<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cloud Blog
Toda informação da tecnologia está aqui.

Mercado de TI deve crescer em 2018. Sua revenda está pronta para vender mais?

Saiba quais são os principais segmentos que vão fortalecer o crescimento do mercado de Tecnologia da Informação em 2018.

O mercado de TI já dá sinais de melhora em um período mais brando da crise. De acordo com dados da consultoria IDC Brasil, no estudo intitulado IDC Predictions, o mercado de tecnologia da informação deve crescer 5,8% em 2018. A pesquisa é realizada anualmente com analistas econômicos, CIOs, executivos de negócios, varejistas, usuários e investidores.

Em seu estudo, a IDC revelou que a transformação digital continua em crescimento, evento que ocorre no mundo inteiro. Entretanto, as empresas que ainda não assimilaram essa transformação estão sofrendo um impasse digital, onde se abre um abismo de desenvolvimento de modelos digitais em relação às corporações que investem mais e são pioneiras na transformação de seus negócios.

Um bom exemplo de investimento corporativo voltado à transformação digital são os fabricantes de smartphones e tablets. Visto que o crescimento do uso doméstico não tem a mesma força de antes, essas marcas estão investindo em vendas corporativas e parcerias. De acordo com a IDC, somente no Brasil, 3,5 milhões destes dispositivos devem ser comercializados para o mercado corporativo, o que representa 6% do total de vendas.

Outros fatores também devem impulsionar o crescimento do mercado de TI previsto pela IDC. Relacionamos abaixo os principais segmentos de tecnologia destacado pela pesquisa:


INTERNET DAS COISAS

No Brasil, a estimativa é que o mercado da Internet das Coisas (IoT) alcance US$ 8 bilhões, permitindo que está tecnologia alcance 4% das residências, através de algum dispositivo conectado à internet, como sistemas de ar condicionado e de segurança.

O estudo, entretanto, mostra que o crescimento poderia ser maior não fossem alguns entraves locais, como o desenvolvimento de softwares preparados à língua portuguesa e a produção dos dispositivos, que é feita em outros países, aumentando assim os custos e refletindo diretamente na demanda desta tecnologia.


NUVEM PÚBLICA

Atualmente, o cenário das empresas ainda está concentrado em gerir localmente seus sistemas, com índices em torno de 70% a 80%, de acordo com a IDC Brasil. Contudo, ao invés desses números serem encarados de forma negativa, eles mostram como há espaço para o crescimento da Cloud Pública, principalmente quando são considerados todos os seus benefícios, como escalonamento de estruturas, segurança e mobilidade.

Por isso, as perspectivas da consultoria para esse mercado são excelentes. Juntas, tecnologias de Infraestrutura como Serviço (IaaS), Software como Serviço (SaaS) e Plataforma como Serviço (PaaS) devem movimentar US$ 1,7 bilhão no Brasil em 2018. A estimativa, ainda, é que o mercado praticamente dobrará até 2020. Uma curiosidade identificada pela IDC é que empresas brasileiras continuarão adotando vários provedores Cloud, confirmando a multicloud como realidade no país. O número de médias e grandes empresas com apenas um provedor é praticamente o mesmo de empresas que optam pela adoção de mais de um provedor, aponta a IDC.


BIG DATA e ANALYTICS

O rumo à transformação digital também é reforçado pela tecnologia de Big Data e Analytics (BDA). De acordo com o estudo da IDC, os gastos totais relacionados ao BDA - que incluem infraestrutura, serviços e software - vão alcançar US$ 3,2 bilhões no país em 2018, número 18% maior que no ano anterior. A explicação de tamanho crescimento em apenas um ano, segundo o órgão que realizou a pesquisa, é que houve um amadurecimento sobre o que essas tecnologias representam, fornecendo assim um propósito mais claro às empresas.


CIBERSEGURANÇA

Outro segmento que joga para cima o índice de crescimento do mercado de TI é a segurança da informação. A previsão é que o mercado movimente, com toda infraestrutura, investimento em software e serviços, US$ 1,2 bilhão no Brasil em 2018, número 9% maior que em 2017.

As previsões otimistas do mercado de segurança se devem ao fato de 63% das empresas pesquisadas afirmarem que aumentaram seu orçamento com essa finalidade, com investimentos previstos em novas ideias, forte estruturação e com contratação de CSOs (Chief Security Officer).

Para finalizar, o estudo da IDC também contemplou o mercado de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). De acordo com o estudo, este mercado deve crescer 2,2% em 2018. Esta estimativa é excelente, principalmente se considerarmos que o segmento de Telecom permanecerá praticamente estável, sem previsão de crescimento.

Posts relacionados

8 dicas para melhorar os resultados de equipes de TI

Descubra quais são os elementos mais importantes para aumentar a produtividade e a qualidade dos resultados de equipes de TI.

Público-alvo para revendas de TI: identificando oportunidades

Descubra como identificar o perfil do público-alvo e melhorar o desempenho comercial de seus clientes.

7 passos para um plano de contingência de TI

Descubra como garantir a otimização do plano de contingência de TI de seus clientes por meio de uma estruturação estratégica.

Escreva seu comentário