<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como aliar segurança e gestão de riscos na empresa?

Para utilizar os recursos tecnológicos de forma confiável e a favor dos negócios é fundamental a integração desses dois processos.

 

Manter todos os sistemas e processos corporativos confiáveis e seguros é uma tarefa muito complexa realizada pela TI. No cenário atual, com o impulsionamento da Transformação Digital e a rápida adoção de novas tecnologias que, muitas vezes, acontece de forma não planejada, os riscos e chances de erro aumentam ainda mais. 

Por isso para proporcionar a confiabilidade, privacidade e segurança das rotinas internas, sem comprometer o bom funcionamento de toda a estrutura é fundamental que a organização invista em gestão de riscos. 

Garantir que o processo de gestão de riscos seja eficiente dentro da empresa é de total importância, mas, para isso, ele deve estar em sintonia com as políticas de segurança da organização. Ao caminharem juntos, segurança e gestão de riscos, é possível reduzir falhas e melhorar processos internos, permitindo o investimento em tecnologia com maior foco em resultados nos negócios.

Percebeu a importância de aliar segurança e gestão de risco dentro das empresas? Você sabe como colocar esse processo em prática? Acompanhe o conteúdo de hoje e saiba tudo sobre essa integração. Vamos lá?

O que é gestão de risco e qual a importância?

A gestão de riscos é um processo utilizado para controlar os negócios e identificar problemas que podem afetar a rotina de trabalho da organização. Ele mantém o equilíbrio entre riscos e custos de operação, além de identificar e controlar contratempos para que os prejuízos financeiros e atrasos nos serviços sejam os menores possíveis.

O objetivo da gestão de riscos é mapear, identificar e preparar a empresa para agir rapidamente contra as potenciais ameaças. Por meio dela, é possível contar com um plano de ação com medidas preventivas e corretivas para colocar em prática diante de um problema.

Esse processo possui muita importância para qualquer empresa. Com sua boa prática, ele proporciona diversas melhorias internas, tais como:

  • Redução da ocorrência de ciberataques e de suas consequências para a empresa; 
  • Combate mais efetivo do vazamento e roubo de dados corporativos; 
  • Proteção contra desastres naturais, acidentes e ações criminosas; 
  • Maior controle sobre o acesso aos dados; 
  • Menores falhas que contribuem para tornar os processos mais efetivos e ágeis; 
  • Identificação de melhorias e oportunidades internas; 
  • Consolidação de uma cultura de proteção de ativos de TI em toda a empresa; 
  • Maior controle sobre as práticas de BYOD dos colaboradores.

Qual a relação entre gestão de riscos e segurança?

A gestão de riscos é um processo abrangente que lida com fatores de risco nas organizações, desde a falha de funcionamento de algum equipamento ou um erro humano, até a detecção de brechas e vulnerabilidades que podem impactar os processos corporativos.

Com a crescente implementação de ferramentas e soluções tecnológicas no ambiente interno das empresas, esse processo tem se aproximado, cada vez mais, das práticas de segurança da informação empresarial. Afinal, os riscos dessa área também podem prejudicar o funcionamento de uma organização e, portanto, deve ser incorporado na gestão de riscos.

New call-to-action

Um problema que afete a segurança da informação, como o vazamento de dados pessoais de clientes, pode impactar drasticamente a imagem da empresa e, consequentemente, trazer muitos prejuízos para os negócios. Devido a isso, essas duas áreas devem ser integradas.

A partir do alinhamento entre segurança e gestão de riscos é possível estruturar ações robustas e eficazes que serão capazes de garantir a continuidade dos negócios sem impactos negativos. 

Como alinhar segurança e gestão de riscos?

Para que esses dois processos trabalhem em sintonia e sejam executados corretamente, é necessário que a empresa acompanhe as tendências que surgem a todo momento no mercado e podem contribuir para a melhoria das ações do empreendimento.

Tendências como o uso de soluções de monitoramento de recursos, adoção de aplicações de Business Intelligence, integração de novas ferramentas que formulam processos e aprimoram as tomadas de decisões de negócio, enfim, essas novas tecnologias podem contribuir consideravelmente com o sucesso desses dois processos.

Para iniciar uma boa prática de gestão de riscos e segurança é necessário avaliar o dia a dia da empresa e moldar os processos de acordo com essas tendências de mercado, pois novos riscos podem surgir para comprometer as operações.

Portanto, para aliar segurança e gestão de riscos, é necessário que a empresa  tome algumas medidas: 

  • Avaliar o perfil da infraestrutura de dispositivos e softwares utilizados; 
  • Classificar os riscos operacionais e os possíveis impactos que podem causar.
  • Desenvolver medidas preventivas e de mitigação de riscos a partir dos dados da empresa;
  • Preparar a equipe para que todos adotem boas práticas de segurança.

Quando uma empresa é capaz de aliar segurança e gestão de riscos, ela permite que as inovações e ferramentas tecnológicas adotadas possam ser utilizadas de forma confiável e bem-sucedida. Desse modo é possível aproveitar todos os recursos de TI sem se preocupar com os riscos em potencial que podem comprometer os negócios.

Posts relacionados

10 estatísticas de segurança da informação que as empresas devem ficar de olho

Para ser capaz de proteger seus sistemas e dados corporativos, as empresas devem acompanhar as tendências de mercado sobre cibersegurança.

Como garantir a segurança de perímetro na era da nuvem?

Contar com uma solução de proteção capaz de oferecer total visibilidade dos ambientes híbridos é indispensável para uma efetiva segurança de perímetro.

5 dicas para garantir o sucesso do trabalho remoto sem perder a segurança do escritório

Para garantir o sucesso dos negócios de seus clientes, é necessário incluir no portfólio de sua revenda de TI as soluções de segurança corretas. Confira algumas dicas a seguir! 

Escreva seu comentário