<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Cloud Blog
Toda informação da tecnologia está aqui.

6 passos para a transformação de negócios com a Nuvem

Descubra como garantir que empresas adotem a computação em Nuvem de maneira correta, estratégica e aproveitando ao máximo seus benefícios.

A transformação da Nuvem de ferramenta de armazenamento para elemento essencial ao desenvolvimento da estratégia de negócios da empresa já é uma realidade, despertando usuários para a necessidade de não pensar apenas em migração para a Nuvem, mas em como fazê-la com base nas estratégias do negócio.

Uma das maiores dificuldades das empresas da atualidade é utilizar a computação em Nuvem como base estratégica, no lugar de apenas criar camadas de virtualização sem uma integração ou definições claras.

Essa falta de estrutura estratégica reduz a eficiência das soluções aplicadas e acaba por prejudicar as estratégias dos negócios, que não alcançam o alinhamento necessário para ter o máximo de aproveitamento.

Migrações para a Nuvem bem sucedidas e que compõem as estratégias de negócio devem ser feitas com base não nas necessidades que a Nuvem pode suprir, mas quais oportunidades e benefícios ela pode oferecer para o negócio

É possível alcançar a transformação para a Nuvem com sucesso e aproveitando ao máximo seus benefícios e oportunidades com as 6 dicas. Veja quais são:


1. Estabeleça um roteiro claro

A forma como a migração e as aplicações em Nuvem serão construídas deve ser compreendida por toda a equipe e estar alinhada com o roteiro estabelecido pelo provedor. Assim, é possível que a empresa acompanhe as mudanças a medida que eles adicionam novos recursos à Nuvem e criam novas integrações.

Muitos dos recursos que serão adicionados pelo provedor podem ser críticos ou criar novas oportunidades para a empresa, de forma que apenas com roteiros alinhados e claros é possível garantir que todos os benefícios sejam aproveitados e todos os riscos sejam monitorados e evitados ao longo da execução do planejamento para a Nuvem.


2. Aproveite as oportunidades de inovação

Muitas aplicações existentes para a Nuvem e anteriormente oferecidas como ferramentas não eram rentáveis ou tinham difícil gerenciamento para serem utilizadas em um ambiente de armazenamento. No entanto, com a visão mais estratégica que a transformação em Nuvem assume, funcionalidade como auto-escalabilidade, aplicações web e mobile, soluções de análises de dados e de criação de contêineres podem ser melhor aproveitados.

A utilização de diferentes funcionalidades no momento de desenvolvimento e migração de aplicações pode tornar a transição para a Nuvem mais natural e garantir o surgimento de novas oportunidades para o negócio, aumentando sua eficiência.


3. Tenha paciência

É comum ver empresas que buscam por agilidade na migração para a Nuvem e tomam como primeira medida estabelecer máquinas virtuais e promover o crescimento da IaaS (Infraestrutura as a Service), processos que reduzem o tempo gasto durante a adoção da Computação em Nuvem.

No entanto, é essencial que os gestores tenham paciência e não pensem na rapidez de migração como elemento essencial, principalmente porque tomar como medida essas ações podem causar um aumento nos custos e uma má estruturação das aplicações virtuais, reduzindo o aproveitamento dos benefícios.

A migração deve ser feita de maneira planejada, analisando as plataformas e aplicações disponíveis de acordo com as necessidades dos negócios. Considerar a necessidade de redimensionar serviços e de adotar outros nativos da Nuvem é elemento essencial para conquistar a eficiência e os benefícios esperados, garantindo uma experiência otimizada e melhores resultados.


4. Estabeleça uma gestão estratégica

Utilizar modelos diferenciados para organizar a infraestrutura é um dos principais benefícios da Nuvem, implementando a infraestrutura como Código (IaC), que permite que todo o gerenciamento de aplicações seja controlado por meio do código fonte.

Essa solução permite que a empresa use da estratégia de diferentes ferramentas e processos DevOps para que o negócio conquiste diferenciar de mercado, aplicando-os a Nuvem para garantir maior controle, acelerar o processo de adoção e oferecer maior eficiência.


5. Busque parcerias experientes

Mais do que a transferência de arquivos para o ambiente virtual, adotar a Nuvem é transferir as infraestruturas para uma nova plataforma de armazenamento e gerenciamento. Por isso, buscar por parceiros que tenham experiência na área para auxiliar a empresa na migração é essencial.

Dessa maneira, é possível garantir um alinhamento entre as soluções adotadas e os objetivos da empresa, contribuindo para uma transformação da Nuvem que realmente trabalhe em prol da estratégia dos negócios, tornando mais fácil identificar novas oportunidades.


6. Dê o primeiro passo

Mudanças nunca são simples e fáceis, mas são necessárias. Inserir os negócios na nova realidade do mercado, adotando tecnologias que possam ajudá-lo a crescer é essencial para qualquer empresa. Use de planejamento, consultoria com especialistas e demais possibilidades para estruturar a migração e trazer a transformação da Nuvem de ferramenta para peça estratégica para o seu negócio com maior eficiência.

Posts relacionados

Backup em nuvem: seu cliente está usando essa arma contra o cibercrime?

Saiba a importância do backup na nuvem e como ele pode salvar uma empresa de prejuízos em dados críticos ou tradicionais.

Qual a relação entre GDPR e Cloud Computing?

Segurança, implementação e mais: entenda melhor a lei europeia de proteção de dados e como ela está inserida no contexto de nuvem em TI.

5 tendências estratégicas para aplicar na Nuvem corporativa este ano

Containers mais abrangentes e crescimento do mercado de microsserviços são apenas algumas das tendências estratégicas para aplicar na nuvem corporativa este ano.

Escreva seu comentário