<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como alcançar a resiliência digital?

As transformações digitais e o aumento de riscos na segurança corporativa têm exigido que as empresas invistam em novas políticas de segurança.

 

Como alcançar a resiliência digital?

 

O aumento das ameaças cibernéticas tem feito com que as empresas precisem aumentar sua resiliência, de forma que sejam capazes de suportar os mais variados ataques e, ainda, continuar alcançando os objetivos corporativos.

Para conseguir alcançar a resiliência digital elas precisam passar por mudanças organizacionais fundamentais, incluindo a integração da cibersegurança com os processos de negócios e mudanças na forma como gerenciam a TI.

As transformações digitais revolucionaram os modelos de negócio das empresas. Agora, atividades de tecnologia da informação também acontecem fora do departamento de TI, questões críticas envolvendo privacidade, segurança e riscos passaram a fazer parte de todos os departamentos, o que cria novos desafios importantes para os líderes de segurança.

Como o número de ameaças continua a crescer e a se modernizar, as defesas tradicionais como antivírus e firewalls, não têm conseguido bloquear totalmente as contínuas violações. Para combater esse problema, as organizações precisam considerar a resiliência digital em seus negócios.

Para isso, devem se adaptar a seis princípios de resiliência, que são:

1 Tome decisões baseadas em riscos

Apenas seguir as normas de segurança ditadas por auditorias não é suficiente para garantir a proteção da organização. Por isso, é necessário levar em conta os principais riscos que o negócio pode sofrer e buscar como resolvê-los e atingir os resultados esperados.

2 Dê suporte aos resultados de negócios e não apenas proteger a infraestrutura

As estratégias de segurança também precisam atender aos resultados desejados de negócios, como desempenho corporativo, fornecimento de serviços e outros.

3 Identifique a melhor forma de entregar as novas estratégias de segurança

As novas metas de segurança devem ser bem definidas para que seja possível colocá-las em prática. Inicialmente, é necessário realizar diversos processos operacionais, como atualizar os direitos de acesso, avaliar a capacidade de segurança dos fornecedores e revisar as arquiteturas das aplicações de segurança. Apenas assim será possível implementá-las sem sobrecarregar os processos existentes e comprometer a produtividade dos colaboradores.

4 Defina os recursos necessários

Empresas de diferentes setores possuem diferentes níveis de tolerância aos riscos. Por isso, os líderes de segurança devem criar estratégias que representem níveis de redução de riscos e comprometimento de recursos que se adequem à corporação ao invés de formular normas padrões utilizadas por outras empresas.

5 Crie uma estratégia que una negócios à tecnologia

É necessário desenvolver um plano que alinhe todos os departamentos da empresa. A TI deve avaliar as aplicações de segurança para entender as iniciativas já existentes e conseguir identificar os impactos de segurança em cada setor. Só assim é possível garantir que os recursos de segurança alcancem todos os departamentos.

6 Garanta o engajamento

Para atingir a resiliência digital é necessário mais do que envolver a TI e investir em recursos, é preciso uma equipe de gerenciamento totalmente engajada. Os líderes devem dedicar tempo e atenção, criar ações claras e com objetivos definidos. Dessa forma, a empresa se tornará mais ágil e bem preparada.

As transformações digitais cada dia mais estão indo além do setor da TI, impactando em todo o negócio, por isso é necessário aplicar o conceito de resiliência a todos os colaboradores e processos da empresa. Sendo assim, a consciência e a responsabilidade pessoal com relação à segurança devem se tornar prioridades para todos da empresa. As organizações devem investir em treinamentos e campanhas de conscientização.

 

Treinamentos Palo Alto Networks

Posts relacionados

Firewall gerenciado como serviço: o que é e quais as vantagens?

Proteger as informações corporativas tem se tornado uma tarefa difícil. Por isso, as empresas precisam investir em ferramentas robustas e eficientes como o firewall na Nuvem.

5 boas práticas de Disaster Recovery para implementar nos negócios

Para que as empresas se mantenham ativas no mercado, é necessário garantir a disponibilidade de sua infraestrutura de TI. Saiba como a recuperação de desastres pode ajudar.

Security Analytics: o que é e quais os benefícios?

Conheça a ferramenta que permite que as empresas utilizem análises precisas de seus dados para tratar ameaças e riscos à segurança de seus negócios.

Escreva seu comentário