<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como a TI bimodal está impactando empresas?

Entenda como esse modelo exige transformações internas nas corporações e uma nova forma de gestão para, assim, transformar a TI em parte das estratégias de negócios.

 

Como a TI bimodal está impactando empresas?

 

 

As corporações passaram por diversas mudanças nos últimos anos para se adaptar às novas tecnologias e modelos de negócios. Devido a isso, as equipes de TI passaram a ter que enfrentar o desafio de trabalhar com a coexistência de dois modos de operação para ser possível atender às diferentes demandas e estarem alinhadas às novas estratégias das empresas.

Nesse contexto, surgiu a TI Bimodal que visa atender a essas novas necessidades corporativas, permitindo que as empresas contem com os recursos da TI tradicional e também com o modelo experimental, responsável por criar novas oportunidades de forma ágil.

Diversas empresas já aderiram ao bimodal ou planejam adotar o modelo nos próximos anos. Ele oferece ganhos de performance e tem o potencial de transformar todo o departamento de TI.

Tornou-se essencial contar com esse conceito para criar novas aplicações e ainda manter os sistemas operando corretamente, sem interferências. Assim, a TI passa a ser dividida em dois modos, o primeiro representa a TI estável com governança e processos bem definidos para garantir a continuidade dos negócios, já o segundo é um ambiente de inovações para criar novas capacidades de atender às novas oportunidades.

Diferenças entre os modos

Modo 1: trabalha com o gerenciamento de softwares e aplicações que já são utilizados pela corporação para garantir que continuem funcionando corretamente. Por isso, o foco desse modo é manter a estabilidade, segurança, precisão e performance.

Modo 2: realiza tarefas “exploratórias”, visando agilidade na criação de soluções diferenciadas e inovadoras para resolver situações que fazem parte da rotina da empresa. Ele cria uma estrutura flexível para que seja possível realizar trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de novos serviços, gerando, assim, vantagem competitiva. Essa abordagem ainda visa melhorar a experiência dos usuários.

Para que os dois modelos funcionem corretamente, eles precisam dialogar entre si e ser colocados em prática de acordo com as prioridades preestabelecidas pela corporação.

Implementar o modelo bimodal pode impactar as corporações de diversas formas, pois ele exige planejamento e depende de diversos fatores, como a transformação da cultura corporativa, reestruturação da equipe de TI e a definição de novas metodologias e das ferramentas certas para colocá-lo em prática.

Dessa forma, os processo de monitoramento de todos os processos e ambientes precisam estar adaptados a esse novo cenário, permitindo a existência de um fluxo de comunicação entre os modos e todos os dispositivos utilizados. Por isso, o gerenciamento desses ambientes tornou-se uma tarefa essencial.

Entretanto, realizar essas transformações, principalmente na cultura empresarial, não é uma tarefa fácil e exige tempo. Isso é o maior desafio para realizar a adoção da estratégia. Portanto, para iniciar o processo de implementação, alguns pontos devem ser considerados, são eles:

  • A criação de um ambiente favorável ao desenvolvimento do modo 2.
  • Realização de ajustes nas políticas e normas que estarão envolvidas nas mudanças.
  • Gestão dos colaboradores para que eles compreendam o novo contexto de negócios.
  • Preparação dos recursos de TI para que estejam prontos para o novo ambiente.

 

Realizar essa preparação ajuda as empresas a enfrentarem todos os desafios da implementação para que, assim, a TI Bimodal tenha os melhores resultados e leve a corporação para o futuro dos negócios.

 

 

Baixe o e-book

Posts relacionados

6 principais dúvidas sobre TI bimodal resolvidas

Essa metodologia pode proporcionar grandes vantagens para os negócios, no entanto muitas empresas não a implementa por não conhecer todas as suas questões.

 

Escreva seu comentário