<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como as empresas podem lidar com a  escassez de cientistas de dados?

As organizações devem repensar, reciclar, reorganizar e buscar o preenchimento da lacuna de talentos da ciência de dados.

 

A demanda insaciável por cientistas de dados continua a crescer à medida em que as organizações buscam profissionais que tenham capacidade e conhecimento para obter informações. Não é nenhum segredo que os empregadores estão procurando esses profissionais.

Empresas de todos os portes despertaram para o fato de que a ciência de dados tem o potencial de impulsionar eficiências, extrair novos insights de décadas de conjuntos de dados acumulados e, de outra forma, transformar seus negócios.

De acordo com o site de carreiras Glassdoor, ainda há uma escassez de talentos para preencher a enorme necessidade que os empregadores têm. Em um relatório divulgado em janeiro de 2019, o site de mídia social de negócios e emprego LinkedIn listou o cientista de dados como o trabalho mais promissor em 2019, com base em dados sobre salários, número de vagas e crescimento ano após ano.

O problema é que as empresas geralmente não conseguem preencher essas vagas com rapidez suficiente, devido à falta de talentos. Isso não significa que eles não possam adquirir os tipos de habilidades que os cientistas geralmente possuem.

Pode levar algum tempo até que as organizações possam encontrar bons profissionais. A empresa precisa ser persistente e aprender a lidar com a grande escassez de cientistas de dados de várias maneiras. Aqui estão algumas sugestões.

Roteiro estratégico

Diante dessa escassez de talentos, os líderes empresariais que querem aproveitar ao máximo a ciência de dados não podem contar com meias medidas e processos de contratação casuais. O que eles precisam é um roteiro estratégico para a construção de habilidades em ciência de dados e um plano efetivo de contratação e recursos.

Ao elaborar um roteiro para usar a ciência de dados de maneira eficaz em sua empresa, primeiro é preciso examinar suas necessidades específicas. O fato é que muitas empresas, especialmente as de pequeno e médio porte, não precisam de técnicas avançadas de ciência de dados para dar uma vantagem à concorrência. Ainda assim, existem algumas habilidades que toda ciência de dados funciona em cada empresa.

Não ficar preso a títulos

Identificar onde seus recursos estão ausentes e onde você já está forte é fundamental para desenvolver seu roteiro e aproveitar tudo o que a ciência de dados tem a oferecer.

Depois de descobrir sua estratégia de desenvolvimento de habilidades, sua próxima etapa é contratar e recorrer aos papéis que a apoiarão. O espaço da ciência de dados é relativamente novo em comparação com outros campos.

Você pode ter alguns problemas para classificar todos os diferentes títulos criados nos últimos anos para identificar o que diferentes funções da ciência de dados. Não fique muito preso a títulos. Em algumas empresas, uma pessoa desempenha muitos papéis.

Esperar os talentos se prepararem

Enquanto algumas empresas já estão à frente do jogo e atraíram e treinaram os melhores talentos de todo o mundo, os recém-chegados a esse setor terão dificuldade em contratar as pessoas certas, e isso terá um custo muito alto.

O candidato ideal para esses trabalhos é indivíduo em forma de "T". Isso significa uma pessoa que tem uma vasta experiência em um assunto de nicho, mas tem curiosidade suficiente e habilidades pessoais para integrá-la em um contexto mais amplo.

As empresas que recrutam cientistas de dados devem estar preparadas para esperar um pouco mais até encontrarem os profissionais ideais para preencher essas posições.

Encontre líderes de equipes

Se você ainda não souber por onde começar e como diagnosticar seu problema de dados, tente encontrar alguém que tenha liderado com sucesso uma equipe de dados que tenha feito algo semelhante ao que você deseja alcançar.

Eles podem ajudar você a entender seu problema, como ele se traduz nos dados que você precisa coletar e analisar e em quais tipos de várias habilidades de ciência de dados você precisará aprimorar ao pesquisar candidatos.

Treinar colaboradores

Embora seja quase impossível encontrar o candidato certo no mercado, algumas empresas precisarão recorrer ao recrutamento dentro da organização e ajudar esses funcionários a desenvolver as habilidades necessárias.

Os requisitos iniciais para a educação são bastante altos. Todos os trabalhos de ciência de dados requerem um bacharelado em Engenharia, Matemática ou áreas afins. Algumas posições podem até mesmo requerer habilidades associadas a estudos em nível de doutorado.

A boa notícia é que essas habilidades podem ser treinadas e o conhecimento dos fluxos de trabalho internos e dos problemas ajuda a definir uma base computacional sólida. Portanto, ao preparar seus orçamentos de RH para o próximo ano, reserve uma quantia consistente para educação e treinamento contínuos de seus cientistas de dados internos.
 

Posts relacionados

7 erros críticos na automação robótica que devem ser evitados

A eficiência não é o único benefício do RPA - ele também permite maior qualidade do processo e elimina erros.
 

Como o deep learning pode ajudar as empresas?

O Deep Learning está recebendo muita atenção e por boas razões: está alcançando resultados antes inimagináveis

7 dicas para as empresas se tornarem líderes digitais

A liderança digital é um dos conjuntos de habilidades mais procurados atualmente.

Escreva seu comentário