<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1159528794088341&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL WESTCON
Toda informação da tecnologia está aqui.

A importância das certificações e o crescimento profissional na área de TI

Diversos mitos acompanham o processo de certificação na área de TI, exigindo uma maior compreensão do mercado e das formas de buscar crescimento profissional.

 

A importância das certificações e o crescimento profissional na área de TI

 

O mercado de TI está em constante crescimento, se desenvolvendo tanto do ponto de vista de novas empresas e serviços quanto de novas tecnologias a serem aplicadas, exigindo cada vez mais dos profissionais e das próprias empresas. É em decorrência desta evolução e crescimento que surgem cada vez mais questionamentos sobre o mercado, principalmente a respeito da necessidade de certificações para profissionais.

No entanto, para entender a necessidade ou não de profissionais buscarem novas certificações se faz necessário, primeiro, compreender algumas informações sobre o próprio mercado de TI.

As estimativas e previsões apontam para um crescimento constante das vagas de emprego no ramo da tecnologia da informação, produzindo cerca de 750 mil novos empregos nos próximos anos, sendo que já vimos este crescimento ao observarmos o São Paulo, onde o número de vagas em TI cresceu três vezes mais que as ofertas em outras áreas do mercado, de acordo com a Kelly Service, uma das principais empresas de solução em RH do país.

Segundo dados da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, a Softex, apesar do crescimento na oferta de vagas até 2022 o Brasil enfrentará um déficit de 400 mil profissionais de TI, o que cria a ilusão em muitos profissionais de que qualquer curso é suficiente para garantir um bom emprego na área, ocupando uma das vagas para as quais há pouco pessoal.

Grande parte dos recrutadores reclama da falta de profissionais qualificados e capazes de preencher os postos existentes na área de Tecnologia da Informação, destacando que para crescer e subir na carreira, ocupando essas vagas, é necessário investir em certificações.

O papel das certificações é reconhecer as habilidades desenvolvidas por um indivíduo, oferecendo o parecer de uma empresa consagrada no mercado na garantia da qualidade de um profissional, uma documentação que garante ao recrutador que aquele profissional é bom no que faz, colocando o profissional de TI em um novo nível.

Muitos dos profissionais não buscam por certificações por já terem cursado uma faculdade, sem considerar que o currículo universitário é engessado e muitas vezes, incapaz de acompanhar e absorver as constantes evoluções e transformações no mercado de TI, focando muito em teorias que raramente são aplicadas no cotidiano das empresas.

A vantagem das certificações, assim, é a possibilidade de absorver conhecimentos mais práticos e conceitos mais aprofundados, motivo pelo qual são tão valorizadas por empresas de grande porte e destaque no mercado.
4 Principais mitos da TI

Apesar da certeza da necessidade de certificações, existem diversos mitos sobre as profissões em Tecnologia da Informação, principalmente com o crescente fluxo de pessoas que buscam mudar de carreira e se tornarem profissionais da área, sendo necessário observar alguns deles para melhor compreender o mercado.

 

Mito n°1 - Não é possível se tornar um profissional certificado sem ter experiência

Isso não é uma verdade. Existem empresas desenvolvedoras que oferecem certificações por meio da aplicação de provas que testam os conhecimentos dos indivíduos. Essas provas não possuem pré-requisitos de formação, de forma que qualquer um pode se candidatar, prestar os exames e obter a certificação.

A experiência, ainda que auxilie o candidato à certificação, só é exigida em provas mais avançadas, como por exemplo a PMP, que exige que o candidato tenha sido gerente de projetos, de forma que todas as outras certificações exigem apenas conhecimentos e domínio do conteúdo da certificação.

 

Mito n°2 - Não é possível obter uma certificação sem ter conquistado um diploma de graduação 

Assim como a questão da experiência, o diploma da faculdade raramente é exigido para provas de certificação, uma vez que grande parte delas têm por objetivo avaliar capacidades técnicas, sendo exigido apenas o domínio do conteúdo cobrado.

 

Mito n°3 - É obrigatório ter conhecimentos em inglês

Na verdade, mesmo que este seja um requisito importante para o crescimento na área, não é exigência para provas de certificação.

Existem empresas que aplicam as provas de certificação em português, como é o caso da IBM e a Microsoft. No entanto, algumas empresas, como a Oracle, aplicam seus testes em língua estrangeira, de forma que, mesmo não tendo fluência, é necessário que o candidato seja capaz de identificar e compreender palavras e mecanismos básicos do inglês para se candidatar. Esse conhecimento pode ser testado previamente em provas e simulados online.

 


Mito n°4 - A certificação não é importante

Não é necessário, para exercer uma função na área de TI, possuir diplomas ou certificados, mas é por meio deles que o profissional pode oferecer respaldo técnico e comprovado para que o contratante e as empresas confiem em suas habilidades e o coloquem em destaque comparados com os concorrentes, oferecendo bases para o crescimento profissional.


Investir em certificações é a melhor maneira de se destacar no mercado de TI. De fato, para atuar na área não é preciso ser formado ou certificado, mas, se você quiser alcançar boas posições na área, não tem jeito: as certificações são o respaldo técnico que você precisa para disparar frente à concorrência.

 

Torne-se um especialista em virtualização

Posts relacionados

Como os canais de TI devem trabalhar a experiência dos clientes?

Utilizar a tecnologia como aliada é o grande diferencial para se destacar no mercado e atrair novos consumidores.

Conheça os 10 melhores empregos em TI da atualidade

Os profissionais de TI nunca foram tão necessários e, hoje, há uma gama gigantesca de oportunidades na área.

 

5 erros fatais que os gestores de TI não podem cometer

Esse profissional deve se manter atento aos mínimos detalhes sobre as tecnologias utilizadas em sua empresa para que nenhum tipo de problema afete os negócios.

Escreva seu comentário