<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cloud Blog
Toda informação da tecnologia está aqui.

Microsoft Stream: vendendo conectividade

Entenda como esta solução pode garantir o fluxo de informação e alinhamento entre colaboradores que a empresa de seus clientes precisa.


A comunicação corporativa tem se tornado uma das principais preocupações de empresas na manutenção da produtividade e fluxo de informações. Para que sua eficiência seja garantida, organizações têm se apoiado em diferentes plataformas, serviços e ferramentas, entre elas o streaming, que oferece formas de publicar informações e estabelecer um relacionamento com o público.

Além de seus benefícios para o compartilhamento de informações, o streaming tem se mostrado uma ferramenta de aumento na competitividade, demonstrando a capacidade das organizações em inovar e se diferenciar no mercado.

Existem três elementos centrais para empresas que buscam se destacar utilizando essas ferramentas: planejamento, relevância e investimento em profissionalismo. Esses elementos permitem que a empresa assegure a qualidade do material oferecido, obtendo o retorno desejado de acessos e fidelização de público.

Planejamento - estabelecer um roteiro de informações a ser seguido é essencial, tomando como pontos foco a clareza das informações sobre o produto a ser apresentado e para quem ele é destinado, de forma que os objetivos fiquem claros.

Relevância - apresentar informações que sejam úteis e destacar os elementos centrais sobre o produto oferecido é uma das principais formas de garantir a fidelidade do público. Além disso, a apresentação de materiais relevantes oferecem credibilidade à organização.

Investimento em profissionalismo - a forma como o material é apresentado para o público também é importante. Buscar por equipamento de qualidade na produção dos áudios e vídeos, conexões de internet de qualidade e a plataforma de streaming certa é um diferencial para a apresentação das informações.

O Microsoft Stream é um dos serviços que oferece grande qualidade para as empresas, tendo sido desenvolvido especialmente para ser aplicado no ambiente corporativo, permitindo que usuários publiquem e compartilhem áudios e vídeos com os demais colaboradores da empresas.

A Microsoft já oferece outro serviço de vídeo por meio do Office 365, de forma que o Stream vem como uma forma de tornar a experiência mais completa e o fluxo de informações no ambiente interno das empresas mais eficiente.

A união das duas soluções permite, ainda, que a comunicação interna possa ser personalizada, garantindo maior eficiência mesmo nas trocas de informação com colaboradores que trabalham remotamente. Isso porque, assim como as demais soluções ligadas ao Office 365, o Stream é desenvolvido com base em mobilidade e acessibilidade, podendo ser acessado de diferentes dispositivos e por meio dos aplicativos que o usuário escolher, de forma que toda a navegação se torna mais intuitiva, garantindo uma melhor experiência, engajamento e, consequentemente, o aumento da colaboração e da produtividade.

A solução Stream tem como base e principais características garantir a segurança, facilidade de acesso e compartilhamento de conteúdos e gerenciamento simples que definem os produtos Microsoft, oferecendo para os usuários a melhor experiência e eficiência:

Fácil acesso a conteúdo em vídeo por meio de pesquisa inteligente

A possibilidade de utilizar seus próprios dispositivos oferece maior simplicidade no momento de colaboradores alocados ou remotos acessarem informações essenciais à seu trabalho, se mantendo em sintonia com os demais membros da equipe.

A solução desenvolve a busca por conteúdos através de transcrições de áudio, detecção facial e palavras-chave, apresentando todos os resultados relevantes para a informação apresentada no buscador.


Rapidez e praticidade no compartilhamento de ideias

Colocar vídeos na plataforma é um processo simples com essa solução, bastando arrastar o arquivo até o programa, mas a maior facilidade está na possibilidade de adicionar a ele marcadores e descritores, que serão a base principal as ferramentas inteligentes o identifiquem nas buscas de outros usuários.

Desta maneira, se torna possível compartilhar mais facilmente conversas, vídeos de treinamentos, informações executivas e instruções para o suporte técnico e para equipes de projetos.

O Microsoft Stream ainda garante um compartilhamento integrado com outras plataformas e solução, permitindo exibir vídeos por meio do Delve e do Office Graph, além dos sites de equipes locais e do SharePoint Online.


Segurança interna e gerenciamento fácil

Os controles oferecidos pela solução garantem toda a segurança no compartilhamento de informação, sendo possível restringir acessos e direcionar o compartilhamento para um colaborador ou grupo específico.

A integração com o vídeo do Office 365 amplia ainda mais a segurança e torna todo o processo escalonável. Os administradores têm maior controle das permissões e podem controlar a inserção e compartilhamento nos canais, contando com os serviços de Mídia do Azure para a criptografia da plataforma.

Desta forma, oferecer aos clientes as soluções de vídeo do Office 365 e do Stream é uma forma de reforçar os processos de gerenciamento e compartilhamento de informações internas, assegurando a conectividade dos colaboradores sem abrir mão da segurança contra vazamento de informações.

Posts relacionados

Qual a diferença entre serviços gerenciados e outsourcing em TI?

Conheça as 9 diferenças entre esses dois tipos de serviços e saiba como serviços gerenciados podem oferecer o suporte necessário para os negócios dos clientes.

Por que migrar o banco de dados para a Nuvem?

Descubra como o Azure pode oferecer as ferramentas necessárias para que seus clientes armazenem e gerenciem suas informações com alto desempenho e segurança reforçada.

Quais as vantagens do Servidor SQL 2017?

O novo software da Microsoft oferece um maior desempenho e traz novas funcionalidades capazes de otimizar as tomadas de decisões corporativas.

Escreva seu comentário