<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Auditoria de governança de TI: o que é e como pode ajudar seus clientes?

Esse processo garante o alinhamento estratégico da TI com os objetivos da empresa.

 

 

As auditorias de governança de TI são práticas realizadas por equipes especializadas que verificam se os processos do setor estão alinhados estrategicamente com os objetivos da empresa. Entenda como ela funciona na prática!

As informações se tornaram o principal ativo das organizações e, por isso, precisam ser protegidos. As auditorias são justamente o processo especializado responsáveis por garantir que isso aconteça.

Esse procedimento tem o objetivo de avaliar a segurança do sistema de informação das empresas para detectar falhas e vulnerabilidades que podem comprometer a rede e os dados corporativos.

Graças a realização de auditorias, as organizações conseguem corrigir rapidamente as brechas encontradas em seus sistemas e atualizar processos e infraestruturas para reforçar a proteção das informações.

Quando aplicada na governança de TI, ela proporciona às empresas maior transparência e segurança aos clientes. Por isso tem se tornado cada vez mais essencial para qualquer tipo de negócio.

Pensando nisso, preparamos este post para explicar como o processo funciona e ajudar a sua revenda de TI a mostrar para os clientes a importância de uma auditoria de governança de TI. Acompanhe!

O que é governança de TI?

A governança de TI é um conjunto de políticas, estratégias, processos de gestão, monitoramento, prevenção de riscos e investimentos. Ela tem como objetivo alinhar o setor de TI com o restante do negócio.

Devido a importância do papel da tecnologia no ambiente corporativo, onde tornou-se um verdadeiro diferencial estratégico, a prática bem estruturada da governança de TI passou a ser crucial para os negócios.

Ela garante que vários benefícios da tecnologia sejam adotados na rotina corporativa, como a automação. Assim, a integração no ambiente pode ser disseminado, criando serviços de maior qualidade e lucratividade.

À medida que uma empresa realiza essa prática de forma eficiente, é possível integrar a TI aos demais ambientes, maximizando os impactos positivos das inovações tecnológicas no dia a dia das equipes.

Mas como garantir que a governança de TI será bem-sucedida? A resposta é simples: por meio da auditoria. Entenda.

Como a auditoria pode ajudar a governança de TI?

As empresas lidam com informações sigilosos e críticas diariamente, o que pode oferecer riscos para os negócios caso não possuam uma governança adequada. Considerando isso, a auditoria funciona como uma aliada para dar transparência à governança de TI.

Por meio da auditoria, é possível rastrear falhas de modo mais inteligente, focando no alinhamento e gestão de processos para se alcançar sempre uma melhor qualidade.

Dessa forma, a corporação consegue manter suas atividades mais alinhadas, evitando erros e gargalos em sua produção.

Mas como a auditoria funciona?

Esse processo deve ser feito com cuidado e exige profissionais capacitados para verificar todos os procedimentos da empresa e garantir que nenhuma falha passe despercebida.

A auditoria de governança de TI avalia se os processos de TI estão alinhados às estratégias da empresa e possui um foco gerencial. Confira a seguir alguns passos necessários para realizá-la com sucesso para auditar a governança de TI de sua empresa:

Avaliar os processos de segurança

As ciberameaças estão em constante transformações e, com isso, as empresas tornam-se vulneráveis a ataques e roubos de dados diariamente. Portanto, é crucial contar sempre com ferramentas de segurança de última geração.

A auditoria deve fazer avaliações dos procedimentos de segurança digital utilizados pela empresa para verificar se eles são estruturados e capacitados a impedir que os usuários fiquem expostos a ameaças digitais.

Verificar todos os pontos importantes da empresa

Isso inclui metas, demandas e perfil do negócio. É importante que a auditoria monitore se os objetivos de todos os setores estão alinhados com as estratégias da empresa. Isso é fundamental para conquistar melhores retornos nos negócios.

Desse modo, na auditoria, os profissionais devem levantar todos os dados sobre as demandas e objetivos de cada área da empresa. Assim, a governança de TI pode se manter atualizada com o que acontece nos outros departamentos.

Revisar as documentações

A documentação é muito importante para uma governança de TI bem-sucedida, pois é por meio dela que impedimos a recorrência de erros passados, pelo fato destes já estarem registrados. Desse modo, os profissionais conseguem compreender como evitar riscos e otimizar processos.

Por isso, é necessário analisar e avaliar todos os documentos no processo de auditoria, os quais devem ser claros e objetivos.

Ao realizar uma auditoria de governança de TI efetiva é possível garantir que tudo estará funcionando adequadamente e que as políticas de proteção estarão em constante evolução. Dessa forma, as empresas podem garantir o sucesso de seus negócios. 

Posts relacionados

6 características que um bom gestor de segurança da informação deve ter

Como visão estratégica, liderança e outras características podem contribuir para o sucesso do trabalho de um gestor?

3 tendências de segurança da informação para o futuro

Cloud Computing, Internet das Coisas e Machine Learning podem revolucionar a segurança da informação.

4 dicas para uma gestão de riscos eficiente

Saiba como gerenciar os riscos de forma mais eficiente, garantindo o sucesso do seu negócio.

Escreva seu comentário