<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Como a Internet das Coisas pode ajudar pequenas e médias empresas?

Conheça agora mesmo as inúmeras possibilidades de utilizar essa tecnologia a favor dos negócios para competir com as grandes corporações no mercado.

 

Ainda hoje, muitas empresas veem a Internet das Coisas (IoT) como uma tecnologia futurista. No entanto, ainda que pareça ser coisa de filme de ficção científica, ela pode ser utilizada no ambiente corporativo e trazer muitos benefícios para as operações e sistemas. 

A IoT pode auxiliar na gestão dos negócios, principalmente para pequenas e médias empresas (PMEs), pois fornece a automatização e interconexão de dispositivos, contribuindo para a produtividade interna e melhorias na integração dos empreendimentos. 

Você sabe como essa tecnologia pode ajudar os clientes PMEs de sua revenda de TI? Continue lendo para conhecer as especificidades da Internet das Coisas!

O que é Internet das Coisas?

A Internet das Coisas pode ser considerada um conjunto de dispositivos, sensores e equipamentos de hardwares inteligentes, que são capazes de coletar, armazenar, processar e trocar dados em tempo real por meio de redes sem fio. A partir disso, as informações são enviadas e recebidas por outros dispositivos conectados à rede ou a sistemas próprios. 

Os softwares utilizam as informações coletadas para determinar as ações desses dispositivos de acordo com a necessidade e, assim, modificam o funcionamento deles conforme mudanças no ambiente. Dessa forma, os objetos e dispositivos podem ser integrados e passam a trabalhar em sincronia, recebendo comandos para executar atividades remotamente.

Como a IoT pode ajudar pequenas e médias empresas?

A Internet das Coisas está revolucionando a forma como as pessoas vivem e trabalham. Por meio de sistemas modernos, ela permite que objetos conectados consigam se integrar e atuar em sincronia.

Desse modo, os softwares corporativos são capazes de coletar informações em tempo real, analisá-las e determinar ações para os dispositivos conforme as necessidades da empresa.

Especialize-se em SDDC

Devido às suas funcionalidades, essa tecnologia está se tornando um fator estratégico para as empresas, potencializando o nível de automação de processos e o volume de análises de dados realizados até então.

No entanto, ainda que muitos acreditem que apenas grandes corporações consigam aplicá-la em seus negócios, a IoT não está distante de pequenas e médias empresas. 

Confira a seguir como a Internet das Coisas pode fazer a diferença também para PMEs:

Assistentes virtuais

Normalmente, PMEs contam com equipes reduzidas por causa de orçamentos limitados. Devido a isso, constantemente precisam lidar com situações em que o volume de trabalho aumenta e seus colaboradores ficam sobrecarregados, o que acaba fazendo com que algumas demandas fiquem de lado.

Por meio da IoT é possível resolver esse problema com a ajuda de assistentes virtuais. Eles podem ser conectados a outros dispositivos inteligentes e sistemas. Desse modo, as PMEs conseguem automatizar diversas atividades trabalhosas que gastam muito tempo de suas equipes.

Controle de acesso e segurança da informação

O controle de acesso dos usuários aos sistemas corporativos é fundamental para garantir a segurança e privacidade dos dados corporativos para qualquer empresa. No entanto PMEs não podem investir em sistemas robustos e caros assim como as grandes organizações.

A IoT também pode contribuir com esse ponto. Por meio de diferentes soluções dessa tecnologia é possível concentrar toda a atividade de permissão por meio de dispositivos móveis. O convite digital libera o acesso para que o usuário acesse o sistema.

Além disso, as empresas podem coletar dados sobre o funcionamento de seus sistemas em tempo real. Dessa forma, é possível detectar comportamentos suspeitos no ambiente e programar alertas automatizados para que a equipe de TI possa agir prontamente e controlar qualquer possível ameaça.

Relacionamento com os clientes

Outra forma das PMEs aplicarem a IoT nos negócios é na experiência oferecida aos consumidores. A possibilidade de integrar ferramentas e coletar informações constantemente, permite que a empresa acompanhe toda a jornada do cliente. 

Assim, é possível ter conhecimento sobre o nível de interesse dos consumidores, mesmo sem grandes orçamentos, podendo otimizar as estratégias de marketing e vendas, direcionando a pessoa cada vez mais para o processo de compra.

Controle de estoques

Realizar o controle de estoques é fundamental para que a empresa não tenha prejuízos com a falta de produtos ou tenha problemas de desperdícios de mercadorias fora do prazo de validade.

A Internet das Coisas pode contribuir com as pequenas empresas nesse processo. Por meio de códigos de barras, etiquetas de identificação por radiofrequência, sensores e dispositivos inteligentes é possível monitorar o estoque e realizar o gerenciamento do inventário. 

Vendas

O volume de dados disponíveis para as empresas atualmente é muito grande, mas, graças à análises inteligentes IoT, é possível extrair insights relevantes de forma automatizada para garantir um desempenho mais eficiente no processo de vendas.

Além disso, é possível utilizar as informações para maximizar a experiência dos clientes, fornecendo um atendimento personalizado e mais ágil.

Com a ajuda da Internet das Coisas, as pequenas e médias empresas passam a ter à disposição informações muito mais precisas para prever demandas, aprimorar suas estratégias e ações. Desse modo, elas podem competir com as grandes empresas no mercado e tornar decisões muito mais assertivas e inteligentes para melhorar os resultados de seus negócios.



Posts relacionados

Qual o impacto da Internet das Coisas nos negócios

Uma vez que o valor comercial do domínio IoT seja entendido, novos produtos, serviços e modelos de receita surgirão.

8 Práticas recomendadas para projetos de IoT

É fundamental que as empresas considerem as implicações de segurança de uma implantação de IoT antes de avançar.

Edge Computing e Internet das Coisas: qual a relação?

Entenda como essas duas tecnologias podem trabalhar juntas para tornar o processamento de dados mais ágil, seguro e econômico.

Escreva seu comentário