<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cloud Blog
Toda informação da tecnologia está aqui.

Backup as a Service (BaaS): um diferencial em backup e recuperação de dados

  • Categoria:

    Dados

    | Tempo para ler: 3 min

Confira 10 perguntas que vão ajudar a direcionar as vendas de BaaS para as necessidades específicas dos negócios de seus clientes.

À medida que empresas de diferentes portes começam a transferir suas atividades para o ambiente digital, buscando no armazenamento em nuvem reduzir custos, aumentar a agilidade e melhorar a escalabilidade de TI, o Backup as a Service (BaaS), em português Backup como Serviço, começa a se destacar e representar o ponto de partida para diversas organizações.

O BaaS fornece backups e recuperação de dados por meio de um provedor responsável por manter equipamentos, aplicativos e processos essenciais em seu data center. Mesmo assim, é comum que as empresas mantenham um dispositivo para backup, mas deixa de ser necessário comprar servidores e softwares, executar atualizações e patches, ou comprar aparelhos de duplicação.

É preciso entender que o BaaS não é apenas um termo de marketing para backup online, que utiliza a nuvem somente como espaço de armazenamento. Ele é um serviço de TI capaz de gerenciar backups e recuperações, utilizando informações fornecidas pelos clientes para a seleção dos dados.

Quanto mais os negócios se inserem no meio digital, mais os dados começam a se mover dos sistemas corporativos tradicionais para a nuvem, alcançando dispositivos móveis pessoais, de clientes e de parceiros, o que amplia a necessidade de backups e soluções de segurança, sem os quais as empresas podem acabar enfrentando sérios problemas, como:

  • Perda de propriedade intelectual;
  • Perda de registros de clientes;
  • Perda de dados financeiros;
  • Riscos à conformidade legal ou regulamentar;
  • Perda de reputação do negócio.

Mesmo que os riscos de perda de informações sejam conhecidos pelas corporações, é muito comum, principalmente entre pequenas e médias empresas, que não sejam feitos backups ou proteção de dados mais abrangentes, em grande parte das vezes em decorrência dos altos custos da implantação e manutenção dessas soluções.

No entanto, com o advento do BaaS tornou-se possível oferecer, com base na redundância e economia de custos características da nuvem, maior flexibilidade e confiabilidade para as soluções de armazenamento, assegurando ampla disponibilidade para as recuperações e otimização da eficiência na proteção de informações críticas, sendo uma ferramenta que promove maior organização e escalabilidade de processos.

Contudo, é preciso utilizar um provedor de serviços de TI que realmente atenda aos objetivos e expectativas, considerando os requisitos de proteção de dados. Ele deve ser capaz de sustentar os processos de venda, entrega e apoio ao BaaS, tornando o negócio de seu cliente um sucesso.

Colocar soluções de Backup as a Service em prática exige um maior conhecimento das operações internas da empresa e de seus objetivos ao utilizar a nuvem, que podem ser obtidos com base em 10 questões-chave:

1. Quais são as metas da empresa com a migração para a nuvem?

2. Quais tipos de soluções são mais importantes para o negócio?

3. A atual infraestrutura de TI foi avaliada? Os requisitos técnicos foram identificados (escalabilidade, redundância e balanceamento de carga, entre outros)?

4. A empresa já utiliza serviços em nuvem?

5. Qual o atual plano de backup e recuperação? Ele é testado anualmente para que falhas sejam identificadas?

6. Qual tipo de informações compõem o banco de dados da empresa e com qual frequência elas se alteram?

7. Quão críticos e sensíveis são os dados do negócio e com que rapidez eles devem ser recuperados?

8. Por quanto tempo os dados devem ficar armazenados e, uma vez que eles não sejam mais necessários, quais os requisitos para sua eliminação ou destruição?

9. No que diz respeito ao banco de dados, quais os requisitos de conformidade legal e/ou regulamentar aos quais o negócio está submetido e que devem ser considerados?

10. Quais serviços a atual equipe de TI da empresa é capaz de fornecer?

As respostas para essas perguntas são essenciais para que as estratégias de BaaS sejam implantadas com o direcionamento correto, oferecendo, assim, os melhores resultados para os negócios.

Posts relacionados

5 passos para transformar o poder dos dados em oportunidades de negócio

Descubra como utilizar a tecnologia pode ajudar empresas na conquista de insights para a captação de clientes, crescimento de mercado e lucratividade dos negócios.

O que é Data Science e como ela está auxiliando as revendas de TI?


Entenda como a Ciência de Dados pode oferecer vantagens e garantir bases mais eficientes para a análise de dados e extração de informações relevantes para os negócios dos clientes.

8 principais benefícios de armazenar dados na Nuvem

Conheça os recursos oferecidos por plataformas de Cloud Computing e entenda como podem ser um grande diferencial para os negócios de seus clientes.

Escreva seu comentário