TI pós-pandemia:

O que é o Novo Normal e qual o papel da tecnologia?

Temos ouvido muito falar sobre o termo Novo Normal, que se trata do reconhecimento de que os modelos de negócios e as formas de consumo da sociedade se transformaram com a pandemia. 

Ele representa as novas formas de interação entre pessoas e empresas e impulsiona a mudança de estratégia e a adoção de novas tecnologias para que as empresas consigam atender às novas demandas dos consumidores.

Fortaleça o poder de colaboração

Nessa nova realidade, a TI assume papel de destaque para que as empresas consigam aproveitar todas as possibilidades do novo mercado e possam enfrentar todos os desafios impostos pela crise e isolamento social.

Portanto, é preciso investir na Transformação Digital e adotar soluções tecnológicas que possam impulsionar os negócios e garantir a operacionalidade das empresas. No entanto, para que isso seja possível, é fundamental desenvolver uma nova estratégia de TI, já que o Novo Normal rompe totalmente com o cenário anterior à pandemia.

Como desenvolver uma estratégia de TI pós-pandemia?

1) Acelere a Transformação Digital

O primeiro passo para desenvolver uma estratégia de TI de sucesso após a pandemia, é investir na digitalização dos negócios. Os métodos de trabalho remoto  tendem a se tornar cada vez mais habitual no Novo Normal, portanto, a organização deve estar preparada para fornecer todos os recursos computacionais, de rede, segurança, entre outros, necessários aos seus usuários.

Em outras palavras, é indispensável que as organizações se adequem a essa nova realidade digital o quanto antes, para não comprometer a continuidade e segurança de suas operações e, consequentemente, sua otimização. 

2) Adapte a cultura organizacional

De nada irá adiantar a corporação adotar uma postura digital se seus colaboradores internos não vivem isso. É preciso que toda força de trabalho compreenda essa necessidade e seja capaz de operá-la. 

Em outras palavras, a transformação digital deve ser um valor compartilhado e incentivado pela cultura organizacional da empresa.

3) Foque-se nas novas necessidades dos clientes

Seu time pode estar acostumado com algumas ações específicas para atração e retenção de clientes. No entanto, isso deve ser modificado. As necessidades e prioridades dos consumidores se transformaram com a pandemia e cada empresa deve acompanhar as novas demandas de seu público.

Para isso, analise os novos hábitos de consumo, identifique o aumento de procura e aquisição de produtos e serviços online e entenda como e por onde os seus clientes querem ser atendidos.

4) Ajuste seu pipeline de TI 

Ser capaz de acompanhar as mudanças rápidas do mercado e ajustar as prioridades de sua empresa com agilidade têm sido prioridades das equipes de TI. Portanto é necessário reorganizar seu pipeline para acomodar as novas necessidades internas e dos clientes.

Para não deixar os sistemas sobrecarregados e sofrer com brechas na segurança, a TI deve investir em novas tecnologias e realocar recursos para que todas as novas demandas sejam atendidas e a experiência digital dos clientes seja aprimorada.

5) Invista em evolução 

À medida que as empresas iniciam a transição para Transformação Digital e o Novo Normal, é preciso aprimorar os processos com ferramentas adicionais. Portanto, você deve rever como cada serviço era realizado e como poderá ser otimizado com novas tecnologias.

Sua empresa deve investir em evolução, adquirir novas ferramentas de colaboração, nuvem, boas práticas digitais, entre outras práticas que farão o ambiente interno acompanhar as transformações do empreendimento.

Muitos serão os desafios enfrentados pelas empresas durante a adaptação ao novo normal e superação da crise do coronavírus. No entanto, aquelas organizações que já começaram a se preparar e estão desenvolvendo uma estratégia de TI pós-pandemia poderão sair na frente do mercado. Inicie esse processo com o auxílio do parceiro certo em soluções e serviços de tecnologia.

Posts relacionados

COVID-19: como a automação pode ajudar empresas a enfrentarem a crise?

Garantir a produtividade da equipe, reduzir erros e proporcionar melhorias contínuas. Saiba como automatizar processos pode ser fundamental para lidar com o momento atual.

5 razões para inovações orientadas por dados falharem

Saiba quais os principais equívocos que uma empresa pode cometer ao apostar em inovação no mercado de produtos.

O que esperar para o futuro da TI após o coronavírus?

Mudanças significativas estão acontecendo no setor. Será fundamental que as empresas estejam atentas às tendências para acompanhar as novas demandas do mercado.

Escreva seu comentário