<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cloud Blog
Toda informação da tecnologia está aqui.

Sistema de backup: a mais sólida defesa contra ransomwares

  • Categoria:

    Segurança

    | Tempo para ler: 4 min

  • Categoria:

    Dados

    | Tempo para ler: 4 min

Entenda como esses ataques acontecem e de que maneira é possível utilizar as soluções de backup para proteger dados.


A cada dia surgem novos ransomwares e os perigos de ataques e sequestros de dados se intensificam, destacando a importância de buscar uma defesa mais eficiente, como é o caso das soluções de backups, que têm seus benefícios cada vez mais evidentes.

A combinação certa de ferramentas de segurança é o primeiro passo para evitar que ataques aconteçam, enquanto backups garantem que, mesmo que eles ocorram, os dados não sejam perdidos nem precisem ser resgatados.

A proteção das informações é elemento essencial para todos os usuários de redes de computadores, de grandes empresas à estudantes e donas de casa, e mais do que não querer ter arquivos roubados, ninguém quer perder seus dados de maneira irrecuperável.

Existe uma grande diferença entre perder informações para um ataque ransomware ou em ter o HD destruído por um vírus, derrubar o notebook, entre outros acidentes. Em todas as situações, os elementos ali contidos são perdidos, mas no primeiro caso há, ainda, o fato de seus dados estarem nas mãos de hackers.

Quando ocorre um ataque os alvos sempre são elementos que possam prejudicar o negócio ou indivíduo. São informações muito importantes, bancárias, processos internos, bancos de dados essenciais às transações comerciais, entre outros, levantando o questionamento: você e seus clientes estão prontos para se proteger de hackers?


Entenda o funcionamento do ransomware

Ele é um malware que causa uma restrição ou bloqueio de acesso às máquinas ou criptografa arquivos do banco de dados. Uma vez que as informações estão acessíveis apenas para os cibercriminosos, é enviado um pedido de resgate em dinheiro como condição para que a empresa ou pessoa atacada recupere seus dados.

Esses arquivos só podem ser lidos por usuários que possuam a senha correta, da mesma forma como acontece em serviços de segurança, por exemplo, como os dos cartões de crédito, o que restringe a leitura, neste caso, aos hackers por trás do malware.


Caso haja suspeita de infecção

Caso haja a preocupação com a possibilidade de estar com um computador ou um dispositivo móvel infectado, o que se aconselha é utilizar um programa antimalware, como o Windows Defender Antivírus, para fazer uma varredura.

Mesmo com defesas deste tipo é raro conseguir detectar uma infecção ransomware antes que apareça algum tipo de notificação com um pedido de resgate e o valor a ser pago, sinal de que seus dados já foram sequestrados e os arquivos criptografados.

No entanto, antes de fazer qualquer tentativa de recuperar arquivos ou pagar resgates, é necessário que o dispositivo seja completamente limpo com o Windows Defender Offline e que o site de reparo e recuperação do Windows seja consultado para conseguir orientações sobre como habilitar a recuperação dos arquivos para a versão do Windows instalada.


Protegendo seu backup do ransomware

Sim, não é suficiente cuidar apenas de seus dispositivos, é indispensável que as cópias de segurança também estejam protegidas para que a criptografia do malware não alcance os arquivos ali contidos.

Existem dois direcionamentos principais para garantir essa segurança: ter uma forma de controle sobre o histórico ou estabelecer um armazenamento em dispositivos offline (um drive externo desconectado, por exemplo).

A Microsoft oferece, com as opções de fábrica do Windows, o OneDrive, que realiza um backup em nuvem de maneira automática, sincronizada e gratuita, tudo que é salvo em suas pastas monitoradas é enviado para a nuvem ao mesmo tempo que para os demais dispositivos escolhidos por você. É possível, também, recorrer ao Histórico de Arquivos, que permite o agendamento do processo para equipamentos externos.

Um dos produtos da Microsoft mais recomendados para garantir o backup de dados com toda segurança contra ransomwares é o Azure, utilizado para proteger e restaurar o que foi armazenado na nuvem da Microsoft. Esta plataforma se coloca como uma substituta para a solução de backup, seja ela local ou externa, por uma mais segura, confiável e econômica baseada em nuvem.

O Azure oferece uma série de componentes para serem implantados em computadores, servidores e na nuvem, cada um direcionado para a proteção contra um elemento específico, mas todos com capacidade de fazer backup em um cofre dos Serviços de Recuperação no Azure.

Busque sempre soluções de confiança e adequadas às necessidades da empresa onde elas serão aplicadas, sempre aliadas a sistemas operacionais e aplicativos atualizados. A combinação certa de ferramentas de segurança é o primeiro passo para evitar que ataques aconteçam, enquanto backups garantem que, mesmo se eles acontecerem, os dados não sejam perdidos nem precisem ser resgatados.

Posts relacionados

4 dicas para garantir a segurança e eficiência da migração para a nuvem

Descubra os elementos essenciais do processo de virtualização dos negócios e entenda como orientar seus clientes durante a migração.

Setor de energia está sendo alvo de cibercriminosos

Se você achou que os cibercriminosos traziam problemas para dados digitais, este artigo veio para dizer que você estava enganado. Conheça o novo alvo dos vírus e dos malwares.

Por que as companhias de tecnologia estão assinando acordos contra ciberataques?

Um acordo firmado ano passado mostra que as empresas estão se juntando contra um mal a cada dia maior: os ciberataques.

Escreva seu comentário