<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

Armazenamento x Performance: desafios e conquistas em TI

O crescente número de protocolos de armazenamento e interfaces está transformando esta tecnologia e priorizando a velocidade.

 

Armazenamento x Performance: desafios e conquistas em TI

 

A indústria de armazenamento é um dos setores que mais cresce no mercado de TI, na busca de alcançar novas tecnologias que disponibilizam maior capacidade a um preço mais baixo. O rápido crescimento de dados e a maior demanda por capacidade requeridas pelas empresas fazem com que o armazenamento se torne um dos principais desafios do centro de dados.

 

Diante desse novo cenário, é importante entender que armazenar dados não significa simplesmente ter espaço para guardar as informações geradas pela corporação, há outras variáveis que também precisam ser levadas em consideração, como o gerenciamento dos recursos do ambiente e a segurança. Portanto, é necessário alcançar aprimoramentos que garantam que as informações sejam armazenadas, protegidas, otimizadas e gerenciadas de forma eficiente.


Atualmente, o armazenamento de dados corporativos concentra boa parte das demandas geradas pelas diversas aplicações existentes no ambiente empresarial, como: CRM (Customer Relationship Management - Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente), Database e Cloud Computing. Além disso, para viabilizar a virtualização é essencial que exista uma solução de armazenamento.


Nos últimos anos, por exemplo, a tecnologia baseada em memória flash tem avançado, ganhando espaço por oferecer maior velocidade. O flash garante melhor desempenho e durabilidade e melhor refrigeração no Data Center.


Para ajudar a manter o tráfego de armazenamento funcionando, algumas melhorias e novas tecnologias foram desenvolvidas.


Fibre Chanel (FC)

O Fibre Chanel (FC) é uma tecnologia de comunicação de alta velocidade utilizada no armazenamento de dados em rede. Essa tecnologia é popular no Data Center devido à sua fiabilidade e estabilidade. Ela é utilizada principalmente para interligar servidores a sistemas de armazenamento do tipo SAN (Storage Area Network) e permite maiores velocidades e um elevado número de discos.


O NVM Express (NVMe)

É uma interface otimizada e de alto desempenho, projetada para simplificar o acesso I/O para sistemas e dispositivos de armazenamento construídos com memória não volátil. O protocolo NVMe pode ser usado em diversos dispositivos, desde smartphones a sistemas corporativos, onde, normalmente, são executados em alta potência, proporcionando um desempenho total de banda larga do número de linhas PCIe que cada dispositivo utiliza.


SAS (Serial Attached SCSI)

É um protocolo serial que transfere dados entre dispositivos de armazenamento e usa o conjunto de comandos SCSI padrão. Essa tecnologia é uma evolução da SCSI, pois oferece um sistema de cabeamento mais simples e maiores possibilidades de implementação. Normalmente, é utilizada em grandes servidores de armazenamento e em dispositivos mais sofisticados, podendo atingir uma velocidade de até 6 GB/s.

 

Serial ATA (SATA)

Inicialmente, o Serial ATA (SATA) era utilizado para ligar um computador a um único dispositivo de armazenamento, como disco rígido ou dispositivo óptico, por meio do conector IDE (Integrated Drive Electronics), que realizava a transferência de dados de forma paralela. Atualmente, a interface SATA realiza transferência em série e possui maior rapidez na transmissão de dados, possibilitando remover ou acrescentar dispositivos do tipo hot-swap, que podem ser removidos ou substituídos sem perda de dados ou interrupções do servidor.

No contexto atual, em que a cada dia, a necessidade de lidar com grandes volumes de dados aumenta, as novas tecnologias continuam buscando maximizar a capacidade de armazenamento e a velocidade desse processo. Há diversas tecnologias de armazenamento em alta no mercado, por isso, é importante avaliar cada nova tendência para decidir qual será a ideal para cada tipo de negócio.

 

Clique e saiba mais

Posts relacionados

Escreva seu comentário